Coronavírus: ex-subsecretário estadual de Saúde do Rio é preso

Gabriell Neves é suspeito de integrar grupo que buscava vantagens em contratos emergenciais para compra de respiradores pulmonares

Gabriell Nevesex-subsecretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ex-subsecretário estadual de Saúde Gabriell Neves e outras três pessoas foram presas no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (07/05), durante operação realizada pelo Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (GAECC) do Ministério Público do Rio. Uma quinta pessoa é procurada.

Segundo informações do jornal Extra, todos os detidos tiveram prisão decretada por suspeita de integrarem uma organização que buscava obter vantagens em contratos emergenciais para a compra de respiradores pulmonares utilizados no tratamento de pacientes graves com Covid-19.

A investigação sobre a compra de respiradores pelo governo do estado começou no mês passado. Foi instaurado um inquérito no último dia 15 para apurar um superfaturamento de, ao menos, R$ 4,9 milhões em contrato de R$ 9,9 milhões para a compra dos aparelhos – cada um teria saído por R$ 198 mil, mais do que o dobro do valor praticado no mercado brasileiro.

Gabriell Neves foi afastado do cargo no dia 20 de abril, por suspeita de irregularidades. Além de Gabriell, estão presos Gustavo Borges da Silva e Aurino Batista de Souza Filho. Aurino é dono da 2A2 Comércio Serviços e Representações LTDA, empresa de informática que ganhou contrato para fornecer respiradores para o estado do Rio de Janeiro.

 

Leia Também
Brasil pode ter mais de 1,6 milhão de casos de covid-19, aponta estudo
O lockdown no Rio de Janeiro em 5 pontos
SP enfrenta dificuldade para trazer 3 mil respiradores da China
GGN revisita a trajetória de Moro em projeto inédito. Saiba mais aqui

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora