Revista GGN

Assine

Eleições

Candidato Eduardo Campos morre em acidente aéreo em São Paulo

Foto: O Globo

Jornal GGN - O candidato Eduardo Campos morreu, na manhã desta terça (13), em um acidente aéreo em São Paulo. A aeronave que o levava a uma agenda no litoral paulista caiu em uma rua da cidade de Santos, por volta das 10h. Segundo a Aeronáutica, outros seis passageiros, incluindo os dois pilotos, não sobreviveram. O motivo do acidente ainda é investigado. O Corpo de Bombeiros afirma ter dificuldade para encontrar os restos mortais, espalhados pelo impacto da queda. 

Consta na lista de vítimas divulgada pela Infraero Alexandre Gomes e Silva, Carlos Augusto Leal Filho, Geraldo da Cunha (piloto), Marcelo Lyra (fotógrafo), Marcelo Matos (piloto) e o ex-deputado Pedro Valadares Neto.

A candidata a vice-presidente, Marina Silva (Rede), não acompanhava Campos na aeronave. Seguno o PSB, a família de Campos encontrava-se em Recife no momento do acidente. A mãe do candidato, Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas da União, ficou sabendo da tragédia em Brasília, e partiu para Pernambuco logo em seguida.

Poucas horas depois do acidente, o Corpo de Bombeiros informou que sete pessoas ficaram feridas e pelo menos três casas foram atingidas no acidente. As vítimas estão em atendimento em um hospital próximo.

Leia mais »

Média: 4.6 (8 votos)

Eleições: França irá anunciar apoio de quarta legenda

Com isso, vice-governador e pré-candidato ao governo do Estado de SP terá mais de 18 minutos de propaganda eleitoral, superior a dos possíveis concorrentes 
 
divulgacao.jpg
(Reprodução)
 
Jornal GGN - O vice-governador de São Paulo e pré-candidato ao governo no Estado, Márcio França (PSB) está na frente da corrida eleitoral no pleito, ainda sem definição dos nomes que vão participar da disputa, mas que podem incluir João Doria, pelo PSDB, Paulo Skaf, pelo MDB e o ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, pelo PT. 
 
Segundo informações do Estado de São Paulo, França deve anunciar nesta segunda-feira (18) o apoio do PSC a sua chapa, completando quatro siglas somando PR, Solidariedade e PROS. O fator pode se tornar decisivo para a vitória do vice-governador que assim irá assegurar mais de 18 minutos de propaganda eleitoral por dia na TV e rádio.
 
As legendas hoje com maior tempo de TV, PT e MDB, têm cerca de 11 minutos, mas não estarão juntas na campanha deste ano. Portanto, França deverá deter o maior tempo de televisão. França contabiliza ainda que outros partidos devem aderir a sua base como o PV, o PPS, o PCdoB e o PHS. 
Leia mais »
Média: 1.4 (5 votos)

Huck: velhas práticas em nova roupagem, por Luis Felipe Miguel

Huck: velhas práticas em nova roupagem

por Luis Felipe Miguel

Luciano Huck publica hoje seu terceiro artigo na página 3 da Folha de S. Paulo. Quer dizer, o terceiro na condição de semi-candidato à Presidência, pois sua estreia naquele espaço, mais de dez anos atrás, foi o inesquecível elogio fúnebre a seu Rolex roubado, que inclui a frase "pensando, cansado ou peidando, hoje posso dizer que sou parte das estatísticas da violência em São Paulo".

Como esperado, Huck anuncia outra vez que não vai concorrer nas eleições de outubro. Mas o faz com discurso de candidato. É mais uma chance, portanto, de conhecer as ideias da encarnação viva e televisiva da decantada "renovação política", aquele capaz de acolher as esperanças de gente tão insigne quanto Eliane Cantanhêde e Fernando Henrique Cardoso.

Leia mais »

Média: 3.9 (8 votos)

As suspeitas sobre eleições sem o voto impresso

Do blog Democracia Direta

Todos os brasileiros podem estar sendo roubados

Comentário à publicação "Urna eletrônica: vulnerabilidades no software e necessidade de impressão do voto"

Sem o voto impresso, eles podem fraudar a eleição do jeito que quiserem, e a gente nem fica sabendo. Porque o TSE não revela o código fonte do programa, para que nossos programadores possam acessá-lo. Ou seja, a eleição é feita sem nenhuma auditoria.

O voto impresso cai na urna (saco de pano) sem contato manual, após o eleitor conferi-lo. Depois, a urna é lacrada, e assinada pelos ficais dos partidos. Quando sair o resultado da apuração eletrônica, 2% das urnas (saco de pano) são sorteadas, para que seja feita a auditoria, e verificado se o resultado bateu com o eletrônico.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

Video: o papel da Globo no aprofundamento do golpe, por Luis Nassif

Média: 4.4 (91 votos)

Ciro lança caravana para firmar candidatura a partir do Ceará

Candidato pelo PDT, ex-governador tem desafios que vão além conquistar votos de Lula e Bolsonaro e, assim como velhos nomes da política, precisa reconquistar eleitor brasileiro 
 
ciro-gomes_1.jpg
(Foto EBC)
 
Jornal GGN - O pré-candidato a presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, percorrerá entre os dias 1 e 3 de março 14 municípios da região do Cariri-Ceará. Será a primeira fase de uma série caravanas que pretende atravessar todo o Estado ao lado do irmão Cid Gomes, segundo informações do jornal local O Povo. O objetivo de Ciro é se firmar como alternativa aos principais pré-candidatos, que também dominam na região: Lula e Bolsonaro.
 
Segundo levantamento do Datafolha, divulgado no final de janeiro, sem o ex-presidente Lula na disputa eleitoral, o deputado Jair Bolsonaro (PSC) aparece na primeira posição com 18% das intenções de voto. Em seguida aparece Marina Silva com 13%, Ciro gomes (10%), Geraldo Alckmin e o apresentador Luciano Huck empatados com 8%. 
 
O que chama atenção, entretanto, na pesquisa feita sem incluir Lula é o aumento de dez pontos no total de pessoas que votariam branco ou nulo, alcançando 32% do eleitorado. Em um eventual segundo turno sem o ex-presidente o cenário é ainda mais grave, com brancos e nulos chegando a quase 70% entre os pesquisados.
Leia mais »
Média: 3.3 (6 votos)

A urna, o papel e a garantia, por MSV

Foto Divulgação

A urna, o papel e a garantia

por MSV - Movimento dos Sem Voto

Comentário à matéria Dodge entrega no STF ação contra voto impresso

Caros, há mais fraudes entre o céu e a Terra do que supõe nossa filosofia, já dizia Xêikispier.

Antes de mais nada eu suspeito que a fraude maior é a programada para jogar seu voto em outros candidatos pré-programados. Como a contagem é destes votos, não havendo contra-prova é moleza, já que não se pode conferir todos os programas baixados na memória de todas as urnas. Basta trabalhar com um número de urnas e desvios de programa baseados nas diferenças das pesquisas que devem ser buscadas e superadas.

Leia mais »

Média: 5 (4 votos)

O mito da urna eletrônica, por Jeroen van de Graaf

O mito da Urna:

Desvendando a (in)segurança da urna eletrônica

Jeroen van de Graaf

Download: O Mito da Urna

Facebook: https://www.facebook.com/omitodaurna/

–Prelúdio:
“A urna é segura?” Todo cidadão responsável deve ter se perguntado isso pelo menos uma vez na vida. Talvez a dúvida volte a cada dois anos. Pessoas com um viés mais técnico devem ter percebido o cabo de 5 metros que
conecta o teclado onde o mesário digita seu tı́tulo de eleitor à própria urna. Será que isso está seguro?

O Tribunal Superior Eleitoral garante que a urna é segura, mas quem vai bus car na internet encontra crı́ticas severas. Mas no que deve-se acreditar? E ainda houve a contestação do PSDB em 2014, que menciona que grande parte
da população desconfia da urna. Leia mais »

Média: 5 (1 voto)

O senhor troca programa por eleição para presidente? Não, diz Huck

 
Jornal GGN - Esta é a semana do não. Huck reafirma decisão de não concorrer à Presidência. Semana passada era sim. Semana retrasada disse não para se livrar do TSE, em campanha antecipada. E assim vai.
 
Esta é a vida do apresentador Luciano Huck. Sondado por partidos para se candidatar, o apresentador global diz não, não, não. Quem antecipou o fato foi o site O Antagonista, de extrema-direita, na tarde de hoje, quinta, dia 15. E o não foi confirmado pela assessoria do apresentador.
 
A Folha dá o fato, mas o atrela à condenação de Lula, que o colocou de volta ao jogo, já que inelegibilidade está no horizonte do ex-presidente. No horizonte. Não foi citado, de momento, que o que Huck poderia abocanhar foi apurado antes das benesses conseguidas pela empresa do ex-futuro candidato com o BNDES (um avião) e do Ministério da Cultura (Lei Rouanet). Tudo legalmente conseguido, mas que colocam uma tarja incômoda no currículo do ex-futuro candidato.

Leia mais »

Média: 2.7 (6 votos)

Grupos convidam Huck para debate sobre renovação política

'Seja candidato ou não, Luciano será uma peça importante no debate sobre a renovação da política nacional', defendem movimentos em nota 
 
foto_divulgacao_huck.jpg
(Divulgação)
 
Jornal GGN - O apresentador e empresário Luciano Huck recebeu um convite para debater política, assinado por grupos que defendem a renovação dos quadros atuais. Segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (15) pelos jornais Estado de São Paulo e Folha de S.Paulo, o encontro ainda não tem data marcada, mas a previsão é que aconteça na próxima semana. 
 
Aderem ao convite movimentos como RenovaBR, Agora!, Vem Pra Rua, Frente Favela Brasil, Livres, Ranking dos Políticos, Brasil 21, Transparência Partidária e Convergência. Vale destacar que Huck é membro efetivo dos dois primeiros - RenovaBR e Agora! 
 
No texto, integrantes dos grupos afirmam que, "seja candidato ou não, Luciano será uma peça importante no debate sobre a renovação da política nacional", terminando com a ressalva "esse encontro não significa um apoio dos grupos e sim um convite para um debate democrático".
Leia mais »
Média: 1 (1 voto)

“Ação social”com dinheiro público: R$ 20 mi da Lei Rouanet para Huck, por Fernando Brito

do Tijolaço

“Ação social”com dinheiro público: R$ 20 mi da Lei Rouanet para Huck

por Fernando Brito

Os nossos neoliberais gostam de um “projeto social” para seu automarketing, mas detestam por a mão no bolso.

Adoram por a mão no bolso do Estado, isso sim.

O Instituto Criar, pertencente a Luciano Huck, obteve, pela Lei Rouanet, R$ 19,5 milhões de doações convertidas em abatimento no imposto a pagar de grandes empresas – como o Itaú, a Microsoft, Casas Bahia, Ponto Frio, Volkswagen e outras -, um valor que deve chegar a R$ 21 milhões das captações em curso, este ano.

De novo, não é uma acusação de ilegalidade, pois não tenho como verificar o que se faz com o dinheiro, mas é justo que, sendo Luciano candidato e mostrando seu “projeto social”, as pessoas saibam que o “ajudar as pessoas” do bom moço é feito com dinheiro público, não com o privado.

Leia mais »

Média: 5 (10 votos)

Nelson Motta defende candidatura de Ciro Gomes

“Não entendo por que ser grosso e estourado de vez em quando pode impedir alguém de fazer um bom governo” 
 
ciro_gomes_abr.jpg
(Foto: Roosewelt Pinheiro/ABr)
 
Jornal GGN - O posicionamento do ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes (PDT) é, estranhamente, pouco explorada pelos jornais, isso porque como pré-candidato na eleição a presidente da República, o cearense tem surgido nas últimas pesquisas do Datafolha, onde Lula não é considerado, com até 13% das intenções de voto, atrás do deputado Jair Bolsonaro com margem de até 22%. O dado chamou a atenção do jornalista Nelson Motta, que em sua coluna no jornal O Globo, publicada no dia 9 de fevereiro, defendeu do ex-governador.  
 
"Não entendo por que ser grosso e estourado de vez em quando pode impedir alguém de fazer um bom governo", destacou lembrando, em seguida, que a campanha de Ciro chegou a ser apagada em 2002 por duas questões que também considerou de baixa relevância: a primeira porque teria dito que a função da sua mulher era dormir com ele e, segundo por ter chamado um eleitor de burro.
Leia mais »
Média: 2.8 (9 votos)

TSE libera autofinanciamento em campanhas eleitorais

 
Jornal GGN - Os candidatos às eleições poderão usar recursos próprios em suas campanhas. Esta é a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em resolução publicada que disciplina os mecanismos de financiamento de campanha para as eleições de 2018. O texto foi publicado no dia 2 no Diário da Justiça Eletrônico. Assim, além dos recursos partidários e doações de pessoas físicas, os candidatos podem lançar mão de recursos próprios em suas campanhas.
 
No texto, uma trava. O candidato pode se autofinanciar até o limite de gastos estabelecido para o cargo ao qual concorre. A Resolução em questão é a de número 23.553, e teve relatoria do ministro Luiz Fux, que ocupa a presidência do TSE.

Leia mais »

Média: 1 (3 votos)

Huck compra jatinho com empréstimo de R$ 17,7 milhões no BNDES

Crédito tomado por empresa pertencente a ele e à Angélica foi obtido a juros de 3% ao ano, 5 meses de carência e pagamento em 114 meses, com Itaú como operador do financiamento
 
luciano_huck_repruducao.png
(Reprodução / Divulgação)
 
 
 
 
O crédito foi tomado pela Brisair Servicos Técnicos Aeronáuticos Ltda, empresa de Huck e sua esposa Angélica
 
O empresário e apresentador de TV Luciano Huck recebeu, do BNDES, um empréstimo de R$ 17, 71 milhões para comprar o jatinho Phenom 505, prefixo PP-HUC, que usa em seus deslocamentos.
 
O crédito, tomado pela Brisair Servicos Técnicos Aeronáuticos Ltda, empresa pertencente a ele e à mulher, Angélica, foi obtido pela linha do Finame (financiamentos a máquinas e equipamentos), a juros de 3% ao ano, 5 meses de carência e outros 114 meses para pagamento, funcionando o Itaú como operador do financiamento.
 
O documento do BNDES está aqui e pode ser obtido por qualquer um na página de consultas do Banco.
 
A Brisair, que funciona em parte de uma sala na Barra da Tijuca, no seu registro na Receita Federal, consta como tendo atividades de“ consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica” e, secundariamente, “administração de caixas escolares” e “atividades de apoio à educação, exceto caixas escolares “.
Leia mais »
Média: 5 (6 votos)

Alterações do Facebook podem influenciar mais fake news, dizem especialistas

Novo algoritmo tende a privilegiar notícias falsas ao reduzir relevância de conteúdo gerado por jornalismo profissional e coloca usuário em uma bolha ainda mais impermeável 
 
divulgacao_facebook.jpg
(Foto Divulgação)
 
Jornal GGN - A recente alteração no algoritmo do Facebook, dando menos relevância para fanpages e mais para amigos e familiares dos usuários pode influenciar na propagação de fake news - notícias falsas -, ao reduzir a visibilidade de matérias produzidas por empresas de notícias, segundo dois especialistas entrevistados pelo Estado de São Paulo
 
“Considerando que boa parte da população já consome notícias pelas redes sociais, programar os algoritmos para privilegiar conteúdo de outros usuários e diminuir a propagação de conteúdo gerado pelo jornalismo profissional pode causar distorções com graves consequências sociais”, ponderou coordenador do curso de ciência de dados da Future Law/ IDP-São Paulo, Alexandre Zavaglia Coelho argumentando também que a mudança tende a contribuir para a ‘a criação de bolhas de pensamento, até a diminuição de canais de notícias, tão importantes para a diversidade de pensamento e para a democracia’.
 
Já a advogada especializada em direito eleitoral, Karina Kufa, também entrevistada pelo jornal, comentou que o momento eleitoral não foi um bom período para a rede social realizar testes. 
Leia mais »
Sem votos