Governadores se reúnem com russos para reação contra decisão da Anvisa

Russos prometeram aos governadores enviar em cinco dias pareceres técnicos para argumentar contra a rejeição da Anvisa

Vacina russa Sputnik V ainda não está liberada no Brasil - Foto: Juan Mabromata/AFP

Jornal GGN – Após a negativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a importação da vacina contra a Covid-19, Sputnik V, governadores brasileiros interessados no imunizante se reuniram nesta terça-feira, 27, com representantes do governo russo para articular uma reação. 

A vacina é desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia. Segundo informações da CNN Brasil, os russos prometeram aos governadores enviar em cinco dias pareceres técnicos para argumentar contra a rejeição da Anvisa. 

No início deste mês, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a reguladora fizesse uma análise até esta quarta-feira, 28, do pedido do governo do Maranhão para importação excepcional da vacina. 

Além do Maranhão, no entanto, ao menos outros 12 governos estaduais também pediram à Anvisa aval para importar o imunizante.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora