Metalúrgicos denunciam prejuízos que Embraer terá no acordo com a Boeing

Trabalhadores mobilizados: Embraer e Boeing vinham mantendo o memorando em caráter confidencial (SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE SJC)

da Rede Brasil Atual

Metalúrgicos denunciam prejuízos que Embraer terá no acordo com a Boeing

Procurador determina quebra de sigilo de memorando de entendimentos e, para sindicato, desnuda intenções do acordo entre as empresas: fabricante brasileira corre risco de se tornar mera observadora

por Redação RBA

São Paulo – O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, no interior paulista, afirmou hoje (21), em nota, que recebeu com indignação a informação de que a Embraer não terá qualquer poder de decisão na empresa a ser criada a partir da joint-venture com a Boeing. “Os planos de exclusão da Embraer no controle da nova empresa foram relatados pelo procurador do Trabalho Rafael de Araújo Gomes, em despacho que determina a quebra de sigilo do Memorando de Entendimentos para Parceria Estratégica entre Boeing e Embraer”, informou a entidade.

O despacho é de 11 de setembro e está disponível no site www.prt15.mpt.mp.br – processo nº 000353.2018.15.002/0. Em sua determinação, o procurador revela parte do teor do memorando, destacando os seguintes pontos, de acordo com o sindicato:

1. A Boeing teria o controle total operacional administrativo de NewCo;

2. A NewCo teria um conselho de administração com membros indicados pela Boeing, e seria administrada por uma diretoria indicada por esse conselho; a Embraer indicaria um membro para atuar como observador (sem direito a voto) junto ao conselho de administração;

Leia também:  O assassino no jardim de infância, por Sergio Saraiva

3. O principal objetivo da Embraer em deter a participação societária em NewCo seria o de receber dividendos declarados pela nova empresa; a Embraer não teria controle da NewCo ou de suas operações ou negócios.

Confidencialidade e má-fé

“A Embraer e Boeing vinham mantendo o memorando em caráter confidencial. O próprio procurador constatou uso de má-fé por parte da Embraer”, afirma ainda o Sindicato dos Metalúrgicos.

“Caso a transação de fato seja concretizada, a Embraer passará a ser mera observadora da NewCo e não terá qualquer poder sobre ela. À Boeing caberão todas as decisões, inclusive, o fechamento ou sua total transferência para os Estados Unidos, se assim considerar conveniente.”

“É um total desrespeito ao povo brasileiro essa postura adotada pelas empresas e pelo próprio governo, que faltam com a verdade diante de todo um país. A Embraer será entregue de bandeja para a Boeing e nada está sendo feito para que esse crime de lesa-pátria seja evitado”, diz o sindicato.

“Num momento em que a população clama por transparência e ética, a mais importante empresa de tecnologia do país mente para os brasileiros e trava negociações às escuras com uma gigante norte-americana”, afirmam ainda os representantes dos trabalhadores, que reivindica do governo que vete o acordo com a companhia estrangeira.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

4 comentários

  1. Segue um trecho do Plano de

    Segue um trecho do Plano de Governo Lula Haddad para 2018 que trata sobre a questão da soberania popular:

    “1.2. RECUPERAR E FORTALECER A SOBERANIA POPULAR

    1.2.1 Revogar o legado do arbítrio

    Temer e seus aliados estão rasgando a Constituição de 1988. É preciso ficar claro que é impossível governar o Brasil no interesse da Nação e do Povo sem revogar as medidas de caráter inconstitucional, antinacional ou antipopular editadas pelo atual governo ilegítimo.

    Lideram a fila a Emenda Constitucional nº 95, que impõe uma ortodoxia fiscal permanente e um teto declinante dos gastos públicos, a chamada Reforma Trabalhista que revogou direitos essenciais dos trabalhadores, as mudanças no marco regulatório do Pré-sal e a reforma do ensino médio, além das medidas de ataque à liberdade sindical e de criminalização das manifestações sociais. Aquilo que tiver emanado de ato exclusivo do Poder Executivo o Presidente Lula fará a revogação de ofício.

    Aquelas medidas que foram promovidas por decisões do Poder Legislativo, o Presidente Lula encaminhará ao Congresso as medidas competentes para sua revogação. Referendos revocatórios poderão ser necessários para dirimir democraticamente as divergências entre os Poderes Executivo e Legislativo sobre esse entulho autoritário legado pelo governo golpista.”

    fonte:

    http://www.pt.org.br/wp-content/uploads/2018/08/plano-lula-de-governo_2018-08-14-texto-registrado-3.pdf

    Outro documento do PT também prevê expressamente que:

    “Reafirmação do legado dos governos do PT e revogação das medidas do governo golpista (legislações e privatizações)”

    fonte:

    https://jornalggn.com.br/sites/default/files/documentos/planoluladegoverno.pdf

    O programa de governo do PT de 2018 é ousado e da a entender a necessidade de reverter as medidas do governo Temer como privatizações da Petrobras e Eletrobras, assim como medidas antinacionais como a venda da Embraer. Estamos atentos!

  2. Lula livre
    Como explicar a declaração de Haddad esta semana, considerando a operação de doação da Embraer um ato jurídico perfeito?
    Faz igual Trump, usa a Lei de Segurança Nacional.
    #HaddadNoGovernoLulaNoPoder

  3. chocado mas não surpreso.

    Não deviamos estar surpresos. Eu não estou. O que queriam dos americanos? Igualdade de direitos e oportunidades?

    Será que não aprendemos nunca! 

    O proximo governo tem a obrigação de investigar esse assunto!!!.

    E usar todas as armas para bloquear isso!!!.

    O que estão fazendo o congresso, o stf e demais poderes? 

    VERGONHOSO!

     

  4. Sindicato é dono da Embraer?

    A Embraer, quando estatal, era um baita cabide de emprego e quase foi à falência. Privatizada, se recuperou. Osiris Silva que foi presidente duas vezes (na fase estatal e apos privatização) deu declarações recentes a favor da fusão com a Boeing. Estou com ele; deve entender mais do assunto que sindicalistas vagabundos e almofadinhas bem remunerados do judiciário.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome