Justiça determina, de novo, que Dória devolva o terreno que invadiu em Campos do Jordão

Jornal GGN – O candidato do PSDB ao Paço paulistano João Dória Junior sofreu uma nova derrota nos tribunais nesta quinta (22). Segundo informações do jornal O Globo, o empresário foi condenado novamente a devolver um terreno em Campos do Jordão que ele invadiu e anexou à sua propriedade privada na década de 1990.

A Justiça já havia determinado a reintegração de posse imediata do terreno de 365 metros quadrados que Dória anexou a outra área que vale R$ 2 milhões. À decisão, inclusive, já não cabia mais recursos.

Porém, os prefeitos de Campos, nos últimos anos, não atenderam a ordem para fazer a reintegração. O último deles, que também é do PSDB, corre o risco de ser processado por improbidade administrativa.

Diante do impasse, Dória e a prefeitura de Campos do Jordão tentaram uma autorização da Justiça para fazer um acordo, mas foi negado.

O prefeiturável – que lidera as pesquisas de opinião em São Paulo – diz ter pago R$ 76 mil pela área invadida em 2012, mas a Justiça não reconheceu a validade da transação, que não teve aval do legislativo.

De acordo com o jornal, a campanha de Doria informou ontem que o candidato tomará as providências cabíveis para continuar com a área. A prefeitura não se manifestou sobre o caso.

11 comentários

  1. Cabo eleitoral de ladrão de merenda e de palhaço tomou Doril

    Ladrão de merenda e ladrão de terreno público, ainda se associam ao fascista Moro, achando que vão lucrar. Esse João Doril imbecil, está em último nas pesquisas, mas a Globo coloca ele em primeiro, que filhos da puta. 

     

+ comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome