Advogados se articulam para pedir afastamento de Bretas da Lava Jato

Juiz federal tem adota uma postura que é considera abuso de autoridades por criminalistas, diz coluna

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Um grupo de advogados se articula para pedir o afastamento do juiz federal Marcelo Bretas, da Lava Jato no Rio de Janeiro, ao Conselho Nacional de Justiça. A informação é da jornalista Bela Megale, em O Globo desta quinta (10).

Segundo a repórter, a mobilização começou na quarta-feira (9), após Bretas autorizar a deflagração da Operação Esquema S contra o advogado de Lula, Cristiano Zanin, o sócio e sogro, Roberto Teixeira, entre outros advogados.

A operação da Lava Jato do Rio acusa desvio de dinheiro do Sistema S. As acusações contra Zanin partiram do delator Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio local. Bretas autorizou buscas e apreensões em endereços ligados aos advogados. Zanin apontou que a operação é um atentado à democracia e retaliação por ele ter exposto e combatido os desvios da Lava Jato em Curitiba.

“Os advogados que estão se mobilizando para ir ao CNJ contra Bretas também pretendem apontar o que chamam de ‘ilegalidades’ supostamente cometidas pelo juiz em outros processos, como o que determinou a prisão do ex-presidente Michel Temer”, anotou a jornalista.

Leia mais:

https://jornalggn.com.br/noticia/zanin-denuncia-retaliacao-e-abusos-de-autoridade-da-lava-jato-no-rio/

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

JOSÉ BERTULINO SANTOS

- 2020-09-11 04:35:57

Eu não vejo dessa forma, porque o advogado não pode ser investigado e até preso, se for o caso! Lembram-se da operação "ethos"? Quarenta e dois advogados (42) sendo, vinte e sete (27) do sexo masculino e, quinze (15) do sexo feminino, foram flagrados unidos com a maior facção criminosa do Brasil (PCC) amparados no "véu" da OAB? Nenhum Juiz seria inconsequente em acolher sem provas mínimas tamanha roubalheira do dinheiro Público. A situação de quem rouba milhões de reais está tão intolerável, que pode acontecer o inverso, escandalizar e desmoralizar o Poder Judiciário para enaltecer os ladrões do dinheiro Público. Ninguém pode dizer que o "Presidente Temer" foi inocentado. O que tenho visto, é o Juiz Bretas, manda prender e o STF (Gilmar Mendes) manda soltar e, anular praticamente todas as suas decisões. E tive a oportunidade de analisar o processo do ex-Presidente "Temer" e observei a denúncia do MP recheada provas.

Paulo Dantas

- 2020-09-10 17:53:32

Deve ter muito advogado pilantra mas autorizar busca e aprenssão em escritórios é caminho perigoso. Criamos um cultura de ser normal isto em políticos , parte da culpa deles , achar normal para advogados uma hora "vai dar ruim" .

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2020-09-10 16:58:59

Isso não basta. Bretas merece ser severamente punido na forma da Lei com a perda do cargo público e uma passagem pelo sistema penitenciário brasileiro. O abuso que ele cometeu é evidente e possivelmente criminoso.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador