Coronavírus: OMS afirma que Brasil precisa redobrar cautela

Embora o país caminhe para estabilização da doença, entidade diz que epidemia ainda é severa e prevenção precisa ser reforçada

Michael Ryan, diretor-executivo da OMS (Organização Mundial da Saúde). Foto: Reprodução

Jornal GGN – A epidemia causada pelo novo coronavírus no Brasil ainda é muito severa, mas a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirma que existem sinais de que ela está se estabilizando.

Dados do Imperial College mostraram que a velocidade de contágio por coronavírus no Brasil apresentou redução pela terceira semana consecutiva, mas segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o diretor-executivo da instituição, Michael Ryan, alertou que o momento é de “redobrar a cautela”, uma vez que um quadro de estabilização pode rapidamente se tornar um aumento, como já aconteceu em outros países.

O diretor-executivo da OMS afirmou que se faz necessário reforçar as medidas de distanciamento físico e higiene no Brasil, além de garantir que as populações mais carentes tenham o suporte necessário para adotar tais práticas. Caso sejam criadas oportunidades para manutenção do distanciamento e o funcionamento dos hospitais seja garantido, Ryan acredita que o Brasil deve conseguir controlar a doença.

 

Leia Também
Dificuldade para mudar atitudes em relação à covid-19 independe de renda, diz estudo
Coronavírus: Venezuela denuncia Bolsonaro à ONU por “negligência”
OMS volta a interromper estudo sobre hidroxicloroquina
Do Banestado à Lava Jato: o passado de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome