Coronavírus: EUA registram mais de 1 milhão de novos casos nos últimos 10 dias

A Casa Branca parece estar fazendo muito pouco para conter uma pandemia cada vez mais fora de controle.

Jornal GGN – Os Estados Unidos registraram mais de 1 milhão de novos casos de coronavírus nos últimos 10 dias. O total nacional passou de 10 milhões de casos em meio a um aumento generalizado. O Texas foi o primeiro a registrar um milhão de casos como um estado.

Os números crescentes ocorreram no momento em que os EUA também registraram o maior total de casos em um único dia. Médicos e especialistas alertaram que, mesmo que as vacinas pareçam mais próximas, a Casa Branca parece estar fazendo muito pouco para conter uma pandemia cada vez mais fora de controle.

A resposta da Covid dos EUA deve vincular a recuperação econômica ao controle de vírus, dizem os especialistas

Os casos diários para o país aumentaram constantemente ao longo de novembro, para registrar um total de 1.129.463 casos apenas nos últimos 10 dias, mostram os números da Universidade Johns Hopkins.

Na quarta-feira, os EUA registraram um recorde de 136.325 novos casos, de acordo com a Johns Hopkins.

Enquanto isso, o Texas, o segundo estado mais populoso da América, registrou 1.010.364 casos desde o início da pandemia em março e 19.337 mortes.

Nenhum outro estado atingiu sozinho a marca de 1 milhão. E Nova York, que era o pior hotspot de Covid-19 do mundo durante a escalada inicial de casos nos Estados Unidos na primavera, então usava restrições para conter as infecções, agora está vendo as taxas subirem novamente.

Na tarde de quarta-feira, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse que todos os restaurantes, bares e academias terão que fechar às 22h em todo o estado, no mais recente esforço para conter a disseminação do coronavírus. Ele acrescentou que as pessoas serão proibidas de promover reuniões privadas com mais de 10 pessoas, quando as novas restrições entrarem em vigor na sexta-feira.

Leia também:  GGN Covid: São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul lideram altas

Na terça-feira, houve 111.433 novos casos e 590 mortes nos Estados Unidos, de acordo com dados da Johns Hopkins. Isso traz o total de casos para o país para 10.252.129 e o número total de mortes para 239.671.

As hospitalizações também atingiram níveis recordes. De acordo com o Covid Tracking Project, um recorde de 62.000 pessoas foram hospitalizadas na terça-feira e 17 estados relataram registros de um único dia para hospitalizações.

Joe Biden já avisou que os EUA estão “enfrentando um inverno muito sombrio” e que, mesmo com o anúncio da Pfizer de que tem uma vacina que acredita ser 90% eficaz, mais 200.000 vidas podem ser perdidas nos EUA nos próximos meses.

Especialistas dizem que os casos podem aumentar exponencialmente nas próximas semanas. Michael Osterholm, diretor do Centro de Pesquisa e Política de Doenças Infecciosas da Universidade de Minnesota e membro do conselho consultivo da Covid-19 do presidente eleito, disse que os casos diários da CNN podem dobrar em breve.

“Estamos vendo os casos aumentarem substancialmente neste país, muito além, eu acho, do que a maioria das pessoas já pensou que poderia acontecer”, disse ele, acrescentando: “Não me surpreenderá se nas próximas semanas virmos mais de 200.000 novos casos por dia”.

Enquanto isso, Donald Trump não faz comentários públicos há quase uma semana e estava jogando golfe no fim de semana, enquanto seu principal especialista em saúde pública, que atua na força-tarefa de coronavírus da Casa Branca, Dr. Anthony Fauci, disse que não falou com Trump desde que o próprio presidente teve coronavírus e foi hospitalizado no início do mês passado.

Leia também:  Aumentarão as pressões pela saída de Bolsonaro e Guedes, por Luis Nassif

Trump vem reclamando sem fundamento sobre uma eleição fraudulenta no Twitter e suas únicas saídas públicas desde que Biden foi declarado o vencedor da eleição na manhã de sábado foram para o campo de golfe.

Nesta semana, o Texas havia ultrapassado a Califórnia, que na terça-feira tinha 989.432 casos, registrando o maior número de testes positivos para coronavírus que qualquer estado dos EUA.

Se fosse um país, o estado seria classificado em 10º lugar no mundo em casos registrados, informou a CNN.

Em El Paso, na fronteira do Texas com o México, necrotérios móveis tiveram de ser trazidos e hospitais de campanha foram instalados, pois os hospitais estão inundados de pacientes.

El Paso tem 1.076 pessoas hospitalizadas – mais pacientes com coronavírus hospitalizados do que a maioria dos estados.

“Damos alta a um paciente e dois chegam”, disse Wanda Helgesen, diretora executiva do conselho consultivo regional BorderRAC, ao New York Times.

O governador de Illinois, JB Pritzker, implorou que as pessoas usassem máscaras e não se reunissem em residências particulares, dizendo que seu estado está “travando uma luta” com a Covid-19.

Com informações do The Guardian.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome