Brasil perde oportunidade de mediar crise boliviana, por Bernardo Mello Franco

Articulista diz que queda de Evo Morales apresentou todos os componentes de um clássico golpe de Estado

Jornal GGN – A renúncia de Evo Morales da presidência boliviana apresentou todos os componentes de um golpe de Estado clássico, e o Brasil perdeu mais uma oportunidade de mediar uma crise que pode ter impacto em toda a América Latina.

Em seu artigo no jornal O Globo, Bernardo Mello Franco explica que os desdobramentos foram o sonho daqueles que gostam de quarteladas, a começar pela “sugestão” de renúncia imediata de Morales, feita em cadeia de TV pelo chefe das Forças Armadas.

No Brasil, tanto o chanceler Ernesto Araújo como o presidente Jair Bolsonaro afirmaram que não houve golpe na Bolívia, e o mandatário voltou a pregar pela necessidade do voto impresso – mesmo que os votos já sejam dados em cédulas impressas no país vizinho. Para o colunista, o país perdeu as condições de mediar outra crise, “que pode inclusive levar a uma guerra civil”.

Líder dos cocaleiros, Morales foi eleito em 2005 como o primeiro indígena a governar o país. Ele foi responsável pela nacionalização do gás e por reduzir os níveis de pobreza do país pela metade. A economia boliviana chegou a crescer 5% ao ano em sua gestão.

Contudo, Morales perdeu o sossego ao tentar um quarto mandato consecutivo após uma série de denúncias de fraudes e apelos por uma nova eleição. O país foi tomado por manifestações populares durante três semanas, com grande influência do empresário Luis Fernando Camacho – que contou com o apoio de igrejas evangélicas e de milícias.

Leia também:  Em livro, jornalista da Maré denuncia censura e militarização nas favelas

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Brasil perde oportunidade? Esta é a Nossa história desde 1930 !!! Gigante Adormecido. Anão Diplomático. Não é muita bipolaridade? Gigante e Anão ao mesmo tempo? Duas faces da mesma moeda da mediocridade. O Mundo lutando para obter o que temos de graça. Acesso às Economias, Populações, territórios, riquezas, amizades dos Nosso Vizinhos. Perdemos todas oportunidades históricas na Venezuela, na Colômbia, no Chile, na Argentina, na Bolívia,..Pobre país rico. Exercitar o cérebro não dá cãimbra. Mas de muito fácil explicação.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome