A ode ao preconceito social via RBS: o ódio contra mobilidade social

“Qualquer miserável tem um carro”

 

Fosse piada e ninguém acharia graça da asneira dita por esse senhor, Luiz Carlos Prates,  comentarista da RBS, afiliada da Rede Globo.
Culpa as pessoas mais pobres, com acesso ao crédito, pelas mortes nas estradas…Só enxerga aqueles que tiveram acesso ao consumo de bens como culpados pelas tragédias nas estradas (…)

Tais comentários representam o preconceito de quem não aceita a mobilidade social do Novo Brasil, de quem não entende a urgência da transformação social desse país, de quem defende a volta do status quo para poucos, mas pago por todos.
Do Brazil de alguns poucos interferindo no Brasil da maioria…Os comentários são inacreditavelmente absurdos e agressivos, de certo, contra a maioria esmagadora de sua própria audiência.

 
Leia a íntegra aqui>>>

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome