É oficial: Bolsonaro determina que militares comemorem 55 anos do golpe de 1964

Presidente pediu que as Forças Armadas emitam uma nota comemorativa no dia 31 de março, quando o golpe de 1964 completa 55 anos

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, confirmou na noite desta segunda (25) que Jair Bolsonaro determinou que as Forças Armadas façam as “comemorações devidas” no dia 31 de março, data em que o golpe civil-militar de 1964 completa 55 anos.

Segundo o porta-voz, a determinação ocorre porque Bolsonaro “não considera o 31 de março de 1964 golpe militar. Ele considera que a sociedade, reunida e percebendo o perigo que o país estava vivenciando naquele momento, nós conseguimos recuperar e recolocar o nosso país num rumo que, salvo melhor juízo, se tudo isso não tivesse ocorrido hoje nós estaríamos tendo algum tipo de governo aqui que não seria bom para ninguém.” A informação é do jornal O Globo.

Bolsonaro pediu ainda que as Forças Armadas emitam uma mensagem comemorativa no dia 31.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Morogueite: quando o “jogo político” invade os tribunais

8 comentários

  1. Suprema ironia. O vagabundo Jair Bolsonaro será deposto por um militar (o general Mourao) algum tempo depois de mandar o Exército comemorar o golpe de 1964. “A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa”. Karl Marx estava certo.

  2. E não é para eles comemorarem?
    Em 64,como dizia o mago dos milicos,caiu como Castelo de baralho.
    Em 2016,nem Castelo de baralho teve.
    Essa gente vai continuar a comemorar enquanto nós, o povo, não entendermos que eles devem obediência à gente,e não o contrário.

  3. Que tenham a CORAGEM de comemorar na data correta: 1 de abril. Não à toa é o dia da mentira. Por isso mesmo eles optaram por comemorar em 31 de março.

  4. Mais uma determinação que nada significa para o país.
    Este governo se mostra cada vez mais eficiente em ações sem nenhuma importância.

  5. Nassif: daBala merece que os VerdeSauvas o apoiem nesse desvairo. Recapitulando, o Hôme, à época da DitaMole, não passava de um ladrãozinho de laranjas do quintal dos Paivas, segundo contam seus amigos, e que deve ter sido desafetado por alguma criola quilombola, que o faz, até hoje, a votar ódio imortal pelos negros (e índios e pobres). O complexo de viralata que caiu da mudança nunca o abandonou, especialmente quando o guerrilheiro Lamarca deu um show de fuga, diante daqueles mais de 2000 VerdeSauivinhas, armados até os dentes, querendo prender os 17 Kummunistas. Tal situação deve ter afetado seriamente sua translocada mente. E mesmo havendo sido expulso (por bom comportamento) das fileiras, quem sai aos seus não degenera. Eis ai a imagem central do PSL, a caricatura da direita KibeCoxinha, e, sobretudo, o retrato corpointeiro dos VerdeSauvas nacionais.

  6. Todos democratas , desde FHC, Renan, o arrependido reinaldo azevedo, miriam leitao, ate chegar no pco , pcb, incluindo associaçoes de bairros, e nas escolas pais , professores e alunos, e a classe artistica, e até nas igrejas, teriam o dever de gritar numa só voz: primeiro de abril, dia da mentira, da tortura, dos assassinos , traidores do Brasil que aumentaram extremamente a miséria e fome dos mais pobres por 20 amos usando o pretexto ridiculo que um latifundiário ia tornar-se comunista.Eu neste dia vou botar nas redes sociais , na frente da casa e até em flogs: primeiro de abril , dia do golpe militar , da mentira, da tortura, dos assassinatos oficiais e da miséria do povo.Mais um das dezenas de tapas na cara que o fascista dá em todos nós sem que o Brasil reaja. Os estudantes nos primeiros anos da ditadura iam pra rua mesmo sabendo que alguns seriam mortos, mas iam. Muitos entregaram a vida pelo povo. E hoje? Só no carnaval o “povo em geral” perde o medo de dizer a verdade de forma coletiva nas ruas.Tinha que ter faixas de protesto em todos edificios, fåbricas e universidades. Parece que o povo só vai entender o que é fascismo com aula prática dadas por jair, edyr, frota, eduardo, carlos , araujo e o major. O povo nem aprendeu o que é fascismo judicial e midiático com a aula que destruiu o Brasil, lecionada por moro com supremo e tudo. Mas a aula do guedes e jair vai doer no estomago e na mente de quem tiver que levar bofetadas humilhantes igual os festejos do dia 31 e a reforma previdenciária e hordas fascistas retirando nossa liberdade, agora com ameaças nas ruas e redes e depois… Que os festejos macabros de tortura, estupros e assassinatos fosse o inicio de um grito coletivo dizendo: calem a boca que nunca mais aceitaremos 20 anos de mudez, paralisia e açoite

  7. Coloquem um carro alegórico na avenida, transportando imagem gigante do Coronel Ustra, o tirano torturador pintado por certo idiotas como herói.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome