Gilmar faz seminário com patrocinadoras que têm ações no STF

Foto: Carlos Humberto – SCO/STF
 
Jornal GGN – Após  Gilmar Mendes afirmar que o seminário promovido por seu Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) não tem “coloração política”, com Aécio Neves (PSDB), João Dória (PSDB) e Fernando Henrique Cardoso na lista de convidados, patrocinadores do evento ainda carregam histórico de interesses em processos no Supremo Tribunal Federal (STF).
 
O 5º Seminário Luso-Brasileiro de Direito, intitulado este ano como “Constituição e Governança”, será realizado entre os dias 18 a 20 de abril, em Portugal. O evento é promovido pelo ministro do Supremo Gilmar Mendes, por meio do IDP. 
 
Entre as empresas que financiam o evento, que contará com alto escalão de palestrantes, em sua maioria autoridades e representantes do Poder membros do PSDB, três delas estão sob a mira de investigações na Corte que leva o ministro entre os membros. A informação é de reportagem do Estado de S. Paulo.
 
Somente a Fecomercio-RJ (Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro) tem interesse em seis processos no STF. Ainda, em um deles, a esposa de Gilmar, Guiomar Mendes, é advogada do escritório que atua na defesa da ação e tinha como relatoria o próprio ministro do Supremo.
 
A Fecomercio-RJ é uma das partes de um recurso do Estado do Rio, que recebe a defesa do advogado Sergio Bermudes. Em Brasília, a esposa de Gilmar integra a banca de advogados do escritório de advocacia. Por isso, o ministro declarou-se impedido de atuar.
 
Coincidências ou não, outra das patrocinadoras do evento de Gilmar, a Itaipu Binacional, também carrrga seu nome em diversos processos como interessada no Supremo. Segundo a reportagem do Estadão, são pelo menos sete ações. Uma delas, já finalizada, também incluía na defesa o advogado Bermudes.
 
A terceira grande patrocinadora do seminário em Lisboa é a Aesbe (Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento), que aparece como “amicus curiae”, parte interessada, em duas ações na última instância. 
 
Em resposta ao Estadão, o IDP informou que “eventuais patrocinadores do evento não remuneram direta ou indiretamente os palestrantes, ou arcam com as despesas destes”. “Apenas contribuem com a realização e divulgação do seminário”, completou. Por meio de sua assessoria de imprensa, Gilmar disse que “a legislação não prevê impedimento ou suspeição nesses casos”.
 
Conforme mostrou o GGN nesta quarta (05), na lista de convidados para palestrar no evento o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), o senador e ex-governador mineiro Antonio Anastasia (PSDB) e o senador Aécio Neves (PSDB). Aécio já tinha afirmado que não poderá comparecer.
 
Ainda assim, o ministro do Supremo afirmou: “É um evento plural, sem coloração política dos participantes brasileiros e portugueses”‘.
 
Ainda, entre o meio jurídico, foram convidados os ministros do STJ João Otávio de Noronha, Mauro Campbell, Luís Felipe Salomão e Paulo Tarso Sanseverino. Marca presença, também, o juiz responsável por julgar os recursos contra Sérgio Moro no TRF-4, o desembargador Gebran Neto.
 
Assine

10 comentários

  1. GM é quem manda no Brasil

    Prezados,

    Tenho dito à exaustão que os milhões de brasileiros que vão às ruas no próximo dia 28, contra o desmonte da previdência social e do Estado Brasileiro, precisam chamar os criminosos de Estado pelo que são. Se milhões dirigirem, em coro e uníssono, aos integrantes das ORCRIMs intitucionais nquistadas e encasteladas na burocracia estatal os adjetivos apropriados, esses mafiocratas não terão condições de investigar, processar, condenar e privar de liberdade esses milhões. 

  2. O que dirá Gilmar dirá aos réus que patrocinam seu seminário?

    O que o Gilmar Dantas dirá aos réus que patrocinam seu evento e aos quais ele deve julgar?

    Ele dirá o que Jesus Cristo disse à Mulher Adúltera:

    Onde estão aqueles que vos processavam e vos condenavam?

    Eu também não vos condeno. Venham e me patrocinem mais.

     

    Gilmar Mendes, eu também não te condeno, vem e me patrocina em Purtugal

  3. É um fato que não há, em todo

    É um fato que não há, em todo o país, nenhum juíz, no exercício do cargo, com coragem para confrontar o togado do PSDB. Com certeza prezam, acima de tudo, o salário pago pelo Estado 

  4. A Vida é Bela

    Enquanto algo, qualquer coisa, não explodir na cara de um desses, vão continuar agindo como se vivessem, e vivem, num mundo paralelo, próprio.

    O povo, a ralé, é um mundinho feio e distante, cuja única função é a de serem nossos subalternos e patrocinadores.

    ¨Você sabe com quem está falando?¨

    ¨Sua benção, dotô!¨

  5. É trágico-cômico esse bando

    É trágico-cômico esse bando de golpistas fazendo seminário sobre tema “Constituição e Governança”. Nós sabemos o que fizeram e estão fazendo na segunda e se limpando com a primeira.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome