“Estamos num quadro de insanidade, caso de interdição”, diz jurista sobre Bolsonaro

"Eu, há mais de ano, dizia que quem fosse democrata não deveria votar em Bolsonaro", afirmou Miguel Reale Jr

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Jair Bolsonaro não é caso para impeachment, mas para interdição. É o que afirma o jurista Miguel Reale Jr.

“Estamos realmente num quadro de insanidade, das mais absolutas. Não é mais caso de impeachment, mas caso de interdição”, disparou, durante entrevista à Rádio Gaúcha, nesta segunda (29).

O autor do pedido de afastamento de Dilma Rousseff da Presidência, por crime de responsabilidade fiscal, afirmou que Bolsonaro ofendeu todos os cidadãos que prezam pela defesa dos direitos humanos ao atacar o presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, usando a morte de seu pai durante a ditadura militar.

Depois que Felipe anunciou que vai interpelar o presidente no Supremo Tribunal Federal, Bolsonaro afirmou em vídeo divulgado nas redes sociais que o pai de Felipe, Fernando Santa Cruz, participou de um dos piores grupos de luta armada da esquerda e que foi executado pelos companheiros de ideologia.

“Ninguém duvida que havia justiçamento de pessoas da própria esquerda, que quando desconfiava de alguém, executava”, disse Bolsonaro.

“Eu, há mais de ano, dizia que quem fosse democrata não deveria votar em Bolsonaro”, frisou Reale Jr, lembrando que no impeachment de Dilma, o hoje presidente fez um voto exaltando o torturador Carlos Brilhante Ustra.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  “Alinhamento com EUA afeta a credibilidade do Brasil”, diz ex-vice do Banco dos Brics

25 comentários

  1. Falar é bonito. Quero ver fazer. Vai firme Miguel Reale. Mesmo porque você é responsável direto pela eleição de Bolsonaro. Uma mulher foi fácil e covarde. Quero ver encarar o capitão.

    34
    1
  2. Não tivesse havido o impeachment imotivado Bolsonaro nunca, nunca, nunca teria sido eleito. O afastamento de Dilma também foi um caso de insanidade.

    27
  3. Até que enfim este golpista acertou uma e concordo não tem outro NM jeito, acorda imprensa , judiciário e todo povo brasileiro estamos sem rumo.

    10
  4. Desconheço a existência dessa figura jurídica para afastar um presidente “interdição “ ou se ela seria uma forma de driblar a crítica política que precisa ser contundente no caso de Bolsonaro e seus asseclas. Desde a campanha eleitoral Bolsonaro pregou o extermínio de opositores seus. Os juristas jamais viram nisso um empecilho a sua pretensão ao cargo de presidente do país. Insano ou não pior são os feitos e ideias que claramente apregoam a extinção de opositores. Qualquer presidente do período anterior que tivesse dito a metade do que Bolsonaro já disse já teria caído do cargo. Ou nem assumido.

    17
  5. Por mim o Bolosonaro deve ficar quatro anos onde está, para o que mundo veja a monstruosidade que é a esmagadora maioria dos brasileiros, em especial a classe média. Quem votou no Bolsonaro é mais psicopata do que ele. É PIOR do que ele.
    Agora esse Reale Jr. não tem perdão. Não vou esquecer que se o Brasil chegou aonde está deve muito a esse excremento.

    38
    • Mas tem a questão humanitária. E a questão indígena? E os assassinatos? E o estímulo à homofobia? E a misoginia? E a entrega da soberania aos Estados Unidos? E o desmonte da educação e da política externa? Não, Bolsonaro tem que cair porque eu e minha família vamos continuar a morar no Brasil e não somente os bolsominions.

  6. É o seguinte, seo Reale…..pega na mão da descabelada Janaina e vai passear no bosque antes de mais nada…..pois o que vocês fizeram, tirando criminosamente Dilma da Presidência, foi o começo de toda essa merda em que está se transformando o país. Agora, a Janaína já se disse assustada com as atitudes do boçal da presidência……agora você vem dizer que ele precisa ser interditado……mas a meu ver tinha que ser fatiado como mortadela….e com você e a janaina virando a manivela da máquina de fatiar. Nos poupe, seo merda, traidor. Tenha decência e tome uma atitude séria agora, se tiver vergonha na cara…peite os fardados safados de dão retaguarda ao boçal……seja homem pô.

    27
    1
  7. Dr Miguel Reale Jr, Dra Janaína Paschoal: quero agora ver um pedido de impeachment para esta criatura.
    Fico muito sensibilizada em saber das suas manifestações democráticas.
    Provem que são verdadeiras.
    Fora, Jair Bolsonaro!

  8. A insanidade não do desqualificado que ocupa a presidência da República. A insanidade foi de quem perdeu as eleições de 2014 e não aceitou o resultado.
    A insanidade foi da mídia. Sempre golpista.
    A insanidade foi daqueles que,mesmo alertados, insistiram e insistem em seguir o caminho do abismo.
    Isso foi e é a insanidade.
    Quanto a este senhor,foi só mais um entre tantos oportunistas que acreditavam que as eleições seriam sopa no mel e,viram que simplesmente se tornaram moscas ao redor da merda.

    10
  9. Nem impeachment nem interdição. Internação.
    Sem esquecer que o internado é produto do golpe, arquitetado por este canalha, que agora pede interdição, juntamente com outra louca.

  10. Dilma e Bolsonaro foram eleitos democraticamente. Se Dilma tivesse terminado o mandato dificilmente o PT continuaria no poder. Não existia plano A, B ou C. Com o impeachment apenas o caminho teve menos obstáculos para a direita assumir o poder.

  11. Cara-de-pau sem limite, esse Sr… E agora, seguindo o roteiro da firma MBL, pretende capitalizar em cima do fracasso dos golpistas, justo ele, um dos pais do golpe! Há cada vez menos diferença entre as pessoas do PSDB e as da MBL.

    “Ah, não… mas eu não sabia. Não sabia que não havia crime de responsabilidade, não sabia da insuficiência das “pedaladas” para impeachment, não sabia que o que vem acontecendo com o mundo desde o golpe no mercado engendrado pelos EUA em 2008 poderia acontecer no Brasil…”

    Até as pedras sabiam o que viria em consequência da ruptura do estado democrático de direito: é o que sempre acontece todas, repito, todas as vezes, sem exceção, em que se golpeia a Democracia. Aqui ou qualquer outra sociedade nacional.

    Ora, Sr. Miguel, dando uma de migué? Para cima de quem? Falar em “insanidade” sem lembrar da louca Janaína Pachoal é quase impossível, hein?

  12. Líderes do PT estão defendendo o impeachment de Bolsonaro e a assunção de Mourão. Penso que a diferença entre Bolsonaro e Mourão é apenas na forma, pois ambos concordam no essencial.
    Não basta tirar Bolsonaro. É preciso que todos os que cometeram crimes sejam punidos: Moro, Dallagnol, presidentes da Petrobras, entreguistas da Embraer, etc.
    Os democratas unidos precisam ter coragem de enfrentar os fascistas, os traidores da pátria, e determinar que os limites são os definidos pela Constituição de 88. Se não for possível, então foda-se tudo ! Está entupida a válvula da panela de pressão e o fogo continua aceso…
    Nova CONCILIAÇÃO SUBALTERNA não nos levará a um verdadeiro Estado Democrático de Direito.

  13. Muito bonito tentar, talvez, se redimir da insanidade do golpe de 2016. Que junte seus apoiadores e faça um pedido de impeachment ou de interdição, o que melhor se aplicar. O fato é que esse ocupante do Planalto tem que ser despejado urgente e que pague pelas desgraças que fez e tem feito ao país com sua apologia do ódio. É que comece pela eleicao fraudulenta via robôs e redes sociais.

    1
    1
  14. Quem fala, meu Deus! O parceiro de Janeta Pascoal, o mequetrefe do impeachment, pulando do barco que lançou ao mar da insanidade que ele mesmo pantou

  15. Por falar em insanidade, como está a sua saúde mental e a da doutora Janaína? O doutor Bicudo já se foi, ele também deu mostras de que tinha demência da velhice. Todos os três, grandes canalhas, são os responsáveis pelo que está aí, como juristas sabiam que estavam cometendo um grande erro ao acusar falsamente a presidenta Dilma de crime de responsabilidade e não se incomodaram em se aliar aos grandes bandidos desta nação, Eduardo Cunha e Michel Temer. Vá para o inferno e leve a sua cúmplice, a doutora Janaína e se juntem ao doutor Bicudo.

  16. Este babaca ajudou a abrir a Caixa de Pandora. Tomara que ele e a Janaína vivam ainda muitos anos para ver o resultado de suas ações.

  17. O Bolsobosta tem guardado um silêncio bastante parecido com a estupidez e nós temos guardado um conformismo idêntico à covardia.

    Até quando esse Rato vai guinchar?

  18. “Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, eu conto pra ele. Ele não vai querer ouvir a verdade. Conto pra ele. Não é minha versão. É que a minha vivência me fez chegar nas conclusões naquele momento. O pai dele integrou a Ação Popular, o grupo mais sanguinário e violento da guerrilha lá de Pernambuco e veio desaparecer no Rio de Janeiro”. – Eduardo Bolsonaro

    “Ninguém duvida que havia justiçamento de pessoas da própria esquerda, que quando desconfiava de alguém, executava”. – Bolsonaro

    O Cabo Anselmo deve ter feito justiçamento em Recife, né, Bolsonaro C* de Galinha?

    “E o pessoal da AP do Rio de Janeiro ficou… primeiro, ficaram estupefatos, né? Como é que pode esse cara vir do Recife se encontrar conosco aqui? O contato não seria com ele, seria com a cúpula da Ação Popular do Recife. E eles resolveram sumir com o pai do Santa Cruz. Essa é a informação que eu tive na época. É sobre esse episódio. Porque, qual é a tendência? ‘Se ele sabe, nós não podemos ser descobertos’… Existia essa guerra naquele momento”. – Bolsobosta

    “Não foram os militares que mataram ele não, tá? É muito fácil culpar os militares por tudo o que acontece”. – Bolsobosta

  19. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome