Os Brasis: quando serão presos?, por Arkx

Os Brasis: quando serão presos?, por Arkx

Instant Karma’s gonna get you

Gonna knock you right on the head

You better get yourself together

I oribkena sçai is caoutakustas

de como uma cleptocracia sociopata arrastou o Brasil para uma guerra civil híbrida e forjou as condições inéditas para o impensável: já não haverá nenhuma retomada da economia a não ser pela aplicações das duras, necessárias e inadiáveis medidas populares”.

quando serão presos?

é o que se ouve nas vielas e nos becos, nas esquinas e nas encruzilhadas, nas senzalas e nos quilombos…

alguns complementam: “Afinal, alguém tem que saber…”

é certa a ocorrência do delito. estão descritos os fatos concretos. quando serão as acusações formalizadas e abertos os processos?

todos se lembram, por isto completam: “Tá na cara que têm que ser presos”.

Mas os que falam nas palestras, festas, bares, encontros casuais, jamais falam sobre estes fatos. Nenhum deles se importa com estes fatos. Quando muito, são meros pontos de partida para a hipocrisia e o cinismo.

então, dizemos: “Essa gente é maluca; com eles, esse país não dá…”

quando serão presos?

Em Turim, no dia 3 de janeiro de 1889, Friedrich Nietzsche deixa a residência no número 6 da Via Carlo Alberto, talvez para dar um passeio, talvez para ir até o correio para recolher sua  correspondência. Não longe dele, ou realmente bastante longe dele, um cocheiro tem problemas com seu cavalo teimoso. Apesar de sua premência, o cavalo resolve empacar, o que faz com que o cocheiro – Giuseppe? Carlo? Ettore? – perca a paciência e comece a chicoteá-lo. Nietzsche avança  até a multidão e põe um fim ao brutal espetáculo do cocheiro, que está espumando de raiva. O forte e bigodudo Nietzsche repentinamente pula na carroça e abraça o pescoço do cavalo soluçando. Seu vizinho o leva para casa, onde ele fica deitado por dois dias, imóvel e silencioso, em um divã até que finalmente murmura suas últimas palavras: “Mutter, ich bin dumm.”(“Mãe, eu sou idiota.”) Ele vive ainda por 10 anos, meigo e demente, sob os cuidados de sua mãe e irmãs. Do cavalo… nada sabemos

O CAVALO DE TURIM, 1’39’

documento: Anatomia de uma fraude à Constituição

http://www.auditoriacidada.org.br/wp-content/uploads/2016/09/Artigo-Benayon.pdf

vídeo: The Turin Horse – Opening Scene

https://www.youtube.com/watch?v=aoERWukgg_Q]

música: “INSTANT KARMA” John Lennon

[video:https://www.youtube.com/watch?v=BXF9A3oWnho.

.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora