Bolsominions atacam sede diplomática da China no Brasil

Após declarações de Eduardo Bolsonaro, defensores da família levam faixas ofensivas ao país para a frente da embaixada em Brasília

Militante bolsonarista coloca faixas ofensivas a autoridades chinesas em frente à embaixada da China no Brasil, em Brasília

Jornal GGN – Em mais um exemplo de militância cega, os defensores da família Bolsonaro penduraram cartazes ofensivos à China na frente da embaixada do país, em Brasília.

Os cartazes atacam diretamente o presidente da China, Xi Jinping, e o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

Os ataques dos bolsominions seguem o pronunciamento do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que culpou os chineses pela disseminação do novo coronavírus e causou uma crise diplomática entre o Brasil e o seu principal parceiro comercial, ao ponto de a embaixada chinesa no Brasil apelar para que o Itamaraty enquadrasse o deputado, considerando as declarações do filho do presidente Jair Bolsonaro “imorais e irresponsáveis”.

Para tentar contornar esse problema, o presidente Bolsonaro chegou a tentar entrar em contato com Jinping, no que não teve sucesso. O conflito diplomático causado por Eduardo Bolsonaro é o mais grave entre as relações bilaterais desde a posse do presidente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora