Bolsominions atacam sede diplomática da China no Brasil

Após declarações de Eduardo Bolsonaro, defensores da família levam faixas ofensivas ao país para a frente da embaixada em Brasília

Militante bolsonarista coloca faixas ofensivas a autoridades chinesas em frente à embaixada da China no Brasil, em Brasília

Jornal GGN – Em mais um exemplo de militância cega, os defensores da família Bolsonaro penduraram cartazes ofensivos à China na frente da embaixada do país, em Brasília.

Os cartazes atacam diretamente o presidente da China, Xi Jinping, e o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

Os ataques dos bolsominions seguem o pronunciamento do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que culpou os chineses pela disseminação do novo coronavírus e causou uma crise diplomática entre o Brasil e o seu principal parceiro comercial, ao ponto de a embaixada chinesa no Brasil apelar para que o Itamaraty enquadrasse o deputado, considerando as declarações do filho do presidente Jair Bolsonaro “imorais e irresponsáveis”.

Para tentar contornar esse problema, o presidente Bolsonaro chegou a tentar entrar em contato com Jinping, no que não teve sucesso. O conflito diplomático causado por Eduardo Bolsonaro é o mais grave entre as relações bilaterais desde a posse do presidente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O custo da salvação da economia global

15 comentários

  1. Eduardo Bolsonaro não tem nada a dizer sobre o Covid-19, sobre meios de conter a pandemia, nem tem plano sobre saúde pública nesta situação de emergência e por aí vai.
    Como não tem nada de construtivo, de prático, de objetivo para a situação, ele diz qualquer coisa.

    6
    1
  2. Isso é suicídio econômico nacional
    Que momento triste da História Brasileira
    A China vai acabar importando soja dos EUA

    Tudo Azul
    (Lulu Santos)

    Tudo azul
    Todo mundo nu
    No Brasil
    Sol de norte a sul
    Tudo bem
    Tudo zen, Meu Bem
    Tudo sem
    Força e direção
    Nós somos muitos
    Não somos fracos
    Somos sozinhos nessa multidão
    Nós somos só um coração
    Sangrando pelo sonho
    De viver

    Lulu, manda aí Tempos Modernos
    De já, mendigo bis

  3. A China poderia até ser mais contundente ameaçando chamar o seu embaixador de volta.
    Quem sabe os bozos desconfiassem que não estão agradando.

    3
    1
  4. O governo dos militares entreguistas é isso aí, taokey ?
    Bate continência pra bandeira yankee, entrega o pré-sal, entrega a Embraer, entrega Alcântara, entrega a puta-que-pariu… Até ataca a China só pra agradar Trump. Viva os militares entreguistas brasileiros !!!

    4
    1
  5. Faixas feitas no mesmo padrão daquelas das manifestações anti-democracia. Precisavam investigar quem banca esta festa. Não são as faixas “toscas” de populares, geralmente feitas rusticamente e com o escrito à mão. Tem sido assim nas manifestações bolsonarianas, com uma estrutura imensa para o país todo. Ô grande imprensa que é quem tem condições de ir atrás. Ajuda aí. Não notaram que não é coisa “do povo”? Vai esperar a PF moro-bolsonariana-nada republicana fazer algo?

    5
    1
  6. O “profeta” → https://youtu.be/o6HfqitqxE0

    O país está entregue a uma oclocrassia, aos urros de uma turba enlouquecida. O vídeo acima demonstra o grau de demência dessa turba e do psicopata que a lidera, o “ungido de deus” → https://youtu.be/E4E58Wz0XHQ?t=18

    Não cabe perguntar às lideranças cristãs respeitáveis o que acham de tudo disso, mas apenas cobrar que se posicionem diante da tragédia que se avizinha sobre seus fiéis, pois o velho e o novo testamentos são fartos em advertências contra os falsos profetas. Eis algumas:

    Mas o profeta que ousar falar em meu nome alguma coisa que não lhe ordenei, ou que falar em nome de outros deuses, terá que ser morto’. “Mas talvez vocês se perguntem: ‘Como saberemos se uma mensagem não vem do Senhor?’ Se o que o profeta proclamar em nome do Senhor não acontecer nem se cumprir, essa mensagem não vem do Senhor. Aquele profeta falou com presunção. Não tenham medo dele. — Deuteronômio 18:20-22

    “Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores. Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas? Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins. A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons. Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo. Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão! — Mateus 7:15-20

    Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão sinais e maravilhas para, se possível, enganar os eleitos. Por isso, fiquem atentos: avisei-os de tudo antecipadamente. — Marcos 13:22-23

    Sim, estou contra os que profetizam sonhos falsos”, declara o Senhor. “Eles os relatam e com as suas mentiras irresponsáveis desviam o meu povo. Eu não os enviei nem os autorizei; e eles não trazem benefício algum a este povo”, declara o Senhor. — Jeremias 23:32

    Mas a besta foi presa, e com ela o falso profeta que havia realizado os sinais milagrosos em nome dela, com os quais ele havia enganado os que receberam a marca da besta e adoraram a imagem dela. Os dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre. — Apocalipse 19:20

    2
    1
  7. Quando o Brasil vai promover uma faxina, eliminando essa família de idiotas débeis mentais da vida pública? Só causam muito mal ao país, pai, filho 01, filho 02 e filho 03. FORA FAMILICIA!

    5
    1
    • E voltar com a Velha Política? Esta maravilha que trouxe em 90 anos, replicados por mais 4 décadas de farsante Redemocracia, a Nação mais promissora do planeta para IDH’s quintomundistas? Saudades de Jader Barbalho? FHC? Antonio Carlos Magalhães, José Genoino? Aécio Neves? Severino Cavalcanti? Picolé de Chuchu? Aloisio Nunes? Delcidio do Amaral? Antonio Pallocci? José Sarney? Romero Jucá? Renan Calheiros? Agripino Maia?… Meia dúzia de imbecis. Nada mais que isto, apoiando mais um “Turista Brasileiro” vislumbrado com a América: ‘Me disseram que eu voltei americanizada
      Com o burro do dinheiro (Carmen Miranda)’… Estude a História do Brasil. E não a doutrinação imposta por lacaios de Governo Ditador Fascista a partir de 1930 (como uma das principais e primeiras das suas obras, o MEC e seu revisionismo histórico). O Cabresto da Americanização é tragédia que Nos persegue há 90 anos. Não é novidade da Família atual no Poder. Esta manifestação contra a China não passa de obra de meia dúzia de imbecis.

    • Não é a familia Bolsonaro com meia duzia de generais entreguistas de merda.
      Li no site 247 que o promotor do Ministério Público de Goiás Paulo Brondi foi direto na mosca, visto que estamos falando de merda. 

      Na íntegra:

      Bolsonaro é um cafajeste. Não há outro adjetivo que se lhe ajuste melhor. Cafajestes são também seus filhos, decrépitos e ignorantes. Cafajeste é também a maioria que o rodeia.

      Porém, não é só. E algo que se constata é pior. Fossem esses os únicos cafajestes, o problema seria menor. 
      Mas, quantos outros cafajestes não há neste país que veem em Bolsonaro sua imagem e semelhança?

      Aquele tio idiota do churrasco, aquele vizinho pilantra, o amigo moralista e picareta, o companheiro de trabalho sem-vergonha…
      Bolsonaro, e não era segredo pra ninguém, reflete à perfeição aquele lado mequetrefe da sociedade.
      Sua eleição tirou do armário as criaturas mais escrotas, habitués do esgoto, que comumente rastejam às ocultas, longe dos olhos das gentes.

      Bolsonaro não é o criador, é tão apenas a criatura dessa escrotidão, que hoje representa não pela força, não pelo golpe, mas, pasmem, pelo voto direto. Não é, portanto, um sátrapa, no sentido primeiro do termo.

      Em 2018 o embate final não foi entre dois lados da mesma moeda. Foi, sim, entre civilização e barbárie. A barbárie venceu. 57 milhões de brasileiros a colocaram na banqueta do poder.

      Elementar, pois, a lição de Marx, sempre atual: “não basta dizer que sua nação foi surpreendida. Não se perdoa a uma nação o momento de desatenção em que o primeiro aventureiro conseguiu violentá-la”.

      Muitos se arrependeram, é verdade. No entanto, é mais verdadeiro que a grande maioria desse eleitorado ainda vibra a cada frase estúpida, cretina e vagabunda do imbecil-mor.

      Bolsonaro não é “avis rara” da canalhice. Como ele, há toneladas Brasil afora.

      A claque bolsonarista, à semelhança dos “dezembristas” de Luís Bonaparte, é aquela trupe de “lazzaroni”, muitos socialmente desajustados, aquela “coterie” que aplaude os vitupérios, as estultices do seu “mito”. Gente da elite, da classe média, do lumpemproletariado.

      Autodenominam-se “politicamente incorretos”. Nada. É só engenharia gramatical para “gourmetizar” o cretino.

      Jair Messias é um “macho” de meia tigela. É frágil, quebradiço, fugidio. Nada tem em si de masculino. É um afetado inseguro de si próprio.
      E, como ele, há também outras toneladas por aí.

      O bolsonarismo reuniu diante de si um apanhado de fracassados, de marginais, de seres vazios de espírito, uma patuléia cuja existência carecia até então de algum significado útil. Uma gentalha ressentida, apodrecida, sem voz, que encontrou, agora, seu representante perfeito.

      O bolsonarismo ousou voar alto, mas o tombo poderá ser infinitamente mais doloroso, cedo ou tarde.

      Nem todo bolsonarista é canalha, mas todo canalha é bolsonarista.
      Jair Messias Bolsonaro é a parte podre de um país adoecido.

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome