MP intima Flávio Bolsonaro e sua esposa para depor sobre ‘rachadinha’

Casal deve ser ouvido pela promotoria na próxima semana. Investigação apura crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete de Flávio na Alerj

Foto: Arquivo ALERJ/LG Soares

Jornal GGN – O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) intimou nesta quinta-feira, 2 de julho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e sua esposa, Fernanda Antunes Bolsonaro, para prestarem depoimento sobre suposto esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). 

O casal deve ser ouvido pela promotoria já na próxima semana. Fernanda na segunda-feira, 2 de julho, e Flávio na segunda ou terça-feira, 7 de julho, conforme sua disponibilidade. As informações são do jornal O Globo.  

A intimação partiu do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc), responsável desde março passado pela investigação que apura os crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no gabinete de Flávio, quando era deputado estadual, entre 2007 e 2018. 

No entanto, na semana passada, uma decisão da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) deu ao senador direito ao foro especial e o caso passou a tramitar na segunda instância. Com isso, a investigação foi atribuída ao procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem. 

A Gaecc só foi mantida no caso e intimou o casal porque a procuradoria-geral de Justiça formalizou um termo de cooperação do grupo de promotores com o procurador-geral na investigação.

De acordo com O Globo, a defesa de Flávio se manifestou contra a intimação, citando que a atribuição seria apenas de Gussem.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Michelle Bolsonaro cada vez mais implicada nas investigações de Flávio, diz jornal português

2 comentários

  1. Acabo de chegar de um comércio. Na televisão, passava uma reportagem que mostrava a imagem do Deltan Dallagnol. Enquanto isso, o dono do comércio discutia com um homem. Este dizia que praticamente todos os parlamentares fazem rachadinhas. O Dono do comércio disse a ele: “O fato de todos fazerem rachadinha não as descriminaliza”.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome