Juros de empréstimo e cheque especial caem em novembro, diz Procon-SP

Jornal GGN – Segundo pesquisa realizada pelo Procon-SP,  as taxas de juros cobradas no cheque especial e no empréstimo pessoal pelos bancos tiveram redução em novembro. O recuo acontece após uma sequência de nove altas seguidas no ano.

Em relação ao cheque especial, a taxa média foi de 13,56% ao mês, uma redução de 0,16% na comparação com o mês anterior, quando a média ficou em 13,72% ao mês. A taxa equivalente anual é de 360,02%. 

Neste caso, todas as instituições pesquisadas mantiveram suas taxas, sendo que a mudança na média acontenceu devido à saída do HSBC da pesquisa.

No empréstimo pessoal, a taxa média caiu de 7,05% a.m. em outubro para 6,51% a.m. em novembro, uma redução de 0,54%. A taxa equivalente ao ano é de 113,07%.

As mudanças nas taxas se deve, principalmente, às modificações realizadas pelo Banco do Brasil, que reduziu de 7,40% para 5,85% a,m. a taxa de empréstimo pessoal, uma variação negativa de 20,95% na comparação com outubro.

Já a Caixa aumentou em 3,64% sua taxa de empréstimo pessoal, passando de 5,50% ao mês em outubro para 5,70% a.m. em novembro.  Os outros bancos mantiveram suas taxas.

Para o Procon-SP, as taxas ainda estão muito elevadas apesar da redução apresentada em novembro. O órgão afirma que, neste momento,  o empréstimo só é recomendável para quitar outras dívidas cujas taxas sejam mais elevadas.

 

Bancos

empréstimo pessoal

cheque especial

Banco do Brasil

5,85%

13,04%

Bradesco

6,67%

13,55%

Caixa Econômica Federal

5,70%

13,55%

Itaú

6,43%

13,14%

Safra

5,90%

12,60%

Santander

8,49%

15,49%

Fonte: Procon-SP. Veja a  pesquisa completa aqui.

1 comentário

  1. Abuso nas taxas

    É uma vergonha essas taxas abusivas cobradas pelos bancos, as pessoas que se endividam entram numa bola de neve e muitas vezes levam anos para saldas suas divídas. Infelizmente os bancos só pensam em faturamento. 

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome