O site da Copa de 2014

Nassif dê uma olhada no que escreveu o ProBloger Carlos Cardoso:

http://www.contraditorium.com/2010/07/12/o-povo-nao-e-bobo-abaixo-a-cbf/

Longe, LONGE de mim entrar nas paranóias conspiratórias que assolam o Brasil, usadas para justificar nossa incompetência em tantas áreas, mas como falam da mulher de César (da mulher do Bruno não falam nada, esse assunto já está morto e enterrado) a ela não basta ser virtuosa, é preciso PARECER virtuosa.

Por isso não é admissível situação como esta descoberta pelo Igor Senna e repassada peloNerd Pai no Twitter:

O domínio brasil2014.com.br segundo o WHOIS da FAPESP está registrado em nome da CBF:

Criado em 2005. Otimistas eles são

Clicando em brasil2014.com.br entretanto não somos redirecionados para o site da Copa, ou sequer para a CBF, vamos para, aguarde…

como assim, Bial?

Pesquisando um pouco descobre-se que o domínio indica como DNS autoritativo os servidores da www.oghost.com.br, provedor-fantasma d’O Globo. (hahah provedor fantasma. Sou hilário. Me contrata, Mion!)

oghost? Tinha nome melhor Não?

Não sei se as Organizações Globo disponibilizam realmente serviço de hospedagem. Acho improvável que não o façam. A CBF é uma entidade (eh-eh) privada, livre para escolher o host que quiser para seus sites, e seria infantil achar marmotagem em algo tão barato quando webhosting.

Também não faz sentido questionar a “imparcialidade e isenção jornalística” do jornal tendo em base o compartilhamento de servidores de hospedagem.

Mesmo assim, por mais irracional que seja, não fica bem. Hospedar na Globo Host é OK, direcionar para o site do jornal, já é fora dos limites.

Isso tudo teria sido evitado se o estagiário que cuida disso tivesse criado uma landing page e direcionado o www.brasil2014.com.br para ela, ao invés de ceder à ganância de faturar mais uns cliques do Google para o jornal do Dr Roberto.

Leia também:  Coronavírus: o drama dos jornalistas do SBT, por Sidney Rezende

E se acham que estou exagerando, esperem pra ver o escândalo que a Record vai fazer com essa não-notícia…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome