Covid-19: Anvisa aprova uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson

Segundo os relatórios da área técnica da Anvisa, o imunizante apresentou eficácia global de 66,9%, mas ainda há incerteza sobre a eficácia do imunizante contra novas variantes do coronavírus

Reprodução

Jornal GGN – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quarta-feira, 31, o uso emergencial no Brasil da vacina Janssen contra a covid-19, fabricada pela Johnson & Johnson. A decisão da diretoria da reguladora foi unânime. 

Em todos os votos, os quatro diretores e o presidente da Anvisa destacaram os “ótimos resultados” dos testes de vacinas realizados com pacientes acima de 18 anos, além das autorizações já obtidas pela empresa em outros países. 

Segundo os relatórios da área técnica da Anvisa, o imunizante apresentou eficácia global de 66,9%, mas ainda há incerteza sobre a eficácia do imunizante contra novas variantes do coronavírus. 

A vacina deve ser importada ao custo de cerca de US$ 10 a dose e ainda há previsão de parcerias no Brasil para produção nacional.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora