Livro reúne histórias de estudantes revolucionários

“21 Histórias de estudantes que mudaram a escola” é coletânea de casos de adolescentes como Mohamad al Jounde, que construiu escola em campo de refugiados e Juliana dos Santos Santana, que lutou pela educação indígena

Ilustrações Fernanda Ozilak/Divulgação

Jornal GGN – Estudantes que fizeram história e mudaram, não só a sua própria escola, como também o meio ao seu redor e, até mesmo, o seu país. Essa é a ideia do livro “21 Histórias de estudantes que mudaram a escola”, uma coletânea de casos reais de adolescentes como as reconhecidas mundialmente Malala Yousafzai e Greta Thunberg, e outros não tão conhecidos: Mohamad al Jounde, que construiu uma escola em um campo de refugiados, a brasileira Dorina Nowill, que incluiu os cegos na sala de aula, e Juliana dos Santos Santana, que lutou pela educação indígena.

“A escola parece para eles um sistema estático, com regras que só os adultos podem mexer. As 21 narrativas do livro mostram que a verdade é bem diferente: os alunos têm sim grande poder e quando o usam mobilizam muito mais”, disse Cinthia Rodrigues, uma das autoras e também fundadora da Associação Quero na Escola, um projeto que conecta professores voluntários e colaboradores com as mais variadas demandas de estudantes de escolas públicas.

“Reunir em um livro histórias de conquistas educacionais promovidas pelos adolescentes – e não pelos governos, estudiosos ou professores – colabora para o grande esforço da atualidade de colocar os alunos no centro do processo de ensino-aprendizagem. Queremos que essa centralidade seja plena”, afirmou Luciana Alvarez, também autora e cofundadora do projeto.

Ambas responsáveis pelo Quero na Escola, Cinthia e Luciana perceberam que os estudantes, muitas vezes, não se veem capazes de sugerir mudanças na educação. E essas 21 histórias mostram o contrário, grandes mudanças provocadas pelos alunos. O livro está em campanha de financiamento coletivo e o apoio também busca arrecadar fundos para o Quero na Escola.

Abaixo, mais informações:

Livro “21 Histórias de estudantes que mudaram a escola”

Autoras: Cinthia Rodrigues e Luciana Alvarez
Ilustradora: Fernanda Ozilak
Coeditora: Saíra Editorial
Impressão: Papel pólen, tamanho A5
Total de páginas: 104 páginas

Sinopse

Uma outra narrativa sobre a educação. Histórias de estudantes do Brasil e do mundo que todo educando deveria conhecer, para se reconhecer como protagonista na escola. Alguns personagens são mundialmente famosos, como Malala Yousafzai, que lutou pelo direito das meninas estudarem e Greta Thunberg que se tornou a maior voz contra o aquecimento global. Há outros menos conhecidos, mas que alcançaram resultados impressionantes, como Mohamad al Jounde, que construiu uma escola em um campo de refugiados, a brasileira Dorina Nowill, que incluiu os cegos na escola, e Juliana dos Santos Santana, que lutou pela educação indígena.

Sobre o Quero na Escola

A associação Quero na Escola foi criada em agosto de 2015 como forma de levar a sociedade a contribuir com a educação pública em suas demandas reais. O projeto usa a tecnologia para ouvir as demandas dos estudantes por aprendizados além do currículo obrigatório e conecta voluntários para atender às solicitações dentro das próprias escolas públicas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora