Governo federal cogita liquidação dos Correios

Medida é uma das alternativas avaliadas, caso privatização ou abertura de capital não sejam viáveis economicamente

Jornal GGN – O governo federal cogita realizar a liquidação dos Correios, caso a privatização ou a abertura de capital não sejam economicamente viáveis.

O futuro da instituição será definido por meio de um parecer técnico a ser encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro. O documento deve ficar pronto em outubro.

Os estudos a respeito do destino dos Correios ainda não foram iniciados. Segundo informações do jornal O Globo, o termo de referência para que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) contrate uma empresa para fazer a consultoria deve ser assinado este mês. Pelo cronograma, o trabalho deve ser iniciado até abril.

O objetivo da avaliação é apurar o modelo de negócio dos Correios – considerando fatores como o ambiente global do setor postal, tendências para o mercado de mensagens e encomendas, sugestões de propostas legislativas, e modelos de privatização aplicados em outros países.

Embora Bolsonaro diga que aguarda a privatização para este ano, estimativas do governo indicam que a empresa só deve entrar no Plano Nacional de Desestatização (PND) em 2021. A liquidação é uma das alternativas cogitadas, mesmo que de forma remota.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Mattar acusa funcionários do Serpro e Dataprev de venderem dados dos cidadãos, por Luiz Queiroz

5 comentários

  1. Governozinho mizerável, o que não consegue entregar, destrói.
    Os Correios, onde trabalhei por 7 anos como carteiro e fui dirigente sindical na década de 80 é um dos cinco melhores do mundo, da lucro a União e é um dos fatores de integração nacional, por ser a única empresa presente em todos os municípios do país.

    Nos EUA, modelo para esse bandido o USpost da prejuízo há décadas e nem se fala em privatização, na Alemanha os Correios compraram a DHL, que estava indo para o vinagre e corria o risco de cair nas mão dos chineses.
    Na Argentina ele foi privatizado e depois reestatizado.

  2. Ora, a oposição mequetrefe, cansada, incompetente, e, como na destruição das aposentadorias, cumplice, já recebeu a deixa…..nada, nesse desgoverno de negocistas travestidos, deveria andar até a apuração, atraves de CPI, das denúncias contra o ministro sinistro……mas a oposição no congresso, ou é de fachada, ou preguiçosa…..

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome