Quem manda no Brasil? O que a Veja revelou, por Victor Saavedra

Fica um dúvida... se para um ministro o presidente é capitão, então quem manda nos generais estrategicamente instalados no gabinete?

Quem manda no Brasil? O que a Veja revelou, por Victor Saavedra

A linha fina dos áudios entre o capitão da matilha e o então secretário-geral de laranjais nos dá um vislumbre do governo paralelo que se instalou no Planalto. Primeiramente pelo pronome utilizado por um Ministro de Estado ao Presidente da República: Capitão.

“Capitão (…) o senhor se lembra que, no início, eu não podia participar daquelas reuniões de quartas-feiras, porque os generais teriam restrições contra mim? Eu não entendia que restrições eram aquelas, se eles nem me conheciam. O senhor hoje pergunte para eles qual o conceito que eles têm a meu respeito (…)” 

Ouça no site da Jovem Pan à partir dos 20 segundos – https://omny.fm/shows/jovem-pan-news/udio-7

Fica um dúvida… se para um ministro o presidente é capitão, então quem manda nos generais estrategicamente instalados no gabinete? A queda de Gustavo Bebianno resultou na nomeação do General da Reserva Floriano Peixoto, até então número 2 da pasta, o oitavo ministro de carreira militar a assumir um ministério.

Outro questionamento… Quem são os participantes dessas reuniões de quarta-feira com os generais? Ela está na agenda do presidente? O problema não é o presidente se reunir com quem são seus conselheiros e assessores, até mesmo quem são as pessoas de confiança do escolhido para comandar o Brasil por apenas 4 anos.

Mais uma pergunta: Quem são os que compõe essa tábula estrelada… na qual o presidente interino do partido do Presidente durante a eleição, e até segunda secretário-geral da presidência, não podia participar?

Estaremos vendo outras sessões de macumba e orgias da era Collor, ou algo mais grave? Quem sabe o anão que vive embaixo da mesa vaze essa informação para o incompetente?

Leia também:  Inação e irresponsabilidade de Bolsonaro põem Brasil no fim da fila para vacina contra COVID

No final ficam algumas certezas… elegemos um Capitão!

Publicamente ele dá ordem a generais… mas não pode escolher quem se senta nas reuniões estreladas de quarta-feira!

Defende seus filhos… e não os obriga a prestar esclarecimentos sobre assessores e verbas!

Que dure apenas quatro anos… não há outro sonho maior que esse.

Víctor Saavedra é Jornalista

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

11 comentários

  1. “A queda de Gustavo Bebianno resultou na nomeação do General da Reserva Floriano Peixoto” Esse governo conseguiu a proeza de ressuscitar o Floriano!

  2. se o capitão da sinais de que não capitaneia suas famílias, seus filhos, seus laranjas. Se os militares o consideram como alguém que foi expulso, como é que o mandatário via zap zap vai poder mandar em algo seriamente?
    o partido do Marcola parece ter melhor comando. Ao menos tá durando bem mais que vai ser este desgoverno whatzapicamente eleito

  3. Quem manda no Brasil? A banca. E não é a do destino. O capitão não manda nem no proprio nariz… Os pit-bolsos fazem o que querem e os militares desesperados sem saber o que fazer com o “prizidente”. Quatro anos… Valha-me meu São Serapião!

  4. nenhuma dúvida de quem de fato manda nessa joça e faz as pautas, são os donos da grana, os empresários. E quem faz o meia de ligação são seus prepostos das armas q organizam os briefings com os executantes das ordens. Muito pior foi saber q Bozo, antes de agir, se aconselha com a Damares q agora acumula DDHH, Mulher, Família e tb é Conselheira do Rei ……….jisuis tem poder

  5. Está evidente que a candidatura Bolsonaro nasceu para que alguns maganos levassem uma grana de fundo partidário. Ponto. O que aconteceu depois foi acaso.

  6. Não meu caro! Quatro anos é o seu sonho, mas não o nosso, os brasileiros. Estamos com o capitão até o fim. E vocês terão que ver, para a vossa infelicidade, enfim o nosso país melhorar e muito. #Bolsonaro presidente.

  7. quem manda no brasil?

    Milícias(empresas de segurança), trafico de armas (internacional), especulação imobiliária, planos de saúde privados, grupos de educação privada, latifundiários, corporações de exploração mineral, fundos de investimento, seguradoras, institutos obscuros, bancos privados, telefonia, gigantes do TI do vale do silício e agora novos players que irão surgir como os gestores presídios privados e as igrejas-empresas.

  8. Podemos ser acusados de não crer na vitória do regime como faziam os nazistas, enforcamento e fuzilamento eram armas de repressão nos últimos dias de guerra,,aqui não será diferente todos que se opuseram ate agora são ridicularizados sem perdão,diga com quem tu andas que ti direi quem és,O capitão não pode negar que passou anos tendo apoio de Bebiano sem rolar na lama dos laranjais,o resto e piada.

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome