Coronavírus: Nelson Teich reconhece que mais de 1000 pessoas podem morrer por dia

Média diária tem oscilado entre 400 e 500 óbitos; ministro da Saúde afirma que diretriz para flexibilização do isolamento social está pronta

Foto: José Dias/PR (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – Um país que registra de 400 a 500 óbitos diariamente por coronavírus pode registrar muito mais: o ministro da Saúde nomeado por Jair Bolsonaro, Nelson Teich, reconheceu que o número de mortes por covid-19 no país pode ultrapassar 1000 por dia.

“Em relação a um possível número de mortes, hoje a gente está perto de 500 mortes, 400. O número de 1.000, se estivermos num movimento, num crescimento significativo da pandemia, é um número que é possível acontecer”, disse, segundo informações do jornal O Globo. “Não quer dizer que vai acontecer. A gente tem que acompanhar a cada dia para ver o que está acontecendo para tomar as decisões”.

Os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que, até as 14h desta quinta-feira (30/04), o Brasil registrou 85.380 casos de coronavírus e 5.901 mortes. Nas últimas 24 horas, foram 7.218 casos novos e 435 novos óbitos. Dos 85.380 casos confirmados, 35.935 estão recuperados (42%) e outros 43.544 estão em acompanhamento.

Mesmo com o avanço do vírus pelo Brasil, Teich afirmou que as diretrizes para flexibilização do isolamento social estão preparadas, mas serão inicialmente discutidas com os governos e as cidades antes de serem apresentadas à mídia.

Ele voltou a dizer que, mesmo com uma flexibilização futura, poderá ocorrer algum recuo conforme as consequências, e que o tema não pode virar uma “guerra”, e ainda teme pelo uso de tal diretriz como “ferramenta da discórdia”, temendo pela “polarização do debate”.

E vamos lembrar que o presidente Jair Bolsonaro mostra-se publicamente a favor da redução das medidas de isolamento social, contrariando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e indo no rumo contrário ao de países que estão conseguindo manter a pandemia controlada.

Leia Também
Coronavírus: Ex-ministros da Justiça repudiam uso de contêineres para abrigar presos
Coronavírus: Brasil registra 5.901 mortes, 435 em 24 horas
Coronavírus: Complexo da Papuda tem 234 casos confirmados

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora