Eleitor de Bolsonaro aponta arma contra funcionária da campanha de Boulos

Jornal GGN – Um eleitor de Jair Bolsonaro apontou uma arma de fogo contra uma colaboradora da campanha de Guilherme Boulos e Sônia Guajajara, candidatos a presidente e vice pelo PSOL, na tarde desta segunda (29), em São Paulo. A ocorrência foi reportada às autoridades policiais. A informação é da coordenação da campanha de Boulos.

Segundo os relatos, a colaboradora estava trabalhando dentro do comitê de campanha, na rua Cardeal Arcoverde, na capital paulistana, quando o eleitor de Bolsonaro encostou com um carro preto, apontou a arma contra ela e proferiu “gritos em defesa do candidato Jair Bolsonaro e contra as candidaturas de Boulos e Sônia.”

Em nota, a campanha de Boulos exige investigação e diz que a violência, o medo e a intolerância não podem ter espaço na democracia.

Leia, abaixo, a nota completa:

NOTA OFICIAL DA CAMPANHA BOULOS E SÔNIA 50

Na tarde desta quarta-feira, 29 de agosto, um incidente grave ocorreu em um dos nossos comitês de campanha. Por volta das 16h30, uma colaboradora da campanha de Guilherme Boulos e Sônia Guajajara foi ameaçada com arma de fogo por um apoiador de Jair Bolsonaro.

Essa colaboradora – cujo nome preferimos não mencionar por razões de segurança – estava dentro do comitê Boulos e Sônia, na rua Cardeal Arcoverde, em São Paulo, quando o motorista de um veículo Chevrolet Classic preto, placa EXS 0031, apontou contra ela uma arma de fogo, proferindo gritos em defesa do candidato Jair Bolsonaro e contra as candidaturas de Boulos e Sônia.

O fato já foi registrado junto à 14ª Delegacia de Polícia, em São Paulo, e nossa campanha está prestando toda a assistência necessária à colaboradora vítima dessa agressão. Exigimos apuração imediata por parte das autoridades competentes e responsabilização dos envolvidos neste grave ato.

A violência, o medo e a intolerância não podem ter espaço na democracia. O discurso de ódio de Jair Bolsonaro estimula atos dessa natureza, sejam eles premeditados ou não. Nossa campanha não será intimidada por agressões, ameaças ou violência. Seguiremos firmes lutando por democracia, direitos e liberdade.
A violência não prosperará.

Coordenação da campanha Boulos e Sônia 50
São Paulo, 29 de agosto de 2018

5 comentários

  1. O Judiciário se cala , por

    O Judiciário se cala , por medo ou conivência ,  já que os ataques fascistas ( a exemplo do que aconteceu nas caravanas de Lula no Sul )  lhe interessam.

    No Brasil pós-golpe, a lei é de quem grita mais, de quem tem as costas mais quentes. De quem age em nome  ” da moral e dos bons costumes “….

    Quando um bandido destes entrar de arma em punho, ameaçando um ministro capa-preta,  verão que o estrago na democracia também lhes diz respeito. 

    tarde demais !

  2. Apenas uma pitadinha do que ocorre(rá) no Rio de Janeiro…

    Há meses comentei aqui no blog sobre a terrível situação dos eleitores fluminenses :

    A população da periferia está acuada pelo narcotráfico que odeia os bolsonazistas, está também coagida pela milícia apoiadora do bolsobosta e sofrendo coerção ostensiva das autoridades do “judiciário” apoiadoras das candidaturas do bolsobostistas, tucanos, PMDBestas, Crivelistas…

    E VAI PIORAR !!

    PM saca arma contra candidata do PSOL :

    [video:https://youtu.be/BIsSt7jim48%5D

    O peso da “justiça eleitoral ” contra a campanha do PT e das esquerdas :

    [video:https://youtu.be/EOheDcYXfAE%5D

     

  3. Um sujeito que diz: “Ou as

    Um sujeito que diz: “Ou as minorias se adequam a maioria ou podem desaparecer” quer o quê? Quer o pagamento das diferenças, quer que todos sejam iguais a ele. Se não forem, desaparecem. Lembrando a todos que: artigo 5, Constituição Federal, XLIV – constitui crime inafiançável e imprescritível a ação de grupos armados, civis ou militares, contra a ordem constitucional e o Estado Democrático. Estamos em tempos nefastos!!!!!!!!!

  4. Freud explica…

    Esse extremismo homofóbico dos apoiadores do psicopata denota um medo inconfessável de … bem não preciso nem dizer.

    Pelo vies da Psicanalise, diria que é um falante que tem problemas com sua própria sexualidade.

    Mas eu vou mais adiante, e falo que o tamanho do falo destes boçalasnos é medido pelo calibre das armas que supostamente irão portar na presunção do psicopata chegar à presidência.

    Impossivel dialogar com que não tem mais de dois neurônios.

    Como eles não entendem o que eu escrevo, fico por aqui.  Preciso desenhar?

    p { margin-bottom: 2.47mm; line-height: 115%; }

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome