Motoristas de ônibus entram em greve e rodízio é suspenso em SP

Às 15h, será realizada uma reunião para discutir reivindicações da categoria e determinar o futuro da greve.

Foto: SINDIMOTORISTAS

Os motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo estão em greve desde a 0h desta terça-feira (14). A paralisação das atividades acontece após a categoria rejeitar a contraproposta de reajuste salarial de 12,47%, a partir de outubro, oferecida pelas empresas do setor. Às 15h, será realizada uma reunião para discutir reivindicações e determinar o futuro da greve. 

De acordo com a SPTrans, apenas 42% da frota de ônibus circulou no horário de pico nesta manhã. A ação vai contra determinação da justiça, que exigiu 80% da frota operando, entre 6h e 9h, e 60% no restante do dia, sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas) afirmou, no entanto, que a categoria está respeitando as medidas determinadas na liminar expedida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de manter o mínimo de veículos circulando.

A SPTrans informou que 13 empresas de ônibus estão com as operações paralisadas e 11 operam normalmente. Ou seja, das 1.200 linhas, 713 estão fora de serviço.

Em meio à greve, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que o Rodízio Municipal de Veículos está suspenso e também está liberada a circulação nas faixas e corredores de ônibus durante todo o dia

Leia também:

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba como apoiar

Jornal GGN abre inscrições para curso sobre Desinformação, Letramento Midiático e Democracia

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador