Roger Abdelmassih é preso no Paraguai, diz PF

Foi preso na tarde de hoje (19), no Paraguai, Roger Abdelmassih, médico acusado de estupro e atentado violento ao pudor contra pacientes, e que teve o registro cassado. De acordo com a Polícia Federal (PF), a prisão foi efetuada por agentes paraguaios da Secretaria Nacional Antidrogas com apoio da PF. Abdelmassih era procurado no Brasil. Ele havia sido condenado a 278 anos de prisão por estuprar pacientes em sua clínica de fertilização, em São Paulo, entre os anos de 1995 e 2008.

Abelmassih passará pelos trâmites de deportação sumária pelas autoridades paraguaias e dará entrada no Brasil por Foz do Iguaçu (PR). A expectativa é que isso ocorra ainda hoje. Após chegar a Foz do Iguaçu, ele será levado para São Paulo, em data a ser confirmada pela PF.

Abdelmassih era considerado um dos principais especialistas em fertlização no Brasil. Ele foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo por crimes de estupro praticados contra 56 mulheres. Ele teve o registro profissional cassado em agosto de 2009.

Apesar da condenação, em novembro de 2010, o ex-médico não foi preso imediatamente em virtude de um habeas corpus concedido pelo então presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, em 2009. Em fevereiro de 2011, porém, o habeas corpus foi cassado pelo próprio STF.

Nessa época, porém, Abdelmassih já era considerado foragido da Justiça. Em janeiro de 2011, uma nova prisão foi decretada pela 16ª Vara Criminal da Capital, baseada na solicitação de renovação do passaporte do próprio médico, o que configurava risco de fuga. Ele, no entanto, conseguiu fugir do país e passou a constar na lista de criminosos procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Leia também:  Justiça se nega a indenizar Crimes de Maio porque MP levou 12 anos para mover ação

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

29 comentários

  1. gilmar mentes nao foi

    gilmar mentes nao foi denunciado pelo grampo falso…  Se o medico tem sujeira sobre gilmar mentes, agora seria a hora exata de a excretar…

  2. Essa aí é mais uma daquelas

    Essa aí é mais uma daquelas estórias pra lá de mal contadas… agora, preso, pode ser que a gente saiba o que, de fato, aconteceu. Pra mim, condenaram ele por não sei qtos estupros e cassaram o seu registro mas o pecado foi outro. Eu acho, só acho, que ele para não perder clientes top de linha, começou a usar o material que tinha nas reproduções assistidas e qdo descobriram… 

  3. A “elite” abusada por ele e

    A “elite” abusada por ele e que sofre da sindrome de ESTOCOLMO está ansiosa pra reve-lo. 

  4. Pois é, tanto esforço para um

    Pois é, tanto esforço para um habeas corpus em um plantão para ser pego de novo. Demorou um pouco, é verdade.

    Parecido com o PC Farias. Esperemos que ele não seja suicidado.

  5. operguntar não ofende.
    o

    operguntar não ofende.

    o gilmasr mendes terá coragem agora de renovar o habeas corpus que livrou o condenado à época?

  6. Se colocar no papel, quanto

    Se colocar no papel, quanto seria o custo destes 3 anos de procura de Roger Abdelmassih? Isso mesmo, os gastos feitos pelo estado para recapturar o sujeito. Colocamos na conta do Gillmar?

     

    Sinceramente, nao sei quem é pior?

    • e o custo pela busca do

      e o custo pela busca do Pizzolato?  bandido foragido e uma coisa, direito a defesa e outra, o Gilmar ofereceu a ele um direito que o reu tinha!  o Pizzolato fez o mesmo, mas antes de ser preso aqui, mesmo o custo pela sua busca existiu!

       

       

  7. E dai que foi preso, grande

    E dai que foi preso, grande coisa em se tratando de Brasil(confesso que nesse caso tenho complexo de vira lata).

    O Datena disse que o cidadão quando recebeu ordem de prisaõ se gagou todo, literalmente.

    Covarde !

    Infelizmente as vítimas desse cidadão não tem razão para comemorar, pois, logo, logo estará, livre, leve e solto.

    O Nassif podia fazer uma enquente para ver quanto tempo ele ficará preso.

    Aposto em 30 dias, para não pegar mal solta-lo antes.

    • Agora ele já está condenado…

      Portanto ninguém, nenhum tribunal irá solta-lo novamente para recorrer em liberdade condicional pois na vez anterior que lhe foi concedido esse direito (é um direito do réu responder o processo em liberdade) ele fugiu do país.

      Conforme a lei de execução da pena, ele cumprirá no mínimo 1/6 da pena em regime fechado e depois terá direito à progressão da pena como qualquer outro condenado pela justiça, com dependência de alguns requisitos, tais como o bom comportamento, análise psicossocial e obtenção de proposta de emprego para trabalho externo. Conforme recente lei – Lei 12.433 de 2011, todo preso poderá obter alguns outros benefícios chamados de remissão da pena (redução da pena) com: o exercício de trabalhos e o estudos na prisão, comprovados que ajudam na redução do prazo de cumprimento da pena.

      Por seu lado, embora tenha sido condenado a mais de 270 anos, como a pena máxima consolidada será de 30 anos, de acordo com a lei penal, ou seja ele cumprirá no mínimo ficará cinco anos na prisão. Considerando a idade avançada, após esse 1/6 da pena, poderá obter algum outro beneficio na fase de cumprimento da sentença.

      É isso, a despeito dos que são defensores da prisão cada vez mais rigorosa, pensando que apenas pretos, pobres e prostitutas são condenados, a nossa lei penal, seguindo uma tendência mundial, tem sido humanizada com fins de recuperação e ressocialização dos condenados, o que deve ser um dos objetivos do direito estatal de confinamento dos que praticam delitos criminais. 

      • Por favor

        Responda: o sr. acredita que, neste caso, teremos “recuperação e ressocialização dos condenados, o que deve ser um dos objetivos do direito estatal de confinamento dos que praticam delitos criminais. “?

      • A condenação dele de 270 anos

        A condenação dele de 270 anos não é reduzida para 30 para efeito de benefícios legais. Esses são computados de acordo com o total da condenação, não sobre os 30 anos. (súmula 715, STF)

        O limite de 30 anos é apenas para o cumprimento de pena privativa de liberdade, logo, ele pode ficar 30 anos na cadeia.

        Quanto à progressão de regime, se o crime foi após 2007 a fração é de 2/5, não de 1/6, e para livramento condicional a fração será de 2/3, porque se trata de crime hediondo. (estupro)

        Assim, ele deve permanecer um bom tempo em regime prisional fechado.

         

  8. E uma doida de uma

    E uma doida de uma procuradora da República (MPF) ainda casou com o cara… E ainda fugiu com ele… E ainda pediu exoneração do cargo para poder acompanhá-lo na fuga… e ainda teve dois filhos com ele… E ainda está respondendo criminalmente por lavagem de dinheiro, pois tentou burlar o bloqueio dos bens dele…

    É doida ou não essa moça?

     

     

  9. Sujeito quando exercendo

    Sujeito quando exercendo cargo no executivo ou legislativo e pisa na bola, mesmo não se beneficiando ou levando vantagem acaba processado. Por que o mesmo não pode ser feito com um ministro do STF que da um HC suspeito e bandido a um estuprador bandido confesso?

  10. É que o hc do abdel venceu e

    É que o hc do abdel venceu e êle ficou na moita por questões financeiras. É só renovar abdel!!

  11. “Aqui dentro , eu sou Deus”

    “Aqui dentro , eu sou Deus” …  dizia o ex-médico para intimidar suas vítimas . Ao vivo na tv , a queda de um deus ……

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome