Presidente da Petrobras pede demissão

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Por Yara Aquino

Da Agência Brasil

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu, hoje (1º), demissão do cargo. O comunicado foi feito em fato relevante divulgado ao mercado. Parente se reuniu com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

O comunicado da Petrobras informa que “a nomeação de um CEO interino será examinada pelo Conselho de Administração da Petrobras ao longo do dia de hoje. A composição dos demais membros da diretoria executiva da companhia não sofrerá qualquer alteração”.

Às 11h20, logo após o anúncio da demissão de Parente, a Bolsa de Valores de São Paulo registrou queda. Em aviso de fato relevante, a estatal informou que as negociações das ações PETR-N2 foram suspensas das 11h22 às 11h42, mas as operações já foram retomadas. 

 

Leia também:  Demita Paulo Guedes, recomenda Requião a Bolsonaro para enfrentar crise

18 comentários

  1. Desembarque tucano

    Tucanos se desvinculando, aos poucos, do governo Temer, tentando viabilizar a candidatura Alckmin. O PIG tentará convencer o povo que os tucanos não participaram do golpe? Duvido que consigam esconder a enorme responsabilidade que tem com o golpe.

  2. demorou demais

    Nassif,

    ‘Pediu demissão” é o modo elegante para não se dizer que o tecnocrata foi demitido.

    Se pensasse na possibilidade de pedir demissão, já o teria feito, não precisaria ter escrito ajoelhado aquele ridículo informe interno aos petroleiros pelo cancelamento da greve. Como ele larga a empresa depois de causar um prejuízo de cerca de 200 bilhões de reais em valor de mercado nos últimos 30 dias, tenho certeza que o grande justiceiro moro, o paladino da moral, virá atrás de parente.

    Também serão verificados prejuízos exorbitantes fora do Bovespa, nas transações com os traders serão encontradas diversas maracutaias, o empréstimo de 200 bilhões ao seu sócio, presidente do JPMorgan, é outro show de bola de parente, um verdadeiro craque na arte de destruir o que tem pela frente e que, pelo jeito, gosta do número 200, não por coincidência o mesmo número de um prédio Copacabana, que ficou tão famoso ao ponto de precisar mudar de número.. 

    Pelo visto, foi preciso “ordem superior” para dar o pé na bunda da marionete, sinal que deve ter ultrapassado o limite. Enquanto isto, o grande temer corria os templos da igreja universal para cabalar apoio. Este é o cara.

  3. Não tinha competência para

    Não tinha competência para gerir uma empresa estatal, muito menos a Petrobras. É um problema dos técnicos que servem tão somente ao mercado, ideológico.  Inventou um prejuízo que nunca existiu, disse ter pago dívidas todas assumidas com base no patrimônio e nome da Petrobras no mercado internacional e sendo pagas sem problemas pela Companhia. Desestabilizou a estrutura existente de produção de derivados de petróleo, usando menos o petróleo nacional no refino, resultando por estar a Petrobras pronta em sua estrutura de refino para maximizar a produção de diesel, passando a fazer uma mágica besta (há até quem desconfie de corrupção) de exportar o petróleo nacional, produzido em nível compatível com a autossuficiência do Brasil, para importar derivados, principalmente o diesel. Em julho passado, com a alta do petróleo no mercado internacional, alterou completamente a política de preços da Petrobras, que funcionava há mais de sessenta anos, e enfrentou crises do petróleo como as de 1973 e 1979, e diversas crises cambiais, estas que não acontecem agora, porque Lula/Dilma elevaram nossas reservas para mais de US$ 340 bilhões. Essa mágica do Parente levou a Petrobras a ser a única empresa do mundo, sem problemas cambiais e dispondo de petróleo bruto a entrar em crise e de quebra impactar a economia do país.. Nos preços dos derivados, simplesmente manteve totalmente dolarizado ao nível dos preços internacionais o petróleo processado, não admitindo nenhum abatimento no petróleo nacional utilizado, mesmo parte, perfeitamente factível, e compatível para servir de anteparo às variações de preços diárias do petróleo, permitindo um prazo ao mercado interno para se ajustar à cobrança das variações desses preços. Esse diferencial do preço internacional do petróleo e o custo de produção do petróleo nacional na estrutura de preços dos derivados é onde se encontra a verdadeira fonte de recursos da Petrobras, já que o petróleo posto na refinaria não deve chegar na média a US$ 15,00 o barril, quando está no mercado internacional mais de US$ 70,00 o barril. Só esse mecanismo, num cálculo grosseiro possibilita ganhos da ordem de US$ 60 bilhões (cerca de R$ 240 bilhões) anuais. Preferiu tudo desconsiderar e continuar precificando derivados como se estivesse numa feira livre, variando a cada dia, técnica que ninguém adota no mundo. Claro que não era burrice, tudo está atrelado ao objetivo de privatizar a Petrobras, um crime de lesa pátria, que se danem o povo e o país. Como o governo Temer é da mesma linha entreguista, só demitiu Parente a pedidos, inclusive o dele mesmo.

      

  4. Não tinha competência para

    Não tinha competência para gerir uma empresa estatal, muito menos a Petrobras. É um problema dos técnicos que servem tão somente ao mercado, ideológico.  Inventou um prejuízo que nunca existiu, disse ter pago dívidas todas assumidas com base no patrimônio e nome da Petrobras no mercado internacional e sendo pagas sem problemas pela Companhia. Desestabilizou a estrutura existente de produção de derivados de petróleo, usando menos o petróleo nacional no refino, resultando por estar a Petrobras pronta em sua estrutura de refino para maximizar a produção de diesel, passando a fazer uma mágica besta (há até quem desconfie de corrupção) de exportar o petróleo nacional, produzido em nível compatível com a autossuficiência do Brasil, para importar derivados, principalmente o diesel. Em julho passado, com a alta do petróleo no mercado internacional, alterou completamente a política de preços da Petrobras, que funcionava há mais de sessenta anos, e enfrentou crises do petróleo como as de 1973 e 1979, e diversas crises cambiais, estas que não acontecem agora, porque Lula/Dilma elevaram nossas reservas para mais de US$ 340 bilhões. Essa mágica do Parente levou a Petrobras a ser a única empresa do mundo, sem problemas cambiais e dispondo de petróleo bruto a entrar em crise e de quebra impactar a economia do país.. Nos preços dos derivados, simplesmente manteve totalmente dolarizado ao nível dos preços internacionais o petróleo processado, não admitindo nenhum abatimento no petróleo nacional utilizado, mesmo parte, perfeitamente factível, e compatível para servir de anteparo às variações de preços diárias do petróleo, permitindo um prazo ao mercado interno para se ajustar à cobrança das variações desses preços. Esse diferencial do preço internacional do petróleo e o custo de produção do petróleo nacional na estrutura de preços dos derivados é onde se encontra a verdadeira fonte de recursos da Petrobras, já que o petróleo posto na refinaria não deve chegar na média a US$ 15,00 o barril, quando está no mercado internacional mais de US$ 70,00 o barril. Só esse mecanismo, num cálculo grosseiro possibilita ganhos da ordem de US$ 60 bilhões (cerca de R$ 240 bilhões) anuais. Preferiu tudo desconsiderar e continuar precificando derivados como se estivesse numa feira livre, variando a cada dia, técnica que ninguém adota no mundo. Claro que não era burrice, tudo está atrelado ao objetivo de privatizar a Petrobras, um crime de lesa pátria, que se danem o povo e o país. Como o governo Temer é da mesma linha entreguista, só demitiu Parente a pedidos, inclusive o dele mesmo.

      

  5. Pedro Serpente

    O pedro serpente com suas intervenções, derrubou a Petrobrás. Agora, só não entendi uma coisa: os caminhoneiros estão concentrados em Brasília continuando a luta contra o temer e na madrugada de domingo farão novas manifestações. Consultei vários blogs e não encontrei nenhuma notícia sobre isso. Estão parecendo a imprensa golpista que se calou sobre essa movimentação.

  6. Pedro Coveiro

    Felizmente o Brasil recebe a notícia que Pedro Parente deixa de depenar cidadãos brasileiros e deve voltar a depenar apenas aves e correlatos, inclusive patos amarelos.

    Mão de obra bem remunerada da classe dominante golpista, atuando como coveiro energético do Brasil, sucumbe dessa vez no exercício do gerenciamento de Apagão dos Combustíveis, através da Petrobras, que de quebra vendia, aos pedaços, ao mercado internacional. 

    Como o Brasil pode sujeitar-se a essa malta de sabujos, em pleno século XXI? 

  7. Só ele?

    Têm de cair outros diretores, membros do Conselho de Administração, a cúpula do MME e quem mais for favorável ao entreguismo na Petrobrás (e em outras estatais) e à política de preços irresponsável, que coloca os interesses dos especuladores, digo, “investidores” acima dos interesses do país.

  8. deve ter perdido a confiança dos grandes investidores…

    ou deles se isolado em benefício dos seus grupos mais chegados. Motivo de futuras investigações

    Para estes grupos, os dos mais chegados, a sua passagem pela Petrobras foi excelente, adquiriram riquezas imediatas,mas os grandes investidores não se sentem seguros quando presos inteiramente a um mercado que não facilita a lucratividade em outros setores, simplesmente porque uns gostam de adquirir de imediato e outros de preservar para dias ou ciclos melhores, quando então podem ganhar em todos os setores

    só assim é que se aumenta; não com jogadas de ocasião

  9. Caro Nassif
    Parente, junto

    Caro Nassif

    Parente, junto com os golpistas, praticaram o roubo, entreguissmo direto, sem disfarçar nada.

    Desagradou os comparsas caminhoneiros, que não conseguiram o quinhão acertado antes.

    Há que se derrubar o governo todo, é uma equipe, uma quadrilha.

    Trocarão o Parente por outro, que entregará, que trairá, mas esconderá as mãos.

    Apenas mudarão as técnicas, mas os roubos das riquezas, continuará.   

    Saudações

  10. E ai?

    Espero que os batedores de panela tenham doces recordações deste semhor a cada vez que abastecerem suas SUVs.

    Vai responder pelo modelo exemplar de jestão (om j mesmo!)?

    Ou é capaz de receber um prêmio do IE como o coleginha Paulo Preto!

  11. Agora é aguentar o coro das

    Agora é aguentar o coro das viuvas na midia, a Miriam Leitão de luto fechado, Dnise Campos de Toledo e Vera Magalhaes  na Jovem Pan luto com veu preto, , as globetes Neubart e Narciza chorosas, todas torcendo pelo mercado e que se ferrem os safados caminhoneiros que fizeram sumir a agua de coco na praia, no enterro de Parente um coro de chorosos

    ardentes admiradores da PETROBRAS NOVA YORK, mas Madireira é mais radical prefere a Petrobras na mão dos chineses.

    Sem esquecer o padrinho , sem o terreno prpearado por Moro Parente não chefaria lá.

  12. Parente caiu para que o
    Parente caiu para que o projeto de desmonte e privatizacao da empresa fosse preservado.
    Não se iludam, seu substituto prosseguirá com o projeto, apenas será mais discreto.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome