Esposa de Queiroz é considerada foragida

Segundo o promotor de Justiça de São Paulo Jandir Neto, em entrevista à Rádio Gaúcha, Queiroz foi informado do mandado contra a esposa

Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz, investigados por movimentações financeiras atípicas. Foto: Reprodução.

Jornal GGN – Márcia Aguiar, que também é alvo de mandado de prisão, é considerada foragida da Justiça segundo divulgou a GloboNews e a CNN Brasil na manhã desta quinta (18). Márcia é esposa de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Ele foi preso no interior de São Paulo, na casa do advogado Frederick Wassef, que representa Jair e Flávio Bolsonaro.

Segundo o promotor de Justiça de São Paulo Jandir Neto, em entrevista à Rádio Gaúcha, Queiroz foi informado do mandado contra a esposa. Ele informou que ela estava no Rio de Janeiro, mas não quis detalhar nada sobre o paradeiro da mulher.

Colunistas como Lauro Jardim e Mônica Bergamo apuraram que a prisão de Márcia é uma dor de cabeça maior para os Bolsonaro. Queiroz teria pedido proteção à família em troca de assumir a responsabilidade sobre qualquer acusação envolvendo o esquema das rachadinhas, no gabinete de Flávio.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. Nassif: sem ser maldoso, parece que racharam a rachadinha. O TenenteJair deve estar espumando de raiva. Não pra menos. Com sua TerroristaMor em cana; com os patrociandores das FakeNews (tidos por corruptos) em investigação rigorosa; e com o amigo Queiroz bem guardado em Bangu, as coisas vão se complicando. Ou ele invoca os VerdeSauvas para, como sempre, ajuderem malfeitores (desde que seja para futricarem os Esquerdopatas), ou se escafeda do FormigueiroPlanalto. O duro da possível debandada é que na linha da sucessão estão o ViceÍndio, Botafogo e a dupla (ponta de iceberg do Centrão) Waldenarzinho/JeffersonX-9. E ouvi dizer o que tem gente de “QuatroEstrelas” (nos ombros) visitando o Congresso como num tá no Gibi. Papo com todos. Evocando lembranças. Aos alinhados falam do tempo do “MilagreEconômico” (com respectiva bene$$es); aos Kummunistas, lembram da CasaDePetrópolis e do DOI-CODI. Tudo, segundo o art. 142 da Constituição, para a Paz e Prosperidade de Pindorama (aliteratura PPP).

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome