Novo presidente do BB deve priorizar venda de ativos

Anúncio da escolha de André Brandão deve ocorrer em breve; escolha causou certa frustração entre executivos do banco, que entendiam haver disputa interna

André Brandão, nome escolhido por Paulo Guedes para assumir a presidência do Banco do Brasil - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Jornal GGN – O anúncio oficial da escolha de André Brandão, do HSBC, para a presidência do Banco do Brasil deve ocorrer nos próximos dias, mas os executivos do banco público já foram informados da escolha do ministro da Economia, Paulo Guedes, de forma informal.

Segundo o jornal Valor Econômico, a escolha de Brandão causou certa frustração uma vez que existia uma disputa interna pela vaga, mas existe o entendimento de que o novo presidente vai levar o plano de venda de ativos do banco adiante, o que poderia ser comprometido caso o escolhido fosse algum funcionário de carreira da instituição estatal.

Cabe ao presidente Jair Bolsonaro formalizar a escolha. Após a oficialização, a decisão será submetida ao comitê de exigibilidade do Banco do Brasil. Se Brandão for aprovado, a indicação será publicada em edição do Diário Oficial da União (DOU) e, posteriormente, o nome do novo presidente do Banco do Brasil será divulgado ao mercado via fato relevante.

Antes disso, o anúncio não será feito para que Brandão possa se desligar do HSBC. O executivo assumirá o lugar de Rubem Novaes, que oficializou sua saída em 24 de julho.

 

Leia Também
André Brandão, do HSBC, deve assumir presidência do Banco do Brasil
Rubens Novaes, do BB, um cidadão sem rabo preso, a não ser com o BTG

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora