Congresso aprova proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2021

Proposta estabelece déficit primário de R$ 247,1 bilhões e salário mínimo de R$ 1.088; texto segue para sanção presidencial

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2021 foi aprovada pelo Congresso Nacional nesta quarta-feira (16/12), em sessões realizadas na Câmara dos Deputados e no Senado. Agora, o texto segue para sanção presidencial.

A proposta de LDO, atualizada na terça-feira (15), estabelece como meta fiscal um déficit primário de R$ 247,1 bilhões – resultado das receitas menos despesas antes do pagamento de juros. Segundo a Agência Câmara de Notícias, as contas estão no vermelho desde 2014.

O texto também inclui o aumento do salário mínimo de R$ 1.045 para R$ 1.088. Tal variação corresponde à previsão de inflação acumulada neste ano pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). A regra que previa aumentos reais acabou em 2019.

Com vigência anual, a LDO orienta a elaboração do Orçamento e a posterior execução, já no exercício seguinte. Na eventual ausência da lei orçamentária, a LDO estabelece critérios para gastos temporários, a fim de evitar a paralisia da máquina pública.

No substitutivo, o relator, senador Irajá (PSD-TO) restringiu a execução provisória (1/12 do previsto) às despesas correntes inadiáveis, como ocorre atualmente. “Para despesas de capital ou para as correntes que não sejam inadiáveis será necessário aguardar a aprovação e sanção do Orçamento”, disse Irajá.

Como metas e prioridades, o parecer prevê políticas para a primeira infância, os investimentos em andamento, o programa habitacional Casa Verde e Amarela nas cidades com até 50 mil habitantes e mais 125 iniciativas destacadas por congressistas.

 

Leia Também
Riscos fiscais podem levar BC a ajustar taxa Selic em 2021
Brasil, austericídio e IDH, por Paulo Kliass
Cofecon, em nota, faz defesa da renda básica e da cidadania
Abin se reuniu com defesa de Flávio Bolsonaro, mas diz ao STF que não fez relatórios

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome