Moro insinua que Bolsonaro é corrupto, toma invertida e apaga mensagem

Em rede social, internauta pergunta se Moro não sabia da "verdadeira natureza" de Bolsonaro antes de entrar para o governo. Ex-juiz disse que "não"

Foto: Lula Marques

Jornal GGN – O ex-ministro da Justiça Sergio Moro tentou dar pitaco na escolha de Jair Bolsonaro para novo ministro do Supremo Tribunal Federal, mas tomou uma invertida de um internauta e acabou deletando a mensagem no Twitter.

Bolsonaro escolheu Kassio Nunes, desembargado do TRF-1, para a vaga de Celso de Mello. Na quinta (1º), setores da imprensa divulgaram que o juiz é garantista e possivelmente se alinharia aos ministros do STF que impõem derrotas à Lava Jato.

“Se o PR Jair Bolsonaro não indicar alguém ao STF comprometido com o combate à corrupção ou com a execução da condenação criminal em segunda instância, todos já saberão a sua verdadeira natureza (muitos já sabem)”, disparou Moro, insinuando que Bolsonaro é conivente com a corrupção.

Um internauta então perguntou se Moro “não sabia” da verdadeira natureza de Bolsonaro antes de aceitar entrar para o governo. Moro respondeu apenas que “Não.” Na tréplica, o internauta disse que “bastava ler um pouco” para saber quem era Bolsonaro.

A internet não perdoou:

 

A escolha de Kassio Nunes foi confirmada no Diário Oficial da União nesta sexta (2). Ele precisará passar por uma sabatina no Senado antes de chegar ao STF. O decano Celso de Mello se aposenta em 13 de outubro.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora