Quem me beijava/se eu nascesse amanhã?, por Romério Rômulo

Sei dos parafusos e da ferrugem / Sei dos motores, mas não sei das gentes.

Paul Klee

Quem me beijava/se eu nascesse amanhã?

por Romério Rômulo

-Quem me beijava
Se eu nascesse amanhã?
Sei das pedras e dos gomos
Sei dos parafusos e da ferrugem
Sei dos motores, mas não sei das gentes.

-O que me sobrava
Se eu fosse solto?
Uma faca vazia e um cachorro
Um pouco de luz sobre os tecidos
A morte sempre vista de quina.

-Se eu voltasse
Alguém me esperava?

Romério Rômulo

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  "Quando de noite me der/Vontade de me matar" (MB), por Romério Rômulo

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome