Deliverance, o Amargo Pesadelo do Brasil, ante a família Bolsonaro, por Luis Nassif

Em suma, é uma terra de ninguém. Em algum momento, esse vácuo político será ocupado, sabe-se lá por quem

Se cercar vira hospício; se cobrir, vira circo. É impressionante o que o aventureirismo político produziu no país. É o desmonte institucional completo, com a presidência entregue a uma família desequilibrada e com requintes de depravação.

Parece uma cena de “Deliverance” – ou “Amargo Pesadelo” -, o filme que mostra os amigos que querem se aventurar em uma corredeira e acabam se deparando com uma família de interioranos, isolados da civilização, desequilibrados e violentos contra qualquer “estrangeiro”.

É a síntese do Brasil, depois da aventura inconsequente do impeachment, encontrando no final das corredeiras a família alucinada dos Bolsonaro. Durante anos se esconderam em suas bolhas de WhatsApp, da mesma maneira que os interioranos do filme. De repente, por conta da “refundação” do país, os lunáticos assumem o comando, e se vê todos os cidadãos urbanos cercados por vultos toscos, moralmente desequilibrados, violentos, com ligações nebulosas com o submundo.

E agora?

A quantidade de sandices cometidas há muito deixou de ser folclórica para se constituir em ameaça concreta aos interesses nacionais e à imagem do país no mundo. O país que se orgulhava de ter como representante um Fernando Henrique Cardoso e um Lula, agora é humilhado diretamente pela exposição grotesca de um presidente desajustado.

Nem se fale da pornografia distribuída pelo Twitter do presidente da República, valendo-se do álibi de criticar a “imoralidade” do carnaval brasileiro para dar vazão às suas taras. Não é apenas a desmoralização de um sujeito imoral, mas de todo o país que cometeu a loucura de elegê-lo presidente.

Leia também:  Multimídia do dia

Logo depois, o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, reage contra uma crítica do Deutsche Welle – a BBC alemã – tratando os alemães como nazistas. O chanceler Ernesto Araújo, com pouco tempo à frente do Itamaraty, foi saudado como o pior Ministro das Relações Exteriores do mundo. E o colombiano Ricardo Vélez, Ministro da Educação, a exemplo de seu chefe, Jair, acusou todos os brasileiros de pilantras.

E não param de tuitar, de ofender, de atacar, de desmoralizar o país aos olhos do mundo. Eduardo, Carlos, Flávio, Jair, Salles, Vélez, e mais um enorme cordão de puxa-sacos, copiando suas truculências para ganhar cargo no governo.

Não se trata mais de inexperiência política, falta de verniz intelectual. São desajustados sociais.

Não adianta buscar consolo na suposta racionalidade de Paulo Guedes, Sérgio Moro ou General Augusto Heleno. Guedes jamais conseguiu comandar uma estrutura com mais de duas pessoas e se move exclusivamente por ideologia, sem a menor sensibilidade para as construções sociais, econômicas ou administrativas.

Moro é submisso, provinciano, de pouco brilho, apesar dos esforços ingentes de seus porta-vozes na mídia, de apresenta-lo como um Ministro com luz própria. O general Heleno, na opinião de uma pessoa que conversou longamente com ele, é um “fofo” – ou seja, sem nenhuma vocação para o comando ou para administrar conflitos.

Tudo fica preso à reforma da Previdência, conduzida por Onix Lorenzoni, um parlamentar medíocre, que parece sentir orgasmos ao ouvir a própria voz.

Leia também:  Projeto de Flávio Bolsonaro extingue reserva legal em áreas rurais e urbanas

O poder não comporta o vácuo. O país está tão desmontado que a Lava Jato, depois de ajudar o Departamento de Justiça norte-americano a processar a Petrobras, fica com R$ 2,5 bilhões, praticamente tudo o que ela diz que recuperou para a Petrobras. E o vácuo de autoridades é tão grande que a PGR Raquel Dodge não se manifesta, a mídia finge não se tratar de um mega escândalo, Ministros boquirrotos do STF (Supremo Tribunal Federal) se calam.

Em suma, é uma terra de ninguém. Em algum momento, esse vácuo político será ocupado, sabe-se lá por quem. Mas dá para acompanhar online a historia e compreender porque o Brasil nunca conseguiu se tornar uma nação desenvolvida.

41 comentários

  1. Grande texto Nassif. Parabéns. A gente não consegue trilhar um caminho de desenvolvimento porque não temos instituições sólidas. A USP não poderia parir uma Janaína. O TCU um Júlio Marcelo de Oliveira. O MPF uns Carlos Fernando, Dallagnol, Janot, Dodge. A justiça federal uns Moro, Lebbos, Hardt. O STJ um Félix Fischer. o STF uns Gilmar Mendes, Toffoli, Fux, Fachin, Barroso, Joaquim Barbosa, Rosa Weber, Carminha, Alexandre Moraes. Fora uns tipos no congresso e no jornalismo.

  2. O que mais causa sofrimento nas pessoas lúcidas é essa ciência de que todo esse processo de destruição de nossa democracia, nossas instituições, nossa civilidade, nossas riquezas, nossa soberania, nossa imagem, nosso presente e nosso futuro, foi e segue sendo completamente desnecessário, porque Lula, Dilma e o PT jamais representaram quaisquer ameaças às nossas elites, classes médias, seus luxos, conforto, conquistas sociais, etc., etc. – Ou seja, o motivo central por trás disso tudo foi desde sempre uma sede desmedida, insana, perversa, psicótica, de poder. – um poder absoluto, que não era capaz de conviver com ideologias e programas políticos que, sem tirar praticamente nada de quem quer que seja, apenas minorava a miséria, a pobreza, a degradação de milhões e milhões de brasileiros. É como se nossos oligarcas, a família Marinho, os Setúbal, os Frias, os rentistas anônimos bilionários, não suportassem viver em um mundo onde seu narcisismo não fosse satisfeito também, com a continuidade da miséria, com a continuidade desse contingente de massa humana vivendo apenas para servir a essa elite apodrecida e seus cães domésticos, chamados de “classe média”. Ver em aviões, shoppings, universidades, membros clássicos da SENZALA, foi demais para nossa CASA GRANDE…. Não havia “prejuízos a serem recuperados”, Lula foi extremamente calculista e cuidadoso, evitando esse erro, mas “foi pouco” – o ódio de classe no Brasil não é só “cultural” – é patológico, é doentio e incurável….. – O caso clássico em que só uma revolução pode dar jeito. Como nosso Exército é composto de serviçais indignos e humildes da Casa grande, nunca teremos essa revolução redentora de nossos pobres e miseráveis. Um dia qualquer haverá um novo Lula, um dia qualquer, uma parcela dessa classe média narcísica e ignara terá um impulso qualquer por uma novidade, um dia qualquer teremos um novo sopro de democracia e justiça social….. Até o novo golpe, o novo Moro, o novo Bolsonaro….. A impressão que temos hoje, é que este é um ciclo sem fim, desumano, perverso e fatídico, no país onde a Casa Grande tem a mídia, tem a classe média, tem as PMs, tem as Forças Armadas e tem o Judiciário…..
    .
    Somente no dia em que alguém conseguir de fato e de verdade mostrar aos nossos pobres e miseráveis a realidade política histórica do Brasil e convencê-los a lutarem com todas as suas forças por seus direitos e dignidade, haverá alguma chance de mudança real. Fora disso, tivemos a maior e melhor oportunidade entre todas, quase como que “caída do céu” – um líder humano, bem intencionado, intuitivo, disposto ao diálogo com todas as forças sociais e respeitado em todo o mundo: Luís Inácio Lula da Silva. Preso e odiado pela classe média, nada pode fazer….. Ao destruí-lo, destruimos nossa oportunidade de um futuro conciliatório entre as classes sociais e pacífico…..
    .
    Resta esse “nada”, horrendo, essa pergunta sem resposta, do que virá, nesse Brasil pós Bolsonaro….. Um Brasil que jaz, morto e enterrado, o passado recente glorioso, aniquilado, uma classe média em estado de catatonia, um povo sofrido e perdido, esperando um deus que nada lhes responderá….. O futuro, um abismo sem respostas.

  3. Depois dessa revelação do Wikileaks, que já sabíamos, e da patranha dos dois bilhões e meio, estão lançando uma bóia salva vidas para o justiceiro……

    Planejamento e paciência são grandes qualidades dos estadunidenses, sabem engordar o porco para servi-lo no momento certo……fizeram isso com o ociólogo e os dois vampirões e não se arrependeram….receberam tudo o que desejavam e mais um pouco…..

    O país pra sair do atoleiro precisaria de pelo menos uma dúzia de congressistas patriotas e uma boa parcela do povo aguerrida…..e o único que poderia embaracar, um pouco, esse planejamento está preso pelos lojistas que dominam a chave da cadeia…….

  4. Sem elite que preste nenhum país avança. Bolsonaro chegou porque assim quis a elite -ou alguém acha que se o medíocre do Alkmin tivesse ido ao segundo turno o laranjal do psl e o rachuncho do Eduardo Bolsonaro não teriam aparecido em outubro? Bolsonaro é só o meio. Mourao logo será o presidente e se ele fizer algo que reduza o desemprego o Brasil tem tudo pra ser uma espécie de regime militar eleito pelo voto ou seja o cargo de presidente será ocupado por alguém das forças armadas eleito pelo povo.

  5. Vamos por itens:
    1. Quem, com um mínimo de juízo, não sabia que ia dar nisso?
    2. Quero que fiquem os quatro anos. Quem nele votou tem que encarrar o que fez;
    3. Quanto mais tempo ficar, maior vai ser o caos (meu medo, que agora se confirma. mostrou que era esse o objetivo), como resultado aumentará a paralisia do Congresso e o constrangimento dos seus eleitores “de bem”, que aos poucos vão ficando sem argumentos e palavras;
    4. Quanto mais tempo ficar, maior vai ser a vergonha pelo qual o país passará. Bem feito;
    5. Quanto mais tempo ficar, mais vão sofrer seus eleitores pobres. Bem feito de novo;
    6. Quanto mais tempo ficar, mais nítida vai ficando a diferença entre o que foi o Governo Lula e do desse câncer;
    7. É isso que dá um país desprezar e odiar tanto o estudo e o conhecimento: produz um povo burro que acaba optando pelo suicídio. E nada de passar a mão na cabeça desse povo burro: ele escolheu. E a escolha foi bem clara;
    8. Bolsomínios são lunáticos que saíram do armário? Não, nada disso. Sem generalizar, mas nossa classe média é e pensa EXATAMENTE como Bolsonaro;
    9. Os partidos de esquerda estão fazendo o quê, que não apresentam um projeto antagônico a esse? Mas é muito amadorismo mesmo;
    10. Para encerrar: quem, com um mínimo de juízo, não sabia que ia dar nisso?
    Pobre Brasil? Nada disso. É um pais de idiotas que apenas colhe o que sempre plantou.

    • “2. Quero que fiquem os quatro anos. Quem nele votou tem que encarrar o que fez”.

      Não adianta tirar o Pornozonaro do Planalto enquanto nossas famílias e nossos círculos sociais estão maculadas com essa onda maldita que eles criaram.

      Apoiado!

    • Xará: concordo com você. Estou de saco cheio de ouvir falar que nosso povo é sábio, generoso, alegre etc. Não é não. Em sua maioria, os brasileiros são ignorantes e individualistas (a elite e o povão).
      O Brasil ? Ora, o Brasil que se foda ! (ou não é assim ?)

  6. NADA disso teria acontecido se as F.F.A.A. e o JUDICIÁRIO, poderes permanentes nababescos e GOLPISTAS, não tivessem se omitido e agido FORA DA LEI e da CoOnstituição do BRASIL.

    e pior ..assim foi, assim é e assim será, pois nada nos indica que esta formas “predatórias” de comandar pretendem se reformar e/ou mudar.

    COM ESTES, nenhuma lei cidadã funciona, e nenhuma INSTITUIÇÃO se torna perene.

    INFELIZMENTE a maioria dos que ocupam estes GUETOS, estas sucias, inseridos na cultura de pindorama, são do tipo “sabe com quem tá falando, então esteje preso enquanto eu cuido primeiro dos meus !!!”

  7. Apesar dos deboches com o papelão do bolsonaro, fica essa terrivel ansiedade ou angustia dentro daqueles que ha muito batalham para que o Pais se desenvolva. Eh dificil ouvir de vozes de mais experientes de que desde os anos 70 esperam pelo Pais do “futuro”. Como diz um deles “talvez morra vendo o Pais nas mãos da pior espécie que poderia comandar qualquer coisa que seja”. Ontem disse ao meu marido “Você viu a ultima do Bolsonaro ?” “Mais uma maldade ou estupidez?”. Para muito além do folclore, Bolsonaro não têm condições moral, ética, intelectual e emocional para dirigir Pais nenhum. Ja pensava isso dele quando era deputado federal. A frente de um Pais, vai leva-lo à bancarrota e so então se retirara. E levaremos décadas para levantar o Brasil novamente. Da para entender a terrivel desilusão da geração que lutou contra a ditadura e hoje vivemos um pesadelo.

  8. Síntese brilhante como sempre. O custo da corrupção para o país é infinitesimal perto do desastre que essa gang anacrônica depravada tem causado. Um atraso para duas gerações no mínimo em um mundo em que a CT acelera o desenvolvimento rapidamente. Hoje é a turba das redes sociais que dita o desgoverno e pauta a mídia. O horror, o horror, o horror

  9. As reflexões do artigo me remetem a uma antiga anedota sobre a política na época do direitista, mas inteligentíssimo deputado Carlos Lacerda.
    Ocupando a tribuna, Lacerda fez um discurso em que desmontava um seu colega deputado. Este, inconformado com o que ouvia, quis ironizar as palavras de Lacerda e esbravejou: “O que V. Excia diz entra por um ouvido e sai pelo outro”. Ao que Lacerda respondeu de pronto: “Impossível, Excia, o som não se propaga no vácuo”!
    Com o presidente, seus filhos e ministros, será a mesma coisa.

  10. É grande a apreensão… Estamos sem muita ação… O jeito é manter o vento e ter esperança. Não subestimar o poder de plantar uma semente. Acho que o país ainda vai parar.

  11. Nassif o que será de nós pobres mortais! O Brasil está afundado na lama, nada de bom para os brasileiros, só maldades, só destruição de tudo e agora até essa baixaria do eleito, por um bando de ignorantes de um lado e do outro, pelos fascistas enrustidos que agora colocaram a cabeça de fora. Como será que isso vai acabar?

  12. E a Damares? Faz parte desse governo grotesco também. Ela apenas representou a abertura dos trabalhos desses novos tempos.

  13. Em Amargo Pesadelo os 3 amigos descem o rio porque uma barragem irá destruí-lo. Somos nós, os índios, os pobres, os pretos descendo a correnteza do rio brasil . Os donos da barragem: Judiciário, capos da imprensa, setubals e lemmans estarão em cima, pantagruélicos é tão obscenos como os bolsonaros.

  14. Institucionalmente o vácuo já está sendo preenchido pelas pessoas que operam o dólar, caro Nassif. São essas pessoas que, aproveitando-se da inépcia de Bolsonaro, Moro, Salles, Guedes e turma, estão orientando as propostas. Esses operadores do dólar, ao contrário do circo que conseguiram eleger, estão tocando com seriedade o projeto de desmonte do nosso estado nacional.

    E para fugir do comuníssimo e nefasto “eles”, os operadores são, localmente, os donos, diretores e gerentes das firmas de mídia agigantada e os banqueiros, mas muito mais atuantes, administradores de empresas baseadas no dólar dos EUA, empresas de mídia, como o WhatsApp e o Facebook mas também bancos e indústrias estadunidenses. Esses são os verdadeiros – e sérios – inimigos que estão destruindo nosso país. Vai ser difícil um filme dos EUA retratar essa destruição com alguma propriedade: esses filmes, mesmo com “pinta” de denúncia, acabam por buscar que fixemos a ideia de que somos inferiores, e que para sairmos dessa inferioridade, só copiando-os, desestimulando nossa criatividade.

    Enfim, discordando da sua afirmação de que nunca conseguimos nos tornar uma nação desenvolvida. diria que é bobagem buscar desenvolvimento no padrão que outros nos impõem: o padrão deles vai sempre nos colocar como subdesenvolvidos. Além disso não existe isso tão definido: este é desenvolvido, este não é. Existe, sim, gradações e momentos. E na nossa história já tivemos bons momentos e boas iniciativas.

    “Não leia revistas de beleza. Elas só te farão sentir-se feia.”

  15. O presidente da república, um desqualificado, despreparado para administrar um condomínio de três apartamentos, é a representação absoluta dos grupos que dominam o poder no Brasil. As instituições estão sendo manipuladas e conduzidas pelos EUA. A única saída é a revolta de uma massa cada vez mais desesperada.

  16. “…, e se VEEM todos os cidadãos urbanos cercados por vultos toscos, moralmente desequilibrados, violentos, com ligações nebulosas com o submundo.”

    • Meus parcos conhecimentos da Flor do Lácio dizem que o escrito do Nassif está correto. Gramáticos de Pindorama, manifestem-se.

    • O que que é isso, crítica de Portguês? Ora tenha a santa paciência, vir com normativismo gramatical num tema como este.

    • Pequena importância, mas como GGN também é cultura, concordo não. Pra mim o Nassif está correto. O verbo ver, nesse caso, tem UM sujeito indeterminado, singular, aquele que vê todos os cidadãos urbanos…Mas se quiser contestar, ou alguém outro, recebo prazeirosamente as explicações.

  17. A administração pública foi tomada pela ideologia neoliberal e se repetem nos corredores que finalmente o Brasil se livrou das interferências do estado. Agora sim o Brasil será uma Suécia. Sim, escuto isso por aí de funcionários públicos altamente treinados mas completamente imbecis.

    Bolsonaro é apenas a ponta do Iceberg. Partido do Judiciário + milicos de pijama são o alicerce desse Brasil desvairado.

    Para completar temos o PT paulista, jurídico ou traíra, tudo sinônimo, batendo na Gleisi que representa a esquerda do PT.

    Ou seja, + 100 anos de escravidão, de colonização, de remessa de riquezas para o exterior.

  18. A minha opinião é de um estrangeiro conhecendo bem o Brasil. O Brasil é rico, é provavelmente um dos países mais ricos do planeta. Já pensaram na situação do Bangladesh? Não existe razão para perder a esperança. O Brasil está doente, basta ver suas prisões, seus hospitais, o estado de saúde mental da sua polícia, o número de assassinatos e suicídios. É preciso que as pessoas se organizem, que cada pessoa além da sua pessoa, da sua família e do seu trabalho reserve algumas horas por semana ao seu país, conforme as suas aptidões, cozinhando para quem tem fome, ensinando quem precisa, limpando, cuidando, curando. É preciso recuperar ou criar esse espírito associativo laico, nas grandes cidades sobretudo. Se reconstruir pouco a pouco. Desligar a TV, e largar a internet, para mergulhar na vida real, não esquecendo que o mundo está mudando, e que portanto é preciso construir um Brasil para o NOVO mundo. O resto virá naturalmente. Não há receita. E não esquecer que Religião é uma coisa privada, se for necessária. O mesmo remédio não serve para todo o mundo. Não é preciso ser religioso para ser bom e honesto, e amar o próximo. Mas é preciso sair de casa, ir ao encontro dos outros. Chorar não chega.

    • Muito bem colocado.,
      Todos tem de cooperar para construírmos esta Nação fundada na desigualdade, mas que pode ser corrigida.
      A escolarização da criança carente é o meio mais seguro de investirmos no futuro do país.
      Vc é português~, talvez…
      Abraço.

  19. Bom post.
    Quem ocupara o poder? Todos ja sabemos, os militares.
    O que falta saber é, quando , como, quem.
    Bolsaonaro vai virar uma rainha da Inglaterra ou devidamente expulso?.
    Pelo andar da carruagem ( ou seria do tanque de guerra) acredito na segunda hipotese.

    Do jeito que está não da para ficar nem um semestre.
    Ele só precisa entregar o que prometeu, depois perda a serventia!

  20. Só não concordo, Victor, é com a adjetivação “altamente treinados” para essa facção (majoritária em 90%) dos funcionários públicos. Essa gente é, sim, altamente decorebada, ou lavada cerebralmente, nos cargos melhor remunerados, e altamente milagradas (receberam, por milagre de algum deus dizimista, o cargo que ocupam, sem ter que passar por concursos).

    O que impera no Brasil, salvo as exceções de praxe, é a Titulocracia, e não a Meritocracia. Quem tem mérito, não tem medo da concorrência (miremos no exemplo da Finlândia, para não arriscarmos ofender algum cafuso que se julga saxão). A concorrência, para o talentoso, só faz estimular-lhe ainda mais talento. Sem contar que, com tão poucos talentosos no mundo, cada novo talentoso que chega é motivo de festas e congratulações, e não de medo. Já os que conseguiram posições privilegiadas de graça (do pai, da mãe, do marido, do amante da esposa, do cunhado, do político, etc), morrem de medo de serem desbancados de suas sinecuras por prostitutos mais atraentes ou mais jovens…

    • Qualquer pessoa que se debruce sobre a forma que os concursos públicos selecionam o funcionalismo público ri de qualquer adjetivo que envolva “qualificado” ou “treinado” para o funcionalismo público. No máximo, “adestrado”.

  21. só elogios ao nassif pela impressionante
    e altamente qualificada produção
    -ver os tantos textos excelentes atuais….
    e não é qualquer coisa, não!
    absolutamente.
    são aboragens históricas e antológicas que
    podem mudar nossa história…
    para melhor, espero….
    obrigado,nassif.

  22. O supremo tinha que fazer alguma coisa pra Pará com essa palhaçada tem sim que investigar o marreco de Maringá é ele o cabeça dos roubo da lava jato , sobre a troca da prisão do Lula por um ministério

  23. Se o Brasil pretende colocar a cabeça em cima do ombro novamente, e tirá-la dos intestinos, creio que a primeira providência seria falar sério, bater duro em cima dessa tal de Lava |Jato, e responsabilizar com rigor seus integrantes a começas pelo ministro Moro. Não se fazendo isso, fica cada um por si e os mais espertos ou que se pretendem como tal, tirando partido da situação e isso vai se acentuar com a reforma da Previdência – dos pobres- porque a Previdência dos ricos será mantida como está e até mesmo vai se aprimorar. Como exemplo da suposta esperteza, remeto a uma entrevista do tal Ciro Gomes ao jornal Valor- um verdadeiro show de opotunismo e vaidade escondida na imagem de maturidade política. Um verdadeiro abutre se lambuzando com a imagem de um corpo morto, o Brasil , que seja lá como for, é nossa Terra, nosso lugar neste planeta. Viver no exterior, achei uma grande merda e uma situação duríssima- apenas por não estar no meu lugar. Por mais que venham outros falando maravilhas de outro lugar- não é bem assim não!!!

  24. o Brasileiro em 1960 elegeu um loco varrido Janio da Silva Quadros.Como presidente da Republica co ndecorou o guerrilheiro “CHE GUEVARA” com a comenda Cruzeiro do Sul.Temos na Presidencia atual um transloucado “BOZO” ou “MITO”que aplaude torturadores de 1964 Cel Ustra e cia . “BOZO” um renegado do exercito Brasileiro, o mesmo foi expulso mas hoje e Presidente da Republica Bananeira.Logo teremos um “MICO”que sera aplaudido e venerado por esta midia GLOBOSTA e cia e sera a tragedia total Brasileira.NAO TEM COMO ESCAPAR!!!!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome