fbpx
Início Economia

Economia

A saída da Ford do Brasil, por André Nassif

Os países asiáticos (China, em especial) vetam os setores estratégicos ao capital estrangeiro e, nos demais casos, negociam (quando não exigem) transferência de tecnologia, seja via contrato, seja via joint ventures.

IBGE projeta novo patamar recorde para safra agrícola

Estimativa para colheita da safra 2021 chega a 260,5 milhões de toneladas, um crescimento de 2,5% em relação ao ano anterior

Setor de serviços avança pelo sexto mês consecutivo

Alta em novembro foi de 2,6%, segundo IBGE; contudo, resultado apurado é insuficiente para compensar perdas vistas entre fevereiro e maio

IPCA termina 2020 no maior patamar dos últimos quatro anos

Inflação oficial contabiliza 4,52% em 12 meses, puxada pelo aumento dos preços dos alimentos; óleo de soja (103,79%) e do arroz (76,01%) dispararam

Não faremos revolução alguma sem o capital, por Álvaro Miranda

Mais uma vez repito o que não é nenhuma originalidade, apenas procurando corroborar e disseminar questões postas por muitos outros. Uma delas, a necessidade de aprendermos com outros países, sem precisar copiá-los

Uma saída de mercado: a nacionalização da Ford em ressarcimento dos subsídios recebidos

Se Paulo Guedes não fosse um Ministro de idéias tão minúsculas, haveria um amplo espaço para juntar a produção brasileira com os financistas. Eles trocariam esse papel predatório de operações sem risco em cima de bens públicos, e se legitimariam perante a opinião pública - além das boas possibilidades de lucro.

A crise da Ford e a fantástica fábrica de ignorância institucional, por Luis Nassif

A confusão de diagnósticos e de mesmices sobre a crise do setor automobilístico é a melhor explicação para a crise do setor automobilístico. Significa que nunca houve um diagnóstico claro

A Ford e a desindustrialização, por Paulo Kliass

Seria importante que a decisão da Ford recolocasse o necessário debate acerca dos rumos do desenvolvimento brasileiro e da recuperação da importância do planejamento como instrumento público para a construção de um projeto estratégico de futuro.

Bolsonaro ataca: “Faltou a Ford dizer a verdade: querem subsídios”

A saída da fábrica ocorre após diversos sinais dados pela Ford de que necessitava estímulo para se manter no Brasil. Mas o presidente criticou

O caso Ford: fragilidade industrial e crise do mercado interno no Brasil, por Uallace...

Baixo dinamismo do mercado interno afetou profundamente a indústria automobilística, que tinha sua produção voltada para o mercado interno

Caixa completa 160 anos e bancários fazem mobilizações em defesa do banco 100% público

Empregados participam de ações contra privatização e por fortalecimento do papel social da empresa. Ano de 2021 também marca 50 anos da Fenae.

Banco do Brasil anuncia demissão de 5 mil e fechamento de 361 unidades

Em plena pandemia, o Banco do Brasil anunciou que abriu Plano de Demissão Voluntária (PDV) para cinco mil trabalhadores e trabalhadoras e o fechamento de 361 unidades entre agências e postos de atendimento 

A saída da Ford tem um nome: Relocalização na direção da matriz, por Rogério...

O que estou dizendo com tudo isso é que a Ford é a primeira montadora a sair do Brasil, talvez as últimas sejam as coreanas

As explicações inacreditáveis sobre a saída da Ford, por Luis Nassif

Seria um bom exercício de lógica, ainda mais agora que a cobertura do Covid-19 finalmente trouxe a mídia para o primado da ciência e da racionalidade. Mas na economia mantém-se a mesma irracionalidade de repetir platitudes sem a menor preocupação em definir relações de causa e efeito.

E a economia? Bolsonaro acha que engana quem com suas ameacinhas?, por Álvaro Miranda

Sendo essas três partes (INDÚSTRIA, COMÉRCIO E CRÉDITO) um encadeamento de sobrevivência recíproca, se não existir indústria fabricando e produzindo coisas, o comércio vai vender o quê?

Papéis dos Bancos, por Fernando Nogueira da Costa

Em Economia, “papéis” representam dinheiro ou ativos: formas de manutenção (e valorização de riqueza) como ações, letras de câmbio, apólices.

Conquista e Reconquista, por Paulo Nogueira Batista Jr.

O atual governo federal constitui nossa maior e mais perigosa crise. Corremos mesmo o risco de uma crise terminal. Mas é provável que o Brasil sobreviva.

Não há sinais de recuperação para a indústria automobilística, por Luis Nassif

Essa dissintonia entre declarações e realidade explica o paradoxo refletido em muitas reportagens, segundo as quais, apesar da suposta recuperação em V do setor, ele continua reclamando ações do governo.

Governo Bolsonaro não separou recursos para pagamento de médicos-residentes

Previsão orçamentária para 2021 não inclui as bolsas para 13,2 mil profissionais de saúde, além de reajuste pedido por dois ministérios

Pandemia acelera fuga de cérebros do Brasil

Com advento do home office, empresas estrangeiras contratam pesquisadores e profissionais para trabalhar no país e receber em moeda estrangeira

Mais comentados

Últimas notícias