Se STF não colar, Moro pode ser candidato a vice de Bolsonaro em 2022, diz jornal

O ex-juiz não é unanimidade nem na corte e nem no Senado. E o Senado é a instância que poderia aprovar sua indicação para o STF.

Jornal GGN – Caso Moro não consiga uma vaga no STF o prêmio consolação será o posto de vice na chapa de Bolsonaro em 2022. E uma parte do universo político já começa a trabalhar com esta hipótese. A boa nova foi ventilada na coluna de Monica Bergamo, na Folha.

A possibilidade poderia se tornar concreta caso Sergio Moro não possa ser indicado para o Supremo Tribunal Federal. O ex-juiz não é unanimidade nem na corte e nem no Senado. E o Senado é a instância que poderia aprovar sua indicação para o STF. A colunista aponta que, mesmo antes da vaza jato, sua candidatura já era considerada frágil.

Moro poderia também disputar a presidência. Só que, para isso, seria preciso rachar com Bolsonaro e seu eleitorado. Consideram, no entanto, que a chapa Bolsonaro-Moro é forte, sendo que Moro tem mais apoio popular que o atual mandatário. Ainda.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  'Quartel-general' da campanha de Bolsonaro em BH foi omitido à Justiça Eleitoral

7 comentários

  1. Ele se quer ver como vice em 2022. 3 anos e meio no Brasil duram uma década de histórias, golpes e desalentos. Vai ser muito para Bolsonaro durar até lá, como candidato com chances eleitorais e o Moro ainda tem de passar por muitos áudios e mensagens graves pelo percurso. Fora que não tem nada a oferecer mais às elites e mídias. Os seus planos agora são só pessoais e tem de gastar muito dinheiro público, tempo e energia para se defender. Quando aparecerem coisas sobre a globo, ela vai desejar se desvencilhar dele. Além do mais já ele combinou com o Mourão e com os militares? O Bolsonaro depende muito da cor militar para impor seu medo aos demais. Os militares tem de cobrar a conta que hoje é paga com Mourão de vice. Ser apenas um serviçal a responder e engavetar investigações contra a família, muitos outros podem fazer.

  2. EU FALEI!
    E a folha já está de mãos dadas com outros meios de comunicação, a despeito da confiança do Glenn Greenwald, em sub-reptícia mas permanente campanha pelo moro 2022.
    Quando se lê com atenção os dois meios : folha e veja, percebe-se que ela reforça e dá mais visibilidade aos argumentos dos detratores da esquerda e do Lula enquanto apenas noticia o que o moro fez de errado; sem contar as fotos estrategicamente escolhidas do moro e seus “acepipes”, digo, asseclas nas suas reportagens.

    • De repente Glenn recebeu ameaças que alcançaram suas familias, feitas não apenas por facínoras nacionais mas até por órgãos americanos especializados em assassinar sem deixar muito rastro. Para salvar sua vida, e de seus familiares, pode estar sendo obrigado a usar veículos de informação ligados ao golpe que enquanto repetem seus velhos mantras contra a esquerda irão administrando o conteúdo de forma a amenizar as graves denúncias.
      Alem disso, Glenn, assim como todos nós, tambem deve ter constado a covardia, ou omissão conivente, das instituições que deveriam resguardar a democracia e o direito no Brasil e deve ter pensado: “Po, sou americano e mostrei o estupro praticado contra o direito e a justiça no Brasil. Mas se o povo deste país assiste calado tanta ignomínia e infâmia porque tenho que arriscar tanto?”
      Voce está certo Glenn. Eu também acho que merecemos padecer neste inferno.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome