Procurador-Geral de Justiça critica denúncia do MP contra chefe da Polícia Civil

 
Jornal GGN – Denunciado por crimes contra a Lei de Licitação, o chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Rivaldo Barbosa, recebeu uma mensagem de Wahtsapp de apoio do procurador-geral de Justiça do Estado, Eduardo Gussem, criticando a investigação do Ministério Público.
 
Barbosa foi denunciado juntamente com outras sete pessoas pelos promotores Cláudio Calo e André Guilherme Freitas por supostamente serem os responsáveis por fraudar três contratos de mão de obra na área de Tecnologia da Informação em mais de R$ 19 milhões. A mensagem pessoal foi divulgada pela coluna de Justiça e Cidadania do jornal O Dia, assinada por Adriana Cruz.
 
Apesar de integrarem apurações do Ministério Público, o próprio procurador-geral de Justiça criticou a investigação. “Lamento, sobretudo, pelo fato de você e seus colegas não terem sido ouvidos para justificar as contratações. Atitudes como essa estão dissociadas da postura que o Ministério Público deve ter na defesa do estado democratico”, disse.
 
“Saiba que assim como eu, inúmeros colegas estão desconfortáveis com as circunstâncias em que tudo ocorreu”, continuou o procurador-geral, que também enviou mensagens ao interventor Walter Braga Netto e ao secretário de Segurança, general Richard Nunes, para informar que a chefia do MP, ou seja, ele, não participou ou colaborou com a denúncia.
 
Apesar de escancaradamente informar uma racha dentro do Ministério Público, o procurador-geral negou: “Nosso objetivo maior tem que ser o enfrentamento ao crime organizado, às milícias e aos autores do atentado à Marielle e ao seu motorista, Anderson”, afirmou Gussem.
 

1 comentário

  1. Bandalheira geral

    Já passou da hora das lideranças democratas se unirem e defenderem o Estado Democrático de Direito.

    O judiciário é essa putaria que estamos observando. Ao mesmo tempo, Bolsonaro estimula o assassinato de cidadãos brasileiros.

    Estão esperando que um general entreguista venha pôr ordem na casa ?

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome