O PT e o compromisso com o erro, por André Araujo

Não é possível governar um grande Pais sem contar com a LEALDADE de quem se nomeia, ou será que Putin e Xi Jen Ping nomeiam gente que lhes pode prender?

O PT e o compromisso com o erro, por André Araujo

Assisti ao nascimento do PT em São Bernardo, onde tinha fábrica e o sindicato adverso era o do Lula. Na memorável greve de 41 dias em 1979 fechei o acordo representando a FIESP tendo do outro lado o Sindicato dos Metalúrgicos de S. Bernardo e Diadema, na Delegacia do Trabalho em Santo André. Do outro lado da mesa um Lula ainda só sindicalista. Conheço portanto, o PT antes do berço.

Por essas voltas da vida tornei-me depois por outras vias amigo de José Dirceu muito antes da vitória do PT em 2002, apresentado por um amigo comum, Dorival de Abreu, então presidente do PTB de São Paulo. Viajei depois várias vezes com Dirceu para os EUA onde ele foi considerado o líder do PT e assim recebido em Washington.

Já contei aqui mais de uma vez o pedido da então Secretaria de Estado Condolezza Rice para almoçar com Dirceu em 2006, Dirceu já não era mais nada mas ainda assim tinha enorme prestigio em Washington.

O PT teve magnifica vitória em 2002, mas seu declínio começou logo, em 2005, quando Lula sacrificou Dirceu no “mensalão”. Dirceu era o sucessor natural de Lula, jamais Dilma. Não compro a tese de que Dirceu seria o canidato de Lula se não fosse o “mensalão”. Não seria mesmo sem o mensalão. O candidato de Lula para 2010 seria Palocci e não Dirceu.

Dirceu como Presidente ofuscaria Lula e Lula sempre cuidou de proteger seu capital politico pessoal  mesmo com a destruição do PT.

Leia também:  Quem é o "terrivelmente evangélico" que pode ser indicado ao STF por Bolsonaro

Não vou me alongar com esse assunto e vamos analisar a trajetória atual do PT e seus notórios erros, sem perder tempo com criticas a estratégia ou a falta dela nas eleições de 2018, Os erros foram tantos e tão seguidos que abriram caminho para um grupo até então inexpressivo conquistar o poder sobre o Estado brasileiro. O PT tem grande responsabilidade sobre esse fato histórico. Não só erros do passado, mas tambem atuais.

1 º erro – VENEZUELA – Custou a eleição de Haddad em 2018. Muitos, os votos que faltaram,  não votaram no PT sob o raciocinio ” Não quero que o Brasil seja uma nova Venezuela”, a crise humanitária dos venezuelanos chocou e choca os brasileiros, não há nada que atenue essa tragédia

Lula se aliou com Chavez em 2002, tinha certa lógica. Após a morte de Chavez os laços desapareceram, Maduro NÃO era desde o inicio uma boa aposta. Por que apoia-lo?  Maduro foi um erro de Chavez, havia nomes muito melhores, como José Rojas, Vice Presidente Executivo da PDVSA e depois representante da Venezuela e de mais oito paises, inclusive Colombia e Espanha, no FMI. Homem preparado, formado em economia na França,
chavista. Porque Chavez escolheu um semi-analfabeto condutor de ônibus como Maduro, não poderia dar certo, o PT deveria ter se afastado à francesa.

A Presidente do PT ir à posse de um desgraçado, fracassado e inviável  Maduro  é inexplicável, mais que um crime, um erro, como diria Joseph Fouché à Napoleão a respeito do assassinato do Duque de Enghien. Já não bastam os problemas no Brasil, o PT procura problemas na Venezuela?

Leia também:  Entre o lixo psíquico digital e a censura na Internet no documentário "The Cleaners", por Wilson Ferreira

2º erro –  Marcio Tomaz Bastos, mero advogado criminalista de ricos, nenhuma categoria como jurista, foi o algoz de Lula ao indicar gente completamente inconfiavel para o Supremo e a PGR. Todos os carrascos de Lula foram indicados por esse péssimo Ministro da Justiça. Fiquei horrorizado quando convenceu Lula a usar meias suissas de seda, o que é isso? Bajulador, inventou Joaquim Barbosa e outros que enforcaram Lula. Não adianta dizer que uma vez Ministro do Supremo é independente. No mundo real NÃO é assim. Na maior democracia do mundo, os EUA, o Presidente ESPERA E COBRA lealdade dos juízes da Suprema Corte que indica. Não há essa franciscana “neutralidade”, politica é politica em Brasília, Washington ou Pequim. O Juiz do Tribunal Supremo não precisa afrontar a lei para proteger seu padrinho, MAS também não deve ter o prazer de ser carrasco. Roosevelt tinha marcação cerrada na Suprema Corte que ele indicou. Lealdade funciona na Paris, em Berlim e em Brasília, não se trai impunemente e Lula foi traído escandalosamente por juízes por ele nomeados por sugestão de seu guru legal. Minha opinião NÃO é isolada, no meio jurídico há muita gente que pensa como eu.

Não é possível governar um grande Pais sem contar com a LEALDADE de quem se nomeia, ou será que Putin e Xi Jen Ping nomeiam gente que lhes pode prender? Isso não existe em grandes países, nem nos mais democráticos. A perseguição a Lula é inexplicável historicamente a não ser por erros anteriores do próprio Lula. O erro nas indicações cruciais para quem pode denunciar e prender custou a liberdade perdida de Lula hoje.

Leia também:  Fora de Pauta

3º erro – Não reconhecer a realidade. Hoje o PT perdeu o jogo federal, MAS ainda tem considerável capital politico: 57 deputados na Câmara e os Governadores do Nordeste, não é pouco. MAS é preciso estratégia para usar essa capital. Como o PT não se juntou ao bloco progressista de oposição na Câmara, todos os partidos progressistas formaram um forte bloco, de mais de 100 deputados MAS o PT não se aliou, porque? Qual a LOGICA? O PT quer o que exatamente?

Tampouco fez composição na Mesa da Câmara. Lá não é questão de ideologia, é a divisão de tarefas de administração da Casa, pode-se compor com o pior inimigo, ficando de fora da mesa. Sendo o maior partido de eleitos no dia da eleição da Mesa, jogou fora poder na Casa, não tem logica.

A força do PT depende de alianças das forças que tentarão barrar a ultra  direita mas tem que ser em conjunto, como faz um exercito aliado numa batalha.

A liderança estratégica do PT é um fracasso absoluto no momento em que há um jogo complexo que exige estrategistas brilhantes e não fanáticos monotrilhos de visão estreita, provincianos e sem uma exata compreensão da trajetória histórica deste grande Pais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

165 comentários

  1. “Como o PT não se juntou ao
    “Como o PT não se juntou ao bloco progressista de oposição na Câmara, todos os partidos progressistas formaram um forte bloco, de mais de 100 deputados MAS o PT não se aliou, porque? Qual a LOGICA? O PT quer o que exatamente?”

    Claramente a estratégia do PT é se firmar como líder da esquerda brasileira e esperar que o poder lhe volte à mão por simples desgaste da direita. Toda estratégia do partido desde o impeachment aponta para isso, inclusive a manutenção da candidatura Lula até o último momento estava dentro dessa visão estratégica. Eles imaginam que jogando parados vão conseguir o que querem se forem pacientes. Claro que precisam também enquadrar os rebeldes que eventualmente lhe ameacem a posição de líder da esquerda.

  2. Não é simples assim

    1 – Por que o PT abandonaria Maduro à sanha dos EUA? Exigir isso é coonestar a perfídia de membros do STF escolhidos pelo PT.

    2 – Barbosa e Carmem Lúcia foram escolhas ruins, mas Toffoli desandou por problemas de personalidade/identidade, não por erro do PT, ao qual serviu com fidelidade canina.

    3 ~ Depois de ter ocupado a  presidência da Câmara por duas fezes, com empenho incomum e ferrenho  em prol da preservação das benesses daquela Casa e das obscenidades da ‘ilha da fantasia’, ficar longe  da Mesa Diretoria por um longo tempo é a unica contribuição decente ao alcance do PT. Lutar pela presidência faz parte do jogo do poder; por um  outro lugar na Mesa, um anelo por mamar em tetas invisíveis.

    4 – A desarticulação com Ciro era inevitável, pois o cearense é personalista e cínico, impermeável a alianças programáticas.

    5 – Sobre a falta de ‘estrategistas brilhantes’ para salvar o PT, me lembro da velha piada a que demos curso em meados dos anos 80, quando da escolha de Geisel pelos militares para a sucessão presidencial: “Honesto não tem; serve Ernesto?” Tinha sua graça naquela  época de desalento, hoje é tão idiota quanto cogitar de um ‘brilhante estrategista’ para um partido unipessoal…

    Continuo lendo André Araújo com interesse e admiração.

  3. André, você pirou?
    Algumas

    André, você pirou?

    Algumas repostas e afirmações:

    sobre o primeiro erro: Maduro semi-analfabeto é defeito? Lula é o mesmo em termos de letras. Qual outro letrado fez mais pelo brasil? Preconceito? Outro lance é o seguinte: independente de quem é Maduro, ou se está com ele e a luta pelos oprimidos ou com o tal gaidó e junto com trump, o mercado e o império. Você, pelo jeito, está com o mais forte!

    sobre o segundo erro: concordo em relação ao Márcio, em relação a falsa imparcialidae da justiça, mas devo lembrá-lo que o Lula não cometeu crime algum e quem iniciou a perseguiçao a ele foi a primeira e a segunda instância, não sendo de sua alçada, não teve culpa e as instâncias superiores foram pressionadas pela globo, que primeiro se submeteram ao moro e trf4. O erro que ouve foi dar grana a globo e não a indicação. Agora chamar os Eua de maior democracia do mundo, tendo apenas dois partidoa pra se alternarem no poder é de amargar!

    sobre o terceiro erro, o Pt não se aliou com o bloco progressita porque lá tem um bolsonaro que se diz de esquerda, mas suas ações só beneficiam a direita.  O nome dele é ciro gomes. e este é do bloco do eu sozinho. Está o usando o PDT só pra ter uma legenda pra dizer que é suA. Troglodita e sabotador dos progressitas. conFio mais em escorpião do que neste cara.

    Desculpe a sinceridade, mas é isso que penso do que escreveu.

    • Não compare LULA com Maduro,

      Não compare LULA com Maduro, peo amaor de Deus. Lula se fez SOZINHO, Maduro era mero abre-portas de Chavez, um nada absoluto, bronco e glutão, depois que assumiu o poder engordou 26 quilos, um lixo humano, com o Pais morrendo de fome fez uma farra gastronica no restauante mais caro de Istambul, especializado em porco, isso há dois meses.

  4. ERROS DO PT

    Boa noite

    A análise do André sobre as calamitosas decisões da direção do PT são impecáveis. 

    Vão ao encontro, inclusive, das análises do Prof. Aldo Fornazieri nesse GGN.

    Modestamente, escrevi em uma intervenção, que a direção atual do PT irá destruir o partido de vez, que definhará como definhou o PSDB. Gleisi e seu grupo — o grupo de Lula — mostram-se totalmente incapazes de pensar, planejar e executar medidas para enfrentar o que vem ocorrendo desde 2013. Antes, havia o Rui Falcão, outro inoperante. 

    O PT, como menciona o André, ainda tem um enorme capital político, que será destruído completamente por Gleisi e seus amigos.

     

    Um abraço e vamos à luta

  5. A honra do bandido

    Unidos no bem todos acusam o erro do outro para que o mal não lhes alcance.

    Assim unidos, governantes do PT deram o exemplo, “cortar na carne”

    Cortar na carne dói, aleija e mutila.

    E aí está o PT dolorido, aleijado e mutilado.

    Unidos no mal, entretanto, os bandidos são imbatíveis.

    Quem entrega o outro é punido, alijado e sacrificado para manter a integridade do grupo.

    Assim se sobrevive no crime, assim se sobrevive na política sem idealismo.

    O mal é um organismo forte, que sabe se defender e atacar quando quer e precisa.

    Os bons um dia aprenderão dos maus como se colocarem a salvo.

    Quanto ao mais, a opção de Chavez por Maduro, “o motorista chucro”. sempre será incompreensível para quem faz parte da elite, da mesma forma que até hoje é incompreensível a eleição do Lula apesar de seu sucesso.

    A aproximação com a Venezuela e outros países da América Latina pelo governo do PT é,  mais que uma “aventura política”, um anseio libertário há muito acalentado pelos povos oprimidos desses países.

    O Lula é essa besta perigosa que seria capaz dessa proeza e solto, só deus sabe o que ele faria.

    Seria capaz de criar uma terceira força  no continente americano para a qual “o mundo” não estaria preparado.

    Sobre as escolhas do Lula e da Dilma ,  o legislativo, o executivo e o judiciário trairam a ambos pela natural propensão que tem um organismo ameaçado a se defender com anticorpos. 

    A elite não tem amigos, tem interesses.

    • ERROS DO PT

      Boa noite

      Uma modesta observação sobre seu texto, se Você me permite.

      O governo de Maduro é indefensável. Acreditar que se aliar à Venezuela foi uma política libertária … um regime que manda matar, proíbe a wikipédia, prende opositores porque protestam … E o colapso econômico. Esse caos não é responsabilidade dos EUA.

      Lula escolheu Palocci como comandante da economia. Dilma, depois o nomeou novamente como ministro. Consta que esse infeliz amealhou uma fortuna que beira os 80 milhões. Agora delata e conta mentiras e mentiras. Não houve erro em acreditar em  umafigura como essa? E a inoperância de Dilma, que nomeou Joaquim Levy para implantar uma medonha política recessiva que resultou em 10 milhões de desempregados em apenas um ano. Elencar as besteiras do governo Dilma seria cansativo. Gosto sempre de lembrar da aliança dela com a Kátia Abreu, a Rainha da moto serra  …. 

      A césar o que é de césar. Desde a derrota ano passado, não consegui ler na mídia uma proposta séria vinda da direção do PT para organizar os mais pobres para enfrentar o governo protofascista. Talvez esperem que o poder volte às suas mãos por pura gravidade.

      É necessário renovar, com novas lideranças e novas ideias. Se o PT mantiver essa postura, daqui a quatro anos veremos a eleição de Moro ou de um dos filhos do esfaqueado. É necessário acordar. Para ontem. 

       

      • O indefensável

        O que levou o governo Maduro à situação que ele enfrenta hoje é sim, indefensável.

        Se o PT insistisse no poder e  eventualmente elegesse Lula, em menos de 2 anos viraríamos uma Venezuela.

        A nossa direita já estava impaciente na reeleição da Dilma que, diferentemente do Maduro, não renunciou e nem se opôs ao golpe.

        O problema do Maduro é ele contar com o apoio do povo e de seu exército, a despeito da crise que as pressões externas têm imposto ao país dele.

        Não sejamos ingênuos de achar que os governos da nossa américa têm alguma autonomia. Elege-se quem interessa e quando interessa.

        Quando essa lógica é contrariada, a crise é fatal, desejada e necessária.

        No mais, a política de integração da América Latina pretendida e fomentada por Lula tinha apenas o inconveniente de contrariar a supremacia norte-americana e, principalmente, permitir que os mercados da américa de baixo se unissem, se fortalecessem e negociassem com quem bem lhes aprouvesse.

        Aqui um pedacinho do passado recente

        https://resumohistoria.wordpress.com/2008/04/03/mercosul-integracao-em-crise-tentando-entender/

         

        Resumo de História

        Os melhores resumos da internetInicialhttp://www.educacao24horas.com.br

        Mercosul: integração em crise? – tentando entender.

         

         

         

         

        Na reunião de Chefes de Estado do Mercosul, em 2007, o presidente Lula defendeu a unidade do bloco e cobrou de seus colegas presidentes mais rapidez nas decisões.

         

         

           

           

         

        Chegou a comparar o Mercosul a “um filho feio que ninguém quer” e apontou a pressão de “inimigos internos e externos” como responsável pela lentidão na concretização dos acordos, dizendo que os presidentes devem fazer valer seus mandatos, sem ceder a um ou outro setor, mas mantendo o foco no conjunto da economia.

         

        Afirmando que o bloco, em parte, não avança por causa dos próprios países membros, Lula exemplificou mostrando como as divergências entre a Petrobras e as estatais petrolíferas da Venezuela e Bolívia foram resolvidas por decisão política dos presidentes dos três países. 

         

         

        ——————————————

        Divergências na América do Sul 

        continua….

         

      • Os pobres

        …”Desde a derrota ano passado, não consegui ler na mídia uma proposta séria vinda da direção do PT para organizar os mais pobres para enfrentar o governo protofascista. Talvez esperem que o poder volte às suas mãos por pura gravidade.”

        Nem você conseguiu ler na mídia, nem eu, e nem ninguém.

        A mídia não dá voz ao PT  desde sempre, não é mesmo, Nelson?

        O PT é a criança do passado – é para ser vista e não ouvida.

        É para ser educada e punida e tudo o que ela fizer de bom será mérito dos pais.

         

        A esquerda foi desarticulada, como o seria, mais cedo ou mais tarde, por mais que fizesse.

        Nenhum governo socialista é bem visto pelo capital.

        As benesses ao povo só devem durar o tempo suficiente para que o povo não perca a confiança no sistema e para propiciar que ele amealhe alguma riqueza para ser tomada.

        A esquerda não vai poder se movimentar tão cedo, sob pena de sofrer com a pesada mão do poder da força policial e em todos os níveis de poder.

        Ela vai ter que se fortalecer em silêncio.

        Se v. não tem visto manifestações de rua, tente passar perto de alguma (com prudência para não ser agredido pela polícia ou pela direita radical)

         

        • VALEU, AMORIZA

          Quero agradecer o tempo que Você dedicou a comentar minha modesta intervenção.

          Todos os progressistas, sabemos que os governos de Lula e o primeiro mandado de Dilma foram os únicos nos quais os pobres  foram tratados como gente. 

          A liderança de Lula e a criminosa condenação que sofreu são também reconhecidas, até por pessoas honestas no campo liberal.

          O que o André e outros (mesmo no interior do PT), chamam a atenção é para a falta de estratégia da direção do Partido durante o período em que esteve no poder.

          Que o PT seria bombardado pela mídia, evangélicos interesseiros, FIESP etc. já sabíamos. A questão era produzir estratégias para fortalecer a vinculação com os mais pobres. Isso não é fácil mas parece ter sido algo que se esqueceu durante os anos do Milagrinho. Somente mais duas obervações para não tomar seu tempo: as alianças com o esgoto da política não podem ter perdão. Referi-mo aos salamaques em prol de Sarney, Temer e outros canalhas. Jamais esqueci do abraço de Lula e Haddad (que foi, como bom soldado) ao Maluf, na casa do mesmo. Isso para ganhar alguns votos na eleição para a prefeitura de Sampa. Maluf, corrupto imundo, favorável ao AI5, à tortura e ao assassinato disse mais de uma vez, de boca cheia. “Estou onde sempre estive, quem mudou foi o PT. Mesmo sabendo que não seria possível governar sem uma coalizão, certas barreiras éticas não podem ser transpostas. Não é possivel se misturar com torturadores e assassinos em nome da governabilidade. Segundo, o personalismo em torno de Lula bloqueou a ascensão de novas lideranças. Isso é visível. Daqui a um ano e meio terá início a campanha para as  eleições municipais. Em São Paulo, tirando o Haddad, não há nenhum nome de destaque. A Presidenta do PT deveria estar na periferia de São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, batalhando para reorganizar o partido e não ir à Venezuela, apoiar um morto vivo como Maduro.

           

          Um abrçao e tudo de bom.

          • Modesta intervenção

            Nelson,

            um presidente não escolhe a quem governar.

            Presidente governa a todos e governa para todos.

            Governa a todos por força constitucional e para todos que a ele possam se opor.

            Para governar a todos indistintamente e sem oposição impõe uma ditadura.

            Para governar para todos e com todos, faz acordos, coalizões e concessões.

            Aliar-se ao  Maluf, realmente, fez nojo, tanto quanto ir orar na IURD encarando a lustrosa careca do Edir Macedo.

            Faz parte.

            Maluf pagou tão caro quanto Lula por essa associação e ambos perderam: o povo e o partido.

            Isso é democrático e republicano.

            Sobre as alianças com a rede esgoto o que o PT fez e pagou com a vida, foi ter perdoado as sua dívidas.

            E a Globo respondeu assim: 

            com denúncias diárias, ilações, acusações, demonizações da Dilma e do Lula, omissões, menções pejorativas dos governos petistas, PORQUE ELA ESTÁ ENVOLVIDA ATÉ O PESCOÇO NOS ESCÂNDALOS QUE DENUNCIA.

            É por fogo na casa, acusar o irmão, trancar a porta e sair correndo.

            A casa cai, o irmão morre e o incendiário passa por herói.

            Vai longe explicar tudo, mas as evidências estão nas consequências.

            E as consequências são o bozo e seus bozetes amestrados.

            Agora amemos os novos eleitos e cantemos em coro com pedras na mão, em alto e bom som:

            A CULPA É DO PT, A CULPA É DO PT, A CULPA É DO PT.

             

      • Escolhas difíceis

        Lembro-me de ter visto num depoimento de Lula ao moro a resposta lógica que acode a pessoas inteligentes como Lula.

        Perguntado sobre por que teria nomeado um corrupto como Pallocci como homem de confiança de seu governo Lula respondeu, do alto de sua língua presa:

        -O sr. acha que se eu soubesse que ele era corrupto eu o teria nomeado?

        -O sr. acha que as pessoas têm uma letreiro assim na testa piscando…”corrupto, corrupto”

        -O sr. sabe o que seus filhos estão fazendo agora em casa?

        -Então, como eu ia saber o que os meus ministros estavam fazendo de errado enquanto eu governava?

        E sobre a delação de Pallocci, Lula, a sua mais lesada vítima, compreende e diz que o cárcere amolece a língua de qualquer um.

        Sobre Dilma, Joaquim Levy e os 10 milhões de desempregados, não sei se você ouviu falar de um tal de Eduardo Cunha, que travou todas as medidas legais para a contenção da crise (administrada desde 2008) através das pautas bomba e da sabotagem do governo no congresso?

        Sobre a aliança da Dilma com a Kátia Abreu vai para você uma pergunta nada retórica:

        O que você acha mais legal: um acordo de cavalheiros entre ruralistas e os sem terra ou a entrega de um ministério aos ruralistas para que eles administrem todos os bens, direitos e pessoas de acordo com seus interesses prioritários enquanto ruralistas?

         

        Um dos principais líderes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), o economista João Pedro Stedile, fez críticas à aliança do governo Dilma Rousseff com a senadora Kátia Abreu, porta-voz dos ruralistas, e defendeu a reforma política para mudar as regras de financiamento de campanhas, em discurso no segundo dia do 6º Congresso Nacional do MST, em Brasília.

        “Não adianta ficar falando mal da Dilma. A Dilma pessoalmente é uma coisa, mas outra coisa é o governo Dilma. É um governo de composição e lá dentro tem os banqueiros, tem os empresários, tem a classe média, tem até a Kátia Abreu no governo da Dilma”, afirmou Stedile na manhã desta terça-feira (11).

        E completou: “Mas tem também companheiros de esquerda e companheiros que defendem a reforma agrária que temos que valorizar, não podemos botar tudo no mesmo balaio. Mas é um governo de composição de forças antagônicas e num governo assim é difícil avançar”.

        https://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/02/1410470-stedile-critica-alianca-de-dilma-com-katia-abreu-e-defende-reforma-politica.shtml

         

      • Deus, Jesus e o Judas

        “Lula escolheu Palocci como comandante da economia. Dilma, depois o nomeou novamente como ministro. Consta que esse infeliz amealhou uma fortuna que beira os 80 milhões. Agora delata e conta mentiras e mentiras. Não houve erro em acreditar em  uma figura como essa?”

         

        Parece-me que na História (e se for verdadeira) o único traidor que se conhece de que o traído já esperava por seu ato foi Judas. Segundo os escritos da Bíblia Deus o escolheu para “entregar” o seu Filho às mãos de Pilatos, representando do Império Romano. Há quem diz que Judas não queria ser o traidor, mas coube a Jesus, depois de pressionado pelo seu Pai, convencê-lo da missão divina a que fora determinado: trair o seu próprio filho.

         

        Você acha que poderia haver algum paralelo entre as traições de Palocci a Lula com aquela de Judas a Jesus?

         

        Interpretações são livres e as histórias são escritas pelos homens. Não?

        • O letreiro

          Bom, se Jesus contratou Judas mesmo sabendo que ele iria sacanea-lo, ele o fez divinamente.

          Lula e Dilma, apenas não viram o letreiro  na testa do Palocci piscando intermintente com as palavra “corrupto, corrupto, corrupto”

          Se em inimigo do povo já se confia, tanto,  que mesmo  insultando todo mundo bolsonaro foi eleito.

          Imagina em amigo de partido.

          E repito, assim como na dor, toda carne se trai, no cárcere toda boca se abre para dizer o que lhe mandam.

    • NADA A VER LULA COM MADURO.

      NADA A VER LULA COM MADURO. Lula é um genio politico que construiu sua trajetoria sem padrinho.

      Maduro era um carregador de pasta de Chavez, considrado BURRO até por seu apoiadores atuais.

  6. Tenho muito respeito pelas

    Tenho muito respeito pelas análises do André Araújo, ainda que em alguns casos eu possa fazer algum reparo, que são apenas diferenças de opinião. Entretanto, esta análise rasa sobre os erros do PT é de chorar. Dizer que o PT nunca errou seria uma heresia completa. Os erros foram muitos, mas certamente a posição sobre a Venezuela não “custou a eleição de 2018”. As razões para isto são muito mias complexas e não creio que eu tenha competência para discorrer sobre isto, mas certamente esta questão da Venezuela não custou a eleição. Me arriscaria a dizer que uma grande parcela do eleitorado, localizado nas classes sociaias mais desfavorecidas, sequer sabe o que se passa na Venezuela. E não falo de entender a questão politica venezuelana, mas de realmente nem se inteirar do que se passa no país vizinho.

    Seguramente, como apontado aqui em váriois outros fóruns, as nomeações para os cargos chaves, principalmente no Poder Judiciário e Ministério Púiblico, foram decisivas para o desenrolar da queda do PT, que ainda me custa a tomar como queda. O partido ainda tem muita força, tanto que elegeu a maioir bancada para a câmara, em um ambiente completamente desfavorável. Retornar ao que era antes dependerá, em minha opinião, de muitos outros fatores, sendo que alguns deles estão um pouco fora do controle do próprio partido.

    O erro do PT que agora se apresenta ainda é a sua eterna incapacidade de dividir espaço político à esquerda. E nem estou falando de Ciro Gomes, que para mim não passa de um candidato de direita travestido de centro-esquerda (poucos se lembram, por exemplo, que a proposta de reforma previdenciária de Ciro Gomes era muito parecida com a que Paulo Guedes está tentando nos empurrar goela abaixo), mas de começar a abrir espaço para o PC do B. A ação regimental tomada esta semana tentando impedir a fusão do PC do B com o PPL foi uma tremenda bola fora. Os comunistas são aliados há mais de trinta anos e, nem de perto mereceriam o tratamento que o PT os dispensou. Isto acabou os empurrando para um outro bloco parlamentar ao lado de partidos como o Patriotas (do impensável Cabo Daciolo), o PPS (de Roberto Freire), o PSD (fisiologismo puro) e outros menos cotados. Não vou citar o PDT, porque este, para mim, embarcou na aventura Ciro Gomes que tende a ser uma nova Marina. Sem base social, ninguém avança à esquerda. Por outro lado, o PT se juntou ao bloco com o PSB, que já nem é tão confiável assim, vide a atuação do partido em momentos importantes de 2013 para cá. De positivo, apenas a reaproximação com o PSOL.  

  7. Muda PT, muda !

    Perfeito, André. Mas prepare-se: em vez de contestação com argumentos fundamentados, você será “contestado” com adjetivos: FDP, fascista, etc. Aquela conhecida falácia ad hominem.

    O último erro gravíssimo do PT foi enfiar uma faca nas costas do PCdoB – seu aliado há mais de 20 anos. Sem necessidade. Até a ponderada Manuela D’Ávila tornou pública sua revolta. De forma educada, mas contundente.

    Torço para que haja uma mudança na orientação política do PT, porque o PT é um partido muito importante para o povo brasileiro. Menos arrogância, por favor !

     

    • Muda PT

      Marcos Videira

      Boa noite. Concordo com Você 100%.

      Com essa direção, o PT comete um longo e inexorável suicídio. E pior, frustra milhares de militantes, sobretudo os mais jovens. 

      Nessa eleição da Câmara, o certo era o PT fechar questão e apoiar o Marcelo Freixo. Não foi o que ocorreu. Aliás, é visível o declínio do nível dos deputados eleitos pelo partido que, um dia, teve em sua bancanda um homem do nível do nosso grande mestre Florestan Fernandes.

      Um abraço.

    • Discordo!

      Foi o PCdoB quem apunhalou os seus eleitores e os partidos aliados de esquerda pelas costas ao implodir a formação de um bloco de esquerda com o PT, PSOL e a Rede e apoiar o Rodrigo Maia para a presiddência da Câmara.

      Os eleiotres da Manuela criticam a nota emitida por ela. O PCdoB teve dificuldade em superar a clásula de barreira. Desse jeito não conseguirá superar nas próximas eleições. Boa parte dos seus eleitores tenderão a migrar para outras legendas como o PSOL e o PT. 

  8. Os erros do PT
    Abandonar Dirceu foi um erro gravíssimo. Apoiar Maduro, nem tanto. Se este país estivesse forte ainda poderia ajudar a Venezuela.
    Agora, as escolhas dos ministros do STF foram como cavar a própria sepultura. E, pior, essa esculhambação que virou o supremo (deveria chamar-se ínfimo) gerou a bagunça que viraram as demais instituições e destruiu a constituição. Um supremo minimamente sério teria barrado a lava-jato, está sim uma máquina de desgraças.
    O André esqueceu-se de falar na PGR. Dilma colocou o Janot lá. Chamar esse cara de pilantra é um elogio.
    Hoje o Brasil virou essa “zona” e a tendência é ir ficando pior e pior…
    Me filiei ao PT em 2016 e já me afastei do partido. Me parece que o único desejo de quem está na política, ou da maioria, é pegar o “seu”, seja isso somente um cargo,etc. Tem gente boa lá, mas muita gente disputando lugar e muita demagogia sem nenhum projeto.
    Chegando aos petistas eleitos: eles “se endireitaram”, eles estão isolados e assumindo uma posição à direita: é o desejo de permanecer no poder. Se apertarem um pouco mais, virarão neoliberais….às vezes tenho essa impressão.

  9. O pt não se isolou do bloco
    O pt não se isolou do bloco progressista. Foram figuras como Ciro Gomes e Marina que articularam-se para isolar o PT pensando nas próximas eleições.
    Eu adicionaria à lista de erros graves do Lula ter escolhido Temer como vice de Dilma, colocando um dos grandes mafiosos de Brasília na linha sucessória de uma presidente politicamente analfabeta de pai e mãe. Um erro do PT como partido foi nao ter produzido outras liderancas politicas alem de Lula, hoje o partido vive sindrome de abstinência de Lula. Haddad, apesar de competente tecnocrata, não tem a menor vocação para líder político, ele nao incorpora esse personagem nem a forceps.

  10. O PT morreu como força

    O PT morreu como força política no Brasil.

    Seu nome, devido à propaganda intensa da imprensa corporativista e proto-fascista, é sinônimo de crime e seus membros são evitados como a praga. A partir de agora, quem se associar com o PT estará assinando seu suicídio político a longo prazo. Esse ciclo de centro-esquerda acabou de vez no Brasil e o PT irá desaparecer aos poucos, como ocorreu com o PSDB. Se a esquerda brasileira (o que sobrou dela) apostar suas fichas no PT, irá desaparecer.

    Não que importe muito. A tendência agora é a perseguição político-midiática-ideológica contra todas as esquerdas… Se apoiar nelas é perda de tempo. Nem mesmo a população acredita nessa ideia de solidariedade e progresso econômico consciente. O brasileiro médio quer ganhar bem para comprar uma arma e poder espancar sua mulher em paz (como todo cidadão de bem).

    Pelos próximos 10 anos podemos tentar contar com políticas de centro (no máximo), mas a esquerda efetivamente acabou. E o PT é um cadáver ambulante.

    • O PT morreu como força

      Não concordo com essa visão dos erros do PT apontados no texto, acho que antes de comentar política os referidos jornalistas deveriam fazer uma autocrítica do que foi a imprensa brasileira nos últimos anos. A imprensa perdeu o time dos acontecimentos, tanto a grande mídia como a mídia alternativa estão sem rumo, vivem de mexericos implantados e ajudaram a criar esse imundo político que está ai, todos de mãos dadas rumo ao abismo. A pessoa capaz de fazer a leitura política do momento está refém do sistema que sangra cada dia um setor da sociedade, pobre do brasileiro impossibilitado de sonhar e agora passa a ter pesadelo com o monstro que criou e tenta jogar a culpa na política. Se houve erros cometidos nas escolhas partidárias não devemos esquecer os 36 milhões de brasileiros tirados da pobreza, isto por si só já basta como o maior legado deixado e certamente nunca mais veremos aqui nas terras tupiniquins. A troca de poder é salutar na convivência democrática e vai possibilitar o enriquecimento político do povo mesmo que a duras penas e novamente, o presidente Lula direta ou indiretamente é o grande responsável por isso e se tornou o grande mago da política e gera pânico em seus adversários.

    • Na verdade, morreu a esquerda fisiológica, à qual só interessa ter a chave do cofre e o controle da Petrobrás, CEF, BB, fundos de pensão, etc. O caminho está aberto para a eclosão de uma nova esquerda, social-democrata, focada no atendimento de demandas realmente populares (e não “identitárias”) e no cumprimento da Constituição de 88.

      Se a própria esquerda fisiológica, desalojada do poder, conseguir entender a necessidade de parar de lutar apenas para retomar para si a chave do cofre, e em vez disso lutar para que 100% dos brasileiros tenham saúde, segurança pública, educação de qualidade, até mesmo ela volta ao poder. Mas tem que ser pela via do atendimento real às demandas do cidadão pagador de impostos. A via marketeira, de ficar demonizando a direita e esperar que os votos venham por inércia, que o PT usou para se tornar partido grande, acabou.

  11. Interessante essa questão da Venezuela

    Interessante essa análise da Venezuela, bem original.  Mas aqui no Brasil, nada é tão ruim que não possa piorar. Em setembro deste ano, Dallagnol será escolhido para presidir o MPF, setembro do próximo ano Luiz “mata no peito” Fux assumirá a presidência do STF e neste mesmo ano (novembro de 2020) terá a troca no Supremo de Marco Aurélio pelo “imparcial” Moro. É simplesmente assustador

  12. Desculpem-me a ignorância

    Desculpem-me a ignorância política. Mas, se Lula/PT só tem errado, o que ele deveria ter feito concretamente de outro modo para evitar o desfecho fascista? Apostar no Dirceu, que a elite parece odiar mais que ao próprio Lula? E quem Lula/ PT deveria ter nomeado para o STF e por sugestão de quem? Quem deveria ter sido guru jurídico do Lula/PT? Se os erros do Lula/PT são tão evidentes assim, não houve nenhum amigo que lhos apontasse em tempo de evitar o desastre? Enfim, que peças e manobras ele deveria ter usado no lugar das que usou?

  13. Sr. André, tu vai malhar em

    Sr. André, tu vai malhar em ferro frio. Os fanáticos da turna do PT e da esquerda são incapazes de entender e muito menos aceitar o que você está dizendo. O PT surgiu no ABCD. Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema. Pergunto: Qual dessas cidades o PT governa hoje? Nenhuma. Isso é muito significativo.

  14. Judas também estava desde o princípio
    Mais um “mal amado” que despeja seu despeito contra Lula e o PT. Ele “sabe de tudo”, até do pensamento de Lula. Ah vai TRABALHAR, vai construir alguma coisa em vez de ficar destilando ilações, fofoquinhas, disse me disse, histórias da carochinha. Vai tirar 40 MILHÕES da miséria, em vez de fazer politicagem baixa.

  15. Maduro

    Maduro de fato foi condutor de bonde, ou ônibus. Mas não é um lunático perdido no tempo e no espaço como quer ver o articulista. De fato não tem cultura formal. Não obstan te, política não se aprende no banco de alguma escola, muito menos escola burguesa.E não foi um erro ir à posse do Maduro e nem é um erro apoiar a Venezuela, A uma, as coisas lá não estão ruins como a mídia e jhornalistas querem fazer crer e são muito mais fruto das sanções que de incompetência gerencial. A duas, Maduro tem apoio de grande parte da população, no mínomo 50% e, ainda, apoio da Russia, China, Irã India, Africa do Sul e alguns outros, como Cuba, que é reponsável por todo o serviço de inteligência junto as ForçAs Armadas Venezuelana. Se Maduro é um boçal, que pensar de Bolsonaro? Quanto |às nomeações, lembro que elas foram fruto de uma troca de favores com a bancada conservadora, visando obter apoio para aprovaçao de projetos. A vergonha  e a desfaçatez não estão com o PT por alguma falta de bom sensoo,  e sim com os nomeados.Aliás, pela Teoria dos Frutos da Árvore envenenada, pelo menos 09 ministros do STF deveriam solciitar exoneração, porque estariam todos contaminados . O erro maior, se é que assim se pode charmar, foi acreditar no tal republicanismo, e abir mão do exercicio do poder. Isso é fatal em qualquer lugar que se conheça. Basta atentar para as decisões do Ministro Gilmar Mendes eem favor do PSDB. No mais, o PT, mesmo sendo minuto a minuto bombardeado pela grnde mídia, ela mesma concesssinária de serviços públicos, ainda assim, o PT se saiu em segundo lugar na campanha eleitoral, enquanto o culto e soberbo PSDB praticamente foi extinto do mapa eleitoral.Outro erro crasso do PT foi permitir a muitos de seus membos derivar o comportamento para objetivos eleitoreiros e não programáticos. O erro permanece até hoje e até mesmo se pretendende abandonar Lula à própia sorte. Não é o PT como um todo que está errado, é o País!!!! Vamos recordar que um ministro nos chamou – a todos-, de ladrões e canibais. E segue firme e forte em seu cargo público. RE nós continuamos aqui na janela vendo o “clow” passar”

    • Meu caro, como Maduro pode

      Meu caro, como Maduro pode ter apoio da população se gente muito pobre está fugindo em GRANDE QUANTIDADE para Colombia, Peru, Panama e Brasil (para aqui poucos) por falta de COMIDA? Não é burguesia, é a pobreza.

      Ignorar a realidade é erro grave em politica.

  16. Fiz um comentário que até

    Fiz um comentário que até então não saiu, mas quero dizer que não estou querendo desmerecer o articulista como sendo desqulificado, de forma nenhuma. Até por isso achei estranha esta coisa de criticar o Pt e ver apenas erros e não acertos na administração dos trabalhardores, porque pra fazer isto o brasil encheu a mídia , o judicário e seus apêndices desta gente. Só bater agora no Pt é agir como o cid  e o Mano brown na campanha eleitoral. É fazer coro aos adversários.é dividir pra consquistar como o ciro faz .  Quero apenas sugerir ao André que faça um artigo em que possa expor o compromisso do Pt também com o acerto. Sim, porque se com tantos erros cometidos o Pt foi o partido que em dez anos fez mais pelo trabalhador, imagina se pudesse ficar uns vinte anos no poder. Se for assim, prefiro os erros do Pt aos acertos dos anti-petistas.

  17. A eleição para a presidência

    A eleição para a presidência da Câmara dos Deputados foi um trunfo do Rodrigo Maia. Sua estratégia era controlar a maioria governista e a minoria de oposição. Para tanto conseguiu amplo apoio dos partidos do baixo clero. Para evitar uma oposição combativa, o candidato do DEM entrou em acordo com o PDT e o Ciro Gomes para esvaziar a influência do PT e do PSOL.

    Como Rodrigo Maia tem o PCdoB nas mãos com a promessa de barrar qualquer tentativa de CPI da UNE, conseguiu facilmente a adesão dos comunistas. Dessa forma, ele direcionou parte dos partidos de sua base para formar um bloco parlamentar que fosse grande o suficiente para representar a liderança da minoria. Esse grupo foi formado pelo PDT e PCdoB e pelas legendas de aluguéis como o PROS, Podemos, Patriotas, PPS, Avante. Esse bloco conquistou 105 deputados contra 97 do PT-PSB-PSOL-REDE.

    Esse bloco formado pelo PCdoB e PDT não tem nada de oposição e sim uma linha auxiliar do presidente da Câmara. A única finalidade dessa manobra foi evitar que uma oposição combativa representasse a minoria na Câmara. Foi uma manobra muito bem sucedida do Rodrigo Maia que contou com os pelegos PCdoB e PDT.

    Quanto a derrota eleitoral do PT e dos partidos de esquerda. A resposta está muito mais ligada as estratégias sujas de Steve Bannon do que qualquer outro motivo. Na véspera das eleições ocerreram dezenas de milhões de disparos de mensagens no whatsapp, funcionando como uma eficiente boca de urna de proporções nunca vistas no país.

    Candidatos virtualmente eleitos foram derrotados por essa manobra como foi o caso do Requião, Suplicy e Dilma. Esses candidatos tinham mais de 30% dos votos para o senado e mesmo assim foram derrotados. Por outro lado, candidatos desconhecidos como Zema em Minas Gerais ou o Witzel no Rio de Janeiro tiveram desempenho impressionante devido a esses disparos de whatsapp.

    Isso sem contar a manobra suja do recadastramento biométrico que impediu mais 3 milhões de eleitores, a maioria do nordeste, de  votar. Também teve a manobra suja do Dias Toffoli de bloquear 400 milhões do orçamento do Estado de Minas Gerais na véspera das eleições para prejudicar a candidatura do PT em um dos principais redutos do partido. No Amapá todos os candidatos do PT foram impugnados.

    Foram tantas as manobras para destruir o PT que chama a atenção o partido chegar no 1º turno com cerca de 30% dos votos com um candidato fraco como o Haddad e eleger uma bancada expressiva na Câmara.

    Não foi uma eleição normal. Muito pelo contrário, foi uma verdadeira fraude em grande escala. A maneira como táticas sujas subverteram o resultado é que deve ser analisado com muita atenção.

    Nessas eleições, o resultado em si não importa tanto, o que realmente importa é saber exatamente como as táticas de Steve Bannon influenciou no resultado eleitoral. Da mesma forma o Partido Socialista francês nas últimas eleições saiu mais de 300 deputados para apenas 29. A derrota que o PT sofreu é paralela a derrotas que a esquerda vem sofrendo no mundo todo, e em parte esses resultados tem muito a ver com a vitória do Trump, do Brexti e da ascensão da extrema direita na Europa.

     

  18. Há controvérsias; e muitas

    1. O PT não se isolou na Câmara dos Deputados, isso é absolutamente falso. 

    2. O PT pertence ao bloco formado pelo próprio PT, além de PSB, PSOL e REDE. O PT tentou de todas as formas integrar PDT e PC do B a esse bloco mas infelizmente não foi possível. 

    3. Para a disputa da presidência da Câmara o PT, tão acusado de “hegemonismo”, abriu mão de ter candidatura para apoiar o Freixo do PSOL. Esse apoio foi dado por PT, PSOL e REDE e o PSB lançou candidatura própria, do JHC de Alagoas. 

    4. Lamentavelmente PDT e PC do B preferiram apoiar a candidatura de Rodrigo Maia do DEM. 

    5. Em relação aos blocos estabelecidos, o composto por PT, PSB, PSOL e REDE é o segundo maior da Casa, com 97 parlamentares, e perde apenas para o bloco governista. O bloco formado por SOLIDARIEDADE, PODEMOS, PROS, PPS, AVANTE, PATRIOTAS, PV, DC, PDT e PC do B é o terceiro maior com 94 parlamentares. 

    6. O PT acertou ao não votar no Maia do DEM e acertou ao conformar um bloco com PSOL, PSB e REDE. Infelizmente PDT e PC do B preferiram outro caminho – que reputo ser equivocado. 

    Quanto a Palloci ser o eventual sucessor de Lula, é algo absolutamente fora da realidade. Uma verdadeira piada. 

    • Os “Progressistas” Estão Chegando…

      Exatamente isso, o item 3º (em artigo cheio de brechas factuais), na integra não sustenta-se factualmente e deveria ser eliminado pelo autor, conforme explicitada a constituição do mesmo no comentário, escancarando que não procede a critica que o mesmo contém.

      Faltou apenas identificar o DNA dos partidos que formam tal “Bloco Progressista”, nominando quem são os progressistas que de fato os comandam: SOLIDARIEDADE, Paulinho da Força, PODEMOS, Alvaro Dias, PPS, Roberto Freire, PATRIOTAS, Cabo Daciolo, PV, Penna, DEMOCRACIA CRISTÃ, Eymael, PROS, AVANTE, além de  PDT e PC do B. 

    • Exatamente

      Concordo com muitas das críticas de André Araújo. Por exemplo, não entendi o sacrifício imposto a Dirceu na farsa do Mentirão. Também critico as escolhas de Lula para a PGR e para o STF, no que foi seguido por Dilma. Mesmo assim,  o maior erro estratégico de Lula foi não se candidatar à Presidência em 2014. Teria sido facilmente eleito e a história que vivemos seria outra. Mas apoio todas as  colocações desse seu excelente comentário, Diogo. Quanto a Pulhoci, Lula só o indicaria à Presidência se houvesse enlouquecido. Mas, depois do grande serviço prestado ao governo Lula e ao Brasil pelo Caseiro, não entendi a indicação do tinhoso pelo PT e sua nomeação para ministro por Dilma.

    • O partido do amigaço dos
      O partido do amigaço dos coronéis cearenses e tucano enrustido, outrora fujão, foi traíra na votação do impeachment, não se deve esquecer disso, pois o cidadão se enche de biquinho ao falar do PT….

      Direitoso que é está doidim pra aderir a esse desgoverno de aloprados, inclusive se oferecendo pra mediar a destruição da previdência, isso sim é falta de estratégia……ou acredita que puxando o saco do capital e destruindo a aposentadoria dos mais pobres pode se cacifando pra algo? Será que é isso que ensinam nos cursinhos de verão de rarvááádi?….

  19. Erros do PT
    Serei criticado, mas entendo que ao tomar para si brigas e bandeiras que dividem mais do que somam. Maiorias e minorias fazem parte do jogo democrático. Mas para quem subsiste do voto, o PT errou ao se juntar as minorias contra a maioria em situações polêmicas que deviam tomar o caminho do legislativo, e nunca do executivo ou do judiciário. Um exemplo é a diminuição da maioridade penal para crimes considerados hediondos. Podemos até perder batalhas, desde que ganhamos a guerra.

  20. Os erros na área militar
    Outro erro crucial, não comentado pelo autor do artigo, se deu na área militar. A indicação de Lula de Nélson Jobim para o Ministério da Defesa é fundamental para se entender a crise militar de hoje. Ele reformulou toda estrutura funcional do Exército, considerada desfuncional na época, só que promoveu a artimanha de modificar os critérios de promoção da força. Os militares nacionalistas foram postos de lado, o “tucanato” militar liderados por oficiais neoliberais da estirpe de Augusto Heleno, Villas Boas, Sérgio Etchegoyen e Mourão (os três últimos gaúchos como Jobim) formaram a camarilha que sufocaria Dilma a partir de 2013. É claro que ajudados muito pela miopia da equipe de Dilma que jogou gasolina na fogueira com a Comissão da Verdade.  Essa comissão xiita, ao desferir ataques pessoais ao integrantes da alta cúpula militar, como as acusações contra o pai de Sérgio Etchegoyen, serviu de desculpa conveniente para que a até então inexpressiva camarilha militar de Jobim compusesse um bloco hegemônico nas três forças. Sérgio Etchegoyen, promovido a condição de vitima pela comissão da verdade, logo se tornou o porta voz do generalato pela derrubada de Dilma. Ao mesmo tempo um nulo deputado federal, Bolsonaro, se impulsionaria como porta voz dessa ultra direita militar nas redes sociais, com um discurso que lhe foi entregue a la carte pelos próprios petistas. Mas, voltando a Jobim, sua atuação como “cabo Anselmo” do PT ficou evidenciado mais uma vêz quando ele se apresentou nos bastidores como o Tertius a substituir Dilma na antessala do impeachment. Hoje ocupa a vice-presidência do banco BTG Pactual, fundado por nada menos que Paulo Guedes, em um governo que a ala militar é quase toda de militares que subiram na hierarquia promovidos por ele.  E há ainda quem considere Lula o “maior gênio da política nacional” desde Getúlio.

    • O PT e o compromisso com o erro

      -> É claro que ajudados muito pela miopia da equipe de Dilma que jogou gasolina na fogueira com a Comissão da Verdade.  Essa comissão xiita

      a considerar:

      – Bolsonaro é consequência direta de nunca ter sido revisada a unilateral Lei da Anistia;

      – qual o segredo oculto na Casa da Morte? os porões da Ditadura jamais poderiam operar sem bater continência aos Generais Ditadores, e muito menos sem o patrocínio dos grandes empresários;

      – Bolsonaro é o Capitão do baixo-clero da tortura: sargentos, policiais, milicianos, grupos de extermínio, esquadrões da morte;

      – Mourão é o General do grande capital: esta lama tóxica que expropria e destrói nossos recursos minerais e humanos;

      – Mourão e Bolsonaro não existem um sem o outro. assim como os grandes empresários não existem sem os dois.

      .

    • Negativo. Minhas criticas ao

      Negativo. Minhas criticas ao PT, criticas construtivas e não ideologicas, existem aqui no blog desde que o blog existe.

      Ajuda mais quem aponta o erro do que quem elogia o erro.

  21. o erro foi apostar na negociaçao e confiar na democracia?

    O PT é fragil hj nao só devido as suas escolhas, mas pq foi bombardeado desde sempre e mais do q nunca qd chegou no poder. Caso tivesse enfrentado as forças conservadores em 2005, por exemplo, nao teria durado mais no poder, ou teria feito uma revolução. O PT deve ser responsabilizado pelos seus erros, mas o raciocinio do autor SUBESTTIMA seus adversarios como se vivesse num mundo ideal onde nossa vontade determinasse as coisas. Aposta na negociaçao, democracia, jogo eleitoral foi um erro enquanto outros a destruiam por dentro? Como lidar c isso sem um processo de ruptura revolucionaria ou fazer negociaçoes e sacrificios? Desconheço. Caso alguem saiba me diga.

  22. reflexões

    O verdadeiro poder não está no Senhor, mas no escravo que se submete ao senhor.

    Do contrário, segundo a ótica hegeliana, ambos morreriam se um deles não cedesse. Portanto, a sobrevivência do senhor depende da aceitação do escravo.

    Esse é o grande desafio de um senhor. Convencer o outro de que ele é inferior.

    Daí a importância do PT, ou melhor, de um governo “desenvolvimentista-soberano” se convecer de que ele caiu por seus erros.*

    O PT caiu pelo mesmo motivo que PTB do Getúlio e do Goulart (o primeiro foi obrigado a se suicidar e o segundo a se exilar).

    Pelo mesmo motivo, numa outra perspectiva histórica, que Dom Pedro II e a monarquia também caíram.

    As mudanças históricas.

    Em outras palavras, o nascimento do capitalismo e sua expansão para além da Inglaterra e França acabaram com a escravidão no Brasil e derrubaram a monarquia. Mais tarde, a guerra fria e a expansão capitalista pós colonial derrubaram Getulio e Goulart.

    Hoje, o aprofundamento do neoliberalismo (que despertou um movimento neofacista), associado à ascenção da China como potência econômica e da Russia como potência militar, derrubaram o governo nacional-desenvolvimentista brasileiro. Fez-se isso através de uma estratégia de guerra híbrida associada a parcerias estratégicas entre o DoJ e o aparato judiciário brasileiro (que vem desde o governo FHC, com o pretexto de combate às drogas e depois ao terrorismo).

    A história nunca é linear no curto e médio prazo, mas no longo ela se move por grandes movimentos.

    A revolução capitalista de 30 não encerrou seu curso histórico no Brasil, ela continua se expressando na disputa entre o financismo-dependente e o desenvolvimentismo-soberano. Da mesma forma, desde a Proclamação da República, o aparato burocrático-militar intervem no regime político como um poder autoritário-conservador para manter a coesão nacional.

    A história do Brasil, não depende única e exclusivamente dos brasileiros, podemos e devemos fazer nossa parte, porém, dependemos também da evolução mundial. Foi a Primeira Guerra Mundial, o Crash da Bolsa de NY e a crise do café que permitiram a ascenção de Vargas ao poder. Foi a queda do Muro de Berlim e a ruína da União Soviética que derrubaram o regimie militar e permitiram a ascenção de Lula ao poder. E, confrome já foi dito, foi a ascenção da China e o renascimento da Rússia como potências econômicas e militares, respectivamente, (associado a descoberta do pré-sal, a construção dos Brics, alteração da política de juros da dívida interna pela Dilma) e a ascensão do neofascismo mundial como fruto do aprofundamento do neoliberalismo, que derrubaram o PT do Lula. E, mais uma vez, como vem ocorrendo desde a Proclamação da República, o aparato estatal-militar volta a atuar como poder autoritário-conservador para manter a coesão nacional.

    Em relação a Venezula. Apenas uma coisa a dizer: meu nome é petróóóleoooo…. Maduro, Chaves, Pedro, Maria, Manuel, são detalhes frente a luta entre a maior potencia econômica-militar do planeta pelo controle das maiores reservas dessa fonte de energia. Tira o petróleo e os personagens desaparecem. Ok. Estamos falando de um mundo real, não ideal. Pois é, o maior mal dos personagens venezuelanos é terem se apoderado (e não quererem mais abrir mão) do controle dessa gigantesca fonte de energia. Na minha modesta e muito limitada opinião.

     

    *Não faço referência ao autor do texto, mas aos defensores do projeto oposto – financista-dependente. Porém, não pude deixar de observar esse detalhe, não em relação a um partido em particular, mas uma corrente de ideia em disputa no país.

    • Afinal alguém subiu a torre

      De óculos verde e vermelho

      De óculos ver de longe

      De óculos ver melhor

      Política tem que ser vista de modo abrangente, histórico, filosófico, social, entre outros aspectos.

      Os movimentos políticos são cíclicos e previsíveis.

      Legal  a sua reflexão.

  23. Passou longe…

    “VENEZUELA – Custou a eleição de Haddad em 2018.” – Se liga, Haddad era um candidato fraco que só ganhou musculatura com o capital político do Lula. Ainda por cima ignora que a eleição foi uma fraude, com as arbritariedades do TSE, caixa 2 do WhatsApp, cancelamento de debates, além da própria manobra contra o registro do Lula.

    A Venezuela tem um governo de esquerda que está sofrendo a tentativa mais avassaladora de golpe de estado que eu posso me lembrar, com a criação de duplicidade de poderes, ultimato europeu e ameaça de intervenção militar dos EUA. Qualquer um que se diga contra a opressão dos povos do mundo deve defender o governo legítimo da Venezuela, por mais que se desgoste dele.

    Infelizmente, o autor vive de ilusões. Estamos em meio ao aprofundamento do golpe de estado de 2016, em franca carreira rumo a uma ditadura de tipo fascista. O jogo político radicalizou. Agora os parlamentares são a cada dia mais irrelevantes na disputa crucial. Hove um golpe de estado, e isso deve ser compreendido em profundidade. Não há mais saída por dentro do estado, por “estatismo”, “institucionalismo”. Não adianta montar bancada no congresso, apelar para STF ou coisa que o valha. O jogo crucial é entre a classe trabalhadora organizada, que está sendo esmagada, e os fascistas, a maioria de extração militar (polícias e exército). A classe média pequeno-burguesa está amedrontada, e enquanto estiver, é irrelevante.

    • Caro Camarada Zé: Boa
      Caro Camarada Zé: Boa noite. Nesse momento, de madrugada, você vai fazer o seguinte: Aí no escuro da noite, sem se levantar, do fundo de seu quarto (ou do sofá da sala), irá falar assim: — Páááátria Educadora. Sim! E com firmeza, certo? Bem cravado. No escuro mesmo. Com inabalabilidade e desassombro. Assim ó: «Pááááátria Educadora». Naturalmente que a Renata — sua filha, irá acordar. E sua mulher irá acender a luz e vai verificar. Não se preocupe. Não tem problema. Não fale mais nada! Fique em silêncio. Quietinho. E nem acenda a luz. Depois de uns dez minutinhos, tudo voltará como antes. Aí você vai se levantar, devagarinho; irá até ao banheiro aí no corredor, olhará bem dentro de seu OlhO (mas bem dentro mesmo), no espelho grande e com enoooorme firmeza, a luz acesa, irá FALAR com a boca bem cheia, em um só fôlego: — Pátria Educadôôôôôra. Alguma dificuldade? Lógico que não! Você quando criança tomou seu leite Ninho, não tomou? Então, fortaleza. Com a boca bem cheia — beleza? —, e com precisão e energia: Pááááátria êducadôôôôra.  RJ.

    • A Venezuela é um PESSIMO

      A Venezuela é um PESSIMO governo de esquerda, estatizou sem nenhuma logica economica, politica ou social 2.700

      empresas, algumas pequenas como a Agro Islena, rede de lojas para jardinagem, que interesse nacional tem esse tipo de

      negocio? Estatizou, NÃO PAGOU NADA, enchou de pinguços inuteis, arruinou o negocio assim como milhares de

      outros negocios agricolas, comerciais e industriais, para que? Isso é algo racional? ` Porque não tem papel higienico, fraldas,

      sabonetes na Venezuela? Porque Maduro estatizou as fabricas de tudo isso, a de papel higienico a Kimberly Clark em

       Valencia era das maiores do mundo, hoje está fechada, ISSO É UM GOVERNO DE ESQUERDA OU DE IDIOTAS?

       

      Na mesma linha progressista, o Equador e a Bolivia tem governos de esquerda RACIONAIS e as economias desses dois paises

      está em relativa ordem, tudo funcionando, ninguem cogita em derrubar esses governos.

      Como é possivel a Venezuela tomar US$53 bilhões da China e torrar tudo em dois anos, hoje não tem dolar para importar arroz?

      Maduro não não é um governo de esquerda, é um governo de burros, sem futuro algum.

      • Realmente, viajou na maionese

        Essa semana o governo Trump aprovou sanções para ameaçar qualquer um que compre petróleo ou ouro da Venezuela (os principais produtos do país). Há mais de uma década há um embargo econômico imperialista contra a Venezuela, assim como há a 60 anos um embargo contra Cuba. Ameaçam bombardear o povo Venezuelano. A ingerência chega ao nível do ridículo com o Parlamento Europeu reconhecendo como presidente um cidadão que se auto-declarou presidente (enquanto Maduro foi eleito).

        Mas para o André Araújo nada disso existe, é só uma questão de burrice de um caminhoneiro analfabeto. Além de preconceituoso (entende-se porque a birra com o Lula), revela-se um erudito estúpido: tem um vasto repertório mas é incapaz de analisar algo real; fica só brandindo o abstrato frente a um concreto que passa incompreendido. Analisa um fenômeno político como se analisasse um fenômeno econômico; avalia um presidente como se fosse um executivo de empresa, sem perceber o conteúdo político do negócio.

        André Araújo, com essa cantilena reacionária, se cacifa para presidente da FIESP.

        • Absolutamente nada a ver. NÃO

          Absolutamente nada a ver. NÃO HAVIA EMBARGO ALGUM Á VENEZUELA  até dezembro de 2018. O MAIOR parceiro ccomercial da Venezuela são os Estados unidos. Maduro ARRUINOU  a relação, os EUA de Obama tinham completa tolerancia

          aos desmandos de seu governo, não havia perseguição alguma, nenhuma sanção. Trump começou a berrar mas sem sanções.

          AGORA, só agora, janeiro de 2019, susurgiram sanções, por causa da obvia cise humanitaria (vai negar?)

          • VOCÊ APÓIA O GOLPE DE ESTADO NA VENEZUELA?

            Certamente, vou negar. Cadê as sanções contra a Arábia Saudita por causa da crise humanitária no Iêmen? Não há, porque a Arábia Saudita é parceira estratégica dos EUA (e pode cometer os maiores crimes sem ser importunada pelo governo americano, vide o caso Khashoggi).

            Agora, tem gente que é cega e não quer ver a disputa política. Não quer ver o imperialismo. Tem gente que naturaliza o capitalismo, e acha que é inteligente “equalizar” as classes sociais, como se isso fosse conferir complexidade à análise. “Veja bem, o maior empresário e o maior miserável têm seus pontos de vista, seus dramas, oras.”

            Nada mais errado. Do lado de cá não é possível ter dúvidas com um pouco de formação política.

            É roubo puro. Roubaram a Vale do Rio Doce, fizeram um banquete, e jogam os ossos para o povo brasileiro. Querem roubar a previdência social, “ca-pi-ta-li-za-ção” dizem eles. Os bancos, sempre os bancos. A burguesia promovendo a barbárie, a espoliação, o desemprego, a fome… Tanto nos é roubado há tanto tempo.

            E os crimes? Vietnã, Guatemala, Iraque, Líbia, Irã, Hiroshima e Nagasaki, Afeganistão, Ditaduras na América Latina, na Ásia, na África… Qualquer filme de terror é roconfortante perto dessa realidade.

            É muito barra-pesada. E o cidadão me vem com essa baboseira, como se desde Bush filho a Venezuela não integrasse “o eixo do mal”. Como se Barack Obama não fosse o presidente da guerra da Líbia, da Síria, dos golpes de Estado no Paraguai, em Honduras, na Ucrânia e no Brasil.

            Me entristeço com tanta falta de consciência de alguém que deveria enxergar certas coisas, e te pergunto:

            VOCÊ APÓIA O GOLPE DE ESTADO NA VENEZUELA?

  24. O Fascismo é último recurso do grande capital

    O erro do PT foi subestimar a força política eleitoral da direita no sudeste, principalmente em Minas Gerais e Rio de janeiro.

    A questão da Venezuela não tem influência eleitoral no Brasil, e as indicações de governo depende de acordo político, algumas dependente da aprovação do congresso.

    O PT fazia parte de um governo de conciliação de classe.

    Do mesmo modo que o PT fez concessões políticas e econômicas, conseguiu enormes avanços no campo social, como o Programa Bolsa Família, o Programas de cisternas, o crédito consignado, a ampliação e agilização da concessão das aposentadorias sociais, e o aumento real do salário mínimo.

    No caso do STF o PT mesmo assim conseguiu indicar um advogado do PT, outro ligado a CUT e ao MST, um Negro e duas mulheres, pode ter faltado indicar alguns membros do meio acadêmico

    O caso de Fachin é o mais contundente, era o mais ligado ao PT, e tem votado sistematicamente contra o Presidente Lula.

    O Fascismo e a ditadura são os últimos recursos do grande capital antes das concessões aos trabalhadores do campo e da cidade, o caso do Brasil seria a participação de quase 40% das famílias no mercado consumidor de vens e serviços.

    A própria ascensão do fascismo indica que eram grandes os avanços sociais conquistados nos governos do PT.

    Toda ação provoca uma reação em contrário, e ação do fascismo apoiado pelo grande capital vai provocar uma reação dos trabalhadores em igual ou maior intensidade, que resultará em concessões políticas e econômicas pelo capital, ou na abertura de um período revolucionário de consequências imprevisíveis.

     

     

     

    • Meu caro, o fascismo e o

      Meu caro, o fascismo e o grande capital é titulo de um dos melhores livros sobre o tema FASCISMO I GRAN CAPITALE, de Daniel Gerin, edição em italiano, com Mussolini na capa, de fraque e cartola.

      Quanto às indicações ao STF voce mostrou exatamente o erro do PT. NUNCA se deve indicar um Ministro do Supremo par

      a cumprir cota, agora deve ser um nordestino, depois uma mulher, depois um negro, o STF NÃO é lugar para cotas e sim

      para juristas de grande estatura, lealdade e carater conhecido, O Supremo é fundamental para o equilibrio institucional da

      Republica, não tem nada a ver com cota para isso ou aquilo, não é um coletivo de bairro, alguns dos indicados no

      criterio de cotas do PT não tinham BIOGRAFIA para o cargo, alguns tinha como biografia uma pagina em branco.

  25. O culpado de sempre

    Adoro essas análises em que o PT foi, é e continuará a ser o culpado de tudo. Aliás, o PT só não, o PT e o Lula. 

    Coitadinhos dos nossos militares, juízes e políticos. Coitadinha da nossa elite, tão pobrezinha de dinheiros e cheia de interesses sociais-patrióticos. Os recentes acontecimentos em Brumadinho não me deixam mentir sozinho.

    Desde os tempos de Ruy Barbosa, passando por Getúlio, JK e Jango, que essas forças se batem sem descanço para dar um jeito nesse país de gente que rouba toalhas e coletes salva-vidas quando vai ao exterior. 

    Mas Lula e o PT sempre estiveram à espreita, desde os tempos do honestíssimo Ruy, para estragar todo e qualquer projeto de tornar esse bananão uma grande nação. Afe…

     

    • Meu caro, aqui falemos de

      Meu caro, aqui falemos de TATICA partidaria, Juscelino Kubytschek era um Presidente progressista, detestado pela direita

      udenista MAS ele era um grande tático e um estrategista do desenvolvimento economico do Pais, soube se compor com as

      Forças Armadas, com os sindicatos, com os importantes nucleos intelectuais da esquerda da época, até com os comunistas.

      JK ´foi um MESTRE do tipo de operação politica que deveria ser exemplo para o PT de hoje.

      • E mesmo JK, com toda sua

        E mesmo JK, com toda sua habilidade, não conseguiu se livrar do que eu vejo como uma praga difícil de ser quebrada  = presidente  eleito pelo voto que faz o país ter uma aspiração maior no xadrez mundial acaba se ferrando. É só ver o caso de Vargas (política de autossuficência de combustível, via petróbras ) dos anos 50, JK dos anos 60 ( a entrada do país no clube dos países industrializados )  e agora Lula (inclusão das classes do andar de baixo  no consumo e crédito ) , no século XXI. Todos os 3 tiveram um triste final de carreira política e pessoal – Vargas preferiu o suicidio a se submeter à humilhaçaõ de seus inimigos; JK morreu num acidente de automóvel até hoje muito mal explicado; e Lula, se nada de excepcional acontecer, sairá da cadeia só pro seu próprio enterro ( isso se os que mandam não mandar jogar em algum ponto do mar como se fez com o corpo de Bin Laden ) 

      • Lula e JK

        Meu caro, Lula fez tudo que JK fez e muito mais, enquanto presidente.

        O Brasil tornou-se, de fato, uma potência econômica capitalista pela primeira vez na hsitória. Graças ao poder de negociação, conciliação, convencimento e visão do pernambucano. 

        Com a agravante de, na verdade, Lula nunca ter deixado de ser, em essência, um torneiro vitorioso. JK chegou  ao mais alto cargo como representante máximo da burguesia mineira e nacional. 

        E JK, assim como Lula, foi devidamente perseguido, traído, exilado e, por fim, extirpado da vida política e corporal. Por quem mesmo?

        Não sei onde você vê diferenças entre os dois com base em modos “certos” e “errados” de agir. 

        Um recado muito sincero ao Nassif. Não citei Ruy Barbosa em meu comentário por acaso. O que mais me impressionou e chocou no livro Cabeças de Planilha foi descobrir as maracutaias que o águia fez em proveito próprio e dos chegados. 

        Mas a edição que tenho, de 2007, à qual sempre retorno nesses anos todos para consulta e reaprendizado, está clamando por uma atualização em vista de tudo que tem acontecido nos últimos 12 anos. 

        Se esta edição revista e atualizada já existe, peço desculpas por não conhecer.

         

  26. Com o passar do tempo os

    Com o passar do tempo os erros vão ficando mais claros e cada um tem o seu próprio diagnóstico. Não vamos discutir isso.

    Só vou dar meu pitaco, também sujeito a grandes contestações: pra mim, que estou olhando de longe, o pior erro do PT foi ter subestimado as forças que havia momentaneamente derrotado em 2002. 

    Isto demonstra, como bem frisou o AA, que o partido carece de estrategistas altamente capacitados capazes de apontar os inimigos do país e do partido, seus interesses e objetivos, bem como entender suas táticas e estratégias. Isso, sem falar nos monumentais erros de comunicação que levaram ao afastamento de sua base social.

    Pelas declarações de seus líderes fica claro que até agora não entenderam como, e quem os derrotou em 2019. Parece não saberem direito nem o que pretendem as forças obscuras que estão no poder. Trágico, para não dizer, patético.

    Assim fica difícil. Ou o partido se reiventa, ou some. E sumindo ele, sumira uma das poucas forças ainda capazes de contrapor a sociedade (por agora completamente perdida) aos objetivos desses marginais que estão no poder: desmontar toda a economia e nos tornar escravos.

    • O unico estrategista razoável

      O unico estrategista razoável e, muito importante, disciplinado, foi Dirceu. Colocar o Dirceu no ostracismo, não defendê-lo com unhas e dentes, só não foi um erro maior que indicar a Dilma 

  27. Política e AA

    A política não é o forte do André Araújo. A acusação de que Lula seria capaz de sacrificar o PT em nome próprio foi descabida. Sobre os “erros”: 1) André sempre teve nojo da Venezuela, os chamando de “cucarachos”. O assunto da Venezuela é um fake usado na campanha, junto com o kit gay e outros. Gleisi foi corajosa e coerente ao assistir à posse; 2) O respeito às normas republicanas foi um bom precedente do PT. O problema é que a totalidade dos candidatos é coxinha mesmo; 3) Pelo contrário, o PT foi solidário com o PSol e tentou trazer a esquerda para agir unida, mas, no outro lado, estava o Ciro e os seus interesses pessoais.

    • Meu caro, eu adoro a

      Meu caro, eu adoro a Venezuela, estive lá pela primeira vez em 1981 e depois muitas vezes, conheci Chavez pessoalmente na estatização de uma companhia de que eu era consultor, tive otima impressão dele, Chavez era aceito ATÉ ENTÃO pelo giverno Bush, a primeira ideia sobre uma aliança entre Petrobras e PDVSA foi minha e foi comprada pelo Chavez, nasceu ai a ideia da refinaria em Recife, depois tocada pelo Rojas, então nr. 2 da PDVSA, o presidente era o inafastavel Ali Rodriguez (e seus filhos corruptos) , a PDVSA naquela época nadava em dinheiro.

      Como curiosidade, os consultores de Chavez na estatização da companhia americana era tambem americanos,  representando o lado venezuelano.  Na primeira fase do governo Chavez 90% do comercio exterior da Venezuela era com os EUA e a PDVSA controlava a maior rede de postos de combustiveis dos EUA, a CITGO, com 14.000 postos.

       

       

      • Grato

        Grato André pela sua sempre bem educada resposta.

        Em verdade, parece que no começo havia mesmo uma boa relação chavista com os EUA. Que aconteceu depois além dos próprios equívocos do Maduro? Trump engrossou?

        Abcs

  28. Eu já tenho a impressão que o
    Eu já tenho a impressão que o candidato a sucessão de Lula era naturalmente Dirceu…..

    Tanto que a mídia tratou de destruí-lo sem piedade dando ouvidos e razão a larápios e corruptos notórios………

    Minha impressão é que qualquer ato do PT teria que ser mostrado pelo pior ângulo possível….a última vítima dessa sanha antipetista foi Haddad……

    Um exemplo é a tal ponte estaiada, com a Marta era para justificar roubalheira, com o prefeito direitoso, se tornou uma maravilha, um marco da cidade…..sem falar no massacre sofrido por Erundina, ao trazer o GP de fórmula um, pagando uns tustas pro chefão e reformando o autódromo, era disperdicio, hoje enchem a boca pra dizer que é um dos maiores eventos da cidade, quando ela criou o sambódromo, tirando os desfiles da precária estrutura da Tiradentes, idem, falavam que era longe, ninguém iria, hoje usam aquela trolha até pra corridas…..

    O estica e puxa das regras eleitorais são para evitar que o partido chegasse ao poder, como o tal segundo turno, que só foi inventado por causa da vitória de Erundina no dia da eleição, sem falar no golpe e prisão de Lula, fatos que atestam o caráter fascista dos inimigos do partido….

    O PT é um partido que só erra, pra mídia quadrilheira e assassina, mesmo quando acerta………

    • Em São José dos Campos-SP, a

      Em São José dos Campos-SP, a compra do antigo Parque da Tecelagem Paraíba em 1992 pela prefeitura (Prefeita Angela Guadagnin, PT, que teve sua imagem destruída nacionalmente pela mídia em função da “dancinha da pizza”) foi motivo de CPIs e ataques de imprensa e das velhas elites locais.

      Hoje, é o celebrado “Parque da Cidade” e ninguém por lá se lembra de quem o conseguiu.

  29. O apoio à Venezuela teria

    O apoio à Venezuela teria custado a eleição (sic). Se esse apoio teve algum efeito no pleito, foi totalmente secundário. Dois foram os fatores decisivos: a crise econômica e a percepção da corrupção do partido. Já as razões pelas quais esses fatores tiveram o impacto que tiveram são bem mais complexas e controversas, pois remetem a percepções diferentes sobre sociedade brasileira, a geopolítica, etc. e, só então, às políticas do PT à luz desses quadros referenciais (e é isso que procuram fazer autores como Jessé de Souza, Singer, etc.). Reduzir a política a fatores mediáticos, fake news, whatsapp, Cunhas e Aécios, por mais importantes que esses fatores pareçam no calor dos embates, é simplório (não estou dizendo que Araujo o tenho feito).

    Ademais, para os que consideram que o golpe está relacionado com o imperialismo norte americano, o apoio à Venezuela justifica-se, inclusive do ponto de vista estratégico.

    As indicações para o supremo foram equivocadas. Penso, frente aos fatos, que não há como negar. Com efeito, parece inquestionável que os novos ministros não tinham compromissos ideológicos com as políticas econômicas e sociais de quem os indicou (diferentemente do que ocorre em geral nos EUA), e, o que foi absolutamente crucial, com valores democráticos. Mas o nosso sistema, assim como o dos EUA, não possibilita “cobrar lealdade”. Ela existe ou não. O que deveríamos nos perguntar é por que os escolhidos foram sistematicamente desleais àqueles compromissos. É o caráter sistemático da “deslealdade” que intriga. Parece-me duvidoso tudo atribuir a más escolhas.

  30. Os EUA não têm Rio Amazonas. Logo, assoreemos o Amazonas

    Um Coxinha comentou num portal do PIG:

    “Em 1981, Asma Jahangir, observadora da ONU, classificou a justiça do trabalho brasileira de absurda. Uma justiça que, além de caríssima, se admitia parcial. Recomendava ela, a absorção da mesma pela justiça comum e a extinção da CLT. Quase 40 anos depois, obrigamo-nos a admitir. Ela tinha razão. Países que não tem CLT, Canadá, EUA, Dinamarca sobra emprego. Lá os funcionários são ricos. Aqui são miseráveis. Mas temos CLT”.

    Canadá, EUA e Dinamarca não têm Rio Amazonas. Logo, vamos assorear o Rio Amazonas, pois ele só existe no Brasil e, portanto, não deve ser uma coisa boa.

    Essa questão de achar que tudo que o Brasil tem e que os outros países não têm não presta, me traz à mente um debate na campanha presidencial de 2006 em que o Alckmin citou um ranking desfavorável ao Brasil veiculado na revista The Economist, tendo recebido a seguinte resposta do Lula:

    “O Alckmin é daqueles brasileiros que deu no New York Times vale, se não deu, não vale. Faz parte daquele Brasil colonizado intelectualmente, que ao invés de ler a imprensa nacional, prefere ler o que deu numa revista inglesa. O Brasil não pode ser comparado com o Haiti ou a China, tem que ser comparado consigo mesmo. Estamos mostrando que é possível crescer com distribuição de renda”.

    Até certo ponto, o André acha que tudo o que está abaixo do Trópico de Câncer não presta. A Venezuela está abaixo do Trópico de Câncer, logo, ela tem que ser varrida do mapa ou então deve abastecer os EUA com petróleo a preço de banana em fim de feira.

    • Tostines é mais gostoso porque vende mais

      Sobra emprego no Canadá, nos EUA e na Dinamarca porque em tais países não há CLT, ou não há CLT em tais países porque neles sobra emprego?

      Falta emprego no Brasil porque aqui tem CLT ou tem CLT aqui porque falta emprego?

      A Espanha, um dos países europeus com maior índice de desemprego, tem CLT? Após o estouro da bolha imobiliária nos EUA, o indice de desemprego foi às alturas. Será que após o estouro da bolha imobiliária, os EUA adotaram a CLT?

      Coxinha burro

  31. Análise Cleopátrica

    Se o nariz da Cleópatra fosse menor ou maior, a história humana seria totalmente diferente. Se o Lula não tivesse sacrificado o Dirceu em 2005…

    Se o Dirceu não tivesse sido entregue para o sacrifício, o Lula, o próprio Dirceu e os demais petistas teriam sido sacrificados ainda em 2005.

  32. O grande erro do PT e da

    O grande erro do PT e da esquerda foi terem superestimado a inteligência do povo. Mas isso não é privilégio nosso: as esquerdas e quaisquer democratas latino-americanos sofrem do mesmo mal. Aí os capachos locais a serviço dos interesses estrangeiros e anti populares usam sua mídia para nadar de braçada. Com o advento dos wahtasapps e redes sociais da vida, ficou ainda mais fácil. Viva o kit gay e a mamadeira de piroca!

    • Superestimar?
      ‘Superedtimar” o povo?? Enganar a todos com uma candidatura do Lula flagrantemente fake achando que o povo acredite pra poder catapultar um.poste é superestimar

  33. O PT e o compromisso com o erro

    -> A liderança estratégica do PT é um fracasso absoluto no momento em que há um jogo complexo que exige estrategistas brilhantes e não fanáticos monotrilhos de visão estreita, provincianos e sem uma exata compreensão da trajetória histórica deste grande Pais.

    o compromisso do PT com o erro é sólido, vem de longe e longe está de acabar. com a ressalva de que ö “erro” em questão depende da linha de análise adotada.

    por isto a importância de uma abordagem do “erro” feita por André Araújo.

    provavelmente a maioria dos que lêem seus artigos não saibam: André Araújo teve uma carreira de compromisso com o empresariado industrial brasileiro. 

    foi dirigente sindical patronal, Diretor-Financeiro, coordenador de conferência internacional de estudos políticos e Diretor-Executivo do CELE (Centro de Estudos da Livre Empresa).

    como se tal currículo não fosse suficiente, André Araújo também destaca-se pela produção intelectual, sempre voltada ao desenvolvimento nacional.

    como exemplo, nosostros devemos citar o extenso, mas não menos denso, “Moeda & Prosperidade”. uma obra demolidora das falácias monetaristas do Plano Real.

    destacamos, da pág. 581:

    “Para os sacerdotes da estabilidade, nada é tão importante quanto a moeda, nem a vida, nem a soberania, nem muito menos o bem-estar da sociedade. No altar da moeda tudo deve ser sacrificado, saúde, educação, FFAA, a juventude e o futuro. Cabe à Nação, como alma coletiva, neutralizar esses fanáticos, antes que ela não mais exista como entidade política.”

    se os erros do PT foram, e continuam sendo, muitos e variados, para nosotros,  inspirados na citação acima, o pai de todos os erros do PT foi não ter “neutralizado os fanáticos monetaristas”, como ter ido além: acabou sacrificando a si mesmo no altar da seita dos moedeiros falsos.

    afinal: “A moeda, como a serpente, encanta seus mágicos e os leva à loucura da estabilidade”.

    sem um claro projeto estratégico continuaremos todos aprisionados num compromisso com o erro. sejamos ou não PT. sejamos ou não empresários industriais.

    com a Venezuela na linha de frente dos ataques da Tirania Financeira Global, e sem relevar nenhum dos erros do compromisso da Revolução Bolivariana com o rentismo petroleiro, esta praga do subdesenvolvimento com excesso de divisas, cabe referência à visão estratégica de Hugo Chavez:

    “Quando um estrategista planeja uma batalha, deve pensar de antemão no ‘momento histórico’, portanto, na ‘hora estratégica’, depois no ‘minuto tático’ e, por fim, no ‘segundo da vitória'”.

    .

    • Devagar com o andor.

      Caro amigo e interlocutor, não desconheço nem desconsidero os atributos intelectuais do articulista.

      No entanto, a qualidade não é suficiente para afastar uma percepção: é um texto dedicado a “terceirizar” erros, ou remoer ressentimentos, só isso.

      Isso não retira, como eu disse, a qualidade e até alguns acertos, mas como sabemos, é possível dizer um monte de besteira falando algumas coisas inteligentes.

      É o caso aqui.

      Temos que escolher, antes de determinar os “erros do PT”, ou “acertos do PT”, o que o partido se propunha, o que ele dizia que iria entregar, para aí sabermos se o fez (a entrega) e o quanto o resultado está próximo ou distante do que prometeu (entregar).

      A força hegemônica do PT sempre foi a Articulação, junto com a Articulação de Esquerda (onde militei), depois o CNB, todos esses campos na órbita de Lula e seu estado-maior (Dirceu, Marcelo Sereno, Luis Viveiros, o “Gaiola”, e José Luiz Fevereiro, esses três no RJ, Rui Falcão, e tantos outros que me esqueci).

      Esse eixo de força nunca sequer se aproximou de qualquer proposta socialista de tomada do poder, ficando sempre próximo da Democracia Radical (de Genoíno e Milton Temer, esse último saindo da direita do PT para o Psol, enquanto o primeiro sai do PCBR para a direita do PT), que por sua vez era o que de mais tucano tínhamos como plataforma programática.

      Não vou repisar esse papo de tendência do PT aqui, mas só vou reafirmar o seguinte:

      – Em 2002, a Carta aos Brasileiros era a maturação de um processo amplo dentro do PT, dedicado a considerar que seria possível um grande pacto nacional, que unisse a inclusão no consumo (e na vida capitalista) de grandes parcelas da população, junto a criação de um projeto nacional-desenvolvimentista, calcado na ampliação da base primária e secundária do capital (e das grandes intervenções de infraestrutura), junto com aumento dos gastos militares.

      Lula era a imagem acabada e ampliada desse pacto! Como previu Golbery (argh, por mais que me doa aceitar isso).

      O incidente do pré-sal foi um susto mesmo, que veio com o aumento da pesquisa e reestruturação da Petrobras, mas que se tornou um bilhete premiado maldito, porque atraiu a cobiça do mundo inteiro.

      O primeiro sinal? O “roubo” (furto) de computadores do pessoal de geologia da empresa, lá nos idos de 2005, 2006 (senão me engano), que nunca ficou esclarecido.

      Era o começo do fim.

      Eu disse tudo isso, Caro Arkx, porque o texto do André, e suas (do Arkx) considerações sobre o texto, indicam ou apontam que o PT errou, e isso implica em dizer que o PT poderia fazer diferente.

      Podia?

      Ou seja, eu tenho certeza que você tem certeza que o PT não errou, mas escolheu um caminho que estava fadado a dar onde deu, ou seja, reformar o capitalismo de periferia, que sabemos, é irreformável.

      Já o André beira o cinismo, porque o PT, Lula e seus “generais” fizeram exatamente o que deveria ser feito para tentar reformar esse capitalismo caboclo do qual ele diz ser filiado. Em suma, o PT fez o que André dizia que devia ser feito, caso esse projeto tivesse durado mais um pouco!

      Um erro aqui (concordo no caso do Thomaz Bastos, mas ele esqueceu o Zé Carozo por que?), outro erro ali, ora bolas, qual governo do mundo acertou todas?

      Pinçar esses eventos para traçar uma análise (ampla) histórica é ou ingenuidade, ou desonestidade intelectual (ou ambas).

      Mas alguém imagina dar golpe de estado na França ou nos EUA porque os governos de lá erram?

      É o caso de defenestrar Trump por causa do seu “crime” de parar a administração federal por causa de sua birra com um muro?

      O que o cinismo do André (e da direita que ele representa) não o deixa reconhecer é que no Brasil (e em todos os cantos do mundo onde houve um golpe como o nosso), os governos não cairam (apenas) pelos seus erros, mas muito mais pelos acertos ou chances de sucesso naquilo que é a cartilha do próprio capitalismo.

      Não que eu torcesse para que o PT conseguisse levar a cabo sua reforma meia-boca do nosso capitalismo macunaímico, mas o fato é que nesses anos de República, talvez com Vargas, e depois com JK, nunca houve um funcionamento tão harmonioso (ainda que com muitos gargalos) desse capitalismo de periferia.

      Movido a commodities, ou outra onda de demanda externa, como no caso da 2ª Guerra com Vargas que estendeu a demanda mundial até JK ?

      Poder ser.

      Até porque é certo que essas gigantes ondas destrutivas criam frestas na estrutura do capital mundial e seus divisões geopolíticas e suas hierarquias.

      Como é certo que só essas ondas podem permitir algum ganho de escala dos capitalismos nanicos de periferia, já que do seu interior subnutrido não há força (econômica) para tanto!!!

      Mas, voltando lá trás, dizer que foi Beijo (Beijamim Vargas), Gregório Fortunato ou o tiro no pé (será que houve, com a facada) de Lacerda que derrubaram Vargas é um estultice!!!

      Não à toa, Vargas e agora sabemos JK foram ambos eliminados (sim, o suicídio de Vargas foi quase um assassinato).

      Como seria idiotice dizer que foi a condecoração a Che Guevara que levou Jânio a renúncia.

      Ou que Nixon caiu porque se reaproximou da China.

       

      Citar o apoio à Venezuela como erro é de lascar.

      Deveria fazer o que o govero Lula e Dilma? Ajudar a derrubar Maduro? Fazer coro ao embargo e sabotagem daquele governo e arcar com os enormes custos das ondas migratórias da fronteira, e da desestabilização militar da região?

      Com esse exército de merda que temos, que só sabe rugir para dentro?

      Com esse exército de merda que cuspiu na cara do único governo que começou a aparelhar e construir uma força militar perto da responsabilidade territorial desse país, para que generais possam continuar a abanar o rabinho para o Tio Sam?

       

      André Araújo vai, cada dia mais, se distanciando daquilo que ele se propõe a fazer.

      Ser uma voz civilizada da direita.

      Isso é, sabemos, impossível, porque direita e civilidade são como água e óleo.

      Porém o esforço dele parecia mais sincero.

      • O PT e o compromisso com o erro

        compreendo suas ponderações sobre o PT. já tivemos muitas oportunidades de dialogar a respeito. frente a este artigo do AA, opto por abordar outras questões.

        -> André Araújo vai, cada dia mais, se distanciando daquilo que ele se propõe a fazer. Ser uma voz civilizada da direita. Isso é, sabemos, impossível, porque direita e civilidade são como água e óleo. Porém o esforço dele parecia mais sincero.

        como (ex-)dirigente sindical patronal, AA trata-se de um quadro do grande empresariado industrial brasileiro.  

        assim, é um excelente exemplo de como pensa este grande empresariado, expressando também seus valores e projeto de país.

        contudo, tanto as entidades patronais, das quais AA foi dirigente, quanto as entidades dos trabalhadores, das quais o PT tem sido o principal representante político, pertencem agora a um passado estágio do Capitalismo, ao qual não mais retornaremos.

        o que restou de grande empresariado industrial no Brasil está umbilicalmente viciado na extrema financeirização rentista – para não citar os demais negócios cuja rentabilidade é ainda mais astronômica.

        AA se refere, com uma certa nostalgia, a um mundo que já não pode mais existir, por não haver solo histórico para nutrir suas raízes. por exemplo:

        “Na memorável greve de 41 dias em 1979 fechei o acordo representando a FIESP tendo do outro lado o Sindicato dos Metalúrgicos de S. Bernardo e Diadema, na Delegacia do Trabalho em Santo André. Do outro lado da mesa um Lula ainda só sindicalista.”

        qual é hoje a situação das montadoras e dos operários do ABCD? a GM segue demitindo aqui e no exterior.

        se nunca tivemos um grande empresariado “nacional”, tampouco hoje temos grande empresariado “industrial” que não seja transnacional. exemplos: Inbev, FITESA e WEG.

        então, não é que o grande empresariado brasileiro não tenha um projeto de país. ao contrário, Bolsonaro é seu projeto de país!

        Bolsonaro é quem melhor representa banqueiros e rentistas, exportadores de commodities e mercadores da fé, assim como todo tipo de atividade envolvendo negócios abertamente ilícitos.

        só que este projeto de país da lumpenburguesia no Brasil é de uma absoluta esquizofrenia, por desconsiderar as condições objetivas de um país cuja desigualdade, complexidade e falta de perspectivas, nos trouxeram a um estado de decomposição irreversível dentro deste atual modelo.

        chegamos a um impasse, cujo desenlace só pode ser catastrófico.

        -> Citar o apoio à Venezuela como erro é de lascar.

        veja o ponto de esquizofrenia global a que chegamos: a geringonça de Esquerda em Portugal reconhece Guaidó!

        enquanto a Liga, do “fascista” Salvini, se absteve na votação no Parlamento Europeu, e a posição oficial do governo italiano é de “não reconhecimento”.

        -> Com esse exército de merda que temos, que só sabe rugir para dentro?

        as FFAA, em especial o Exército, se definem atualmente a partir da vergonha no Haiti e do fiasco da intervenção no Rio. mas obviamente eles não só não concordam, como se consideram ‘invictos”.

        os Generais participando como força invasora de uma guerra civil na Venezuela? talvez seja o definitivo choque de realidade que necessitam.

        ou não?

        repito o que escrevi acima: chegamos a um impasse, cujo desenlace só pode ser catastrófico. Brumadinho é só o começo.

        abraços

        .

  34. história

    O erro do PT foi não ter conhecimento histórico o que permitiu supor que haveria acordo com a burquesia e com a porca mídia.

    O povo remediado fala mais de míseros R$ 100,00 de bolsa familia do que apartamentos recheados com 50 milhões e exportações de $ 2.95 BILHÕES de dolares(multa Petrobras) a título de penitência por sermos todos ladrões como bem não deixa esquecer o nobre atual ministro da educação…. Lula deveria ter excluido o Palocci e mantido o Rui Costa Pimenta (PCO).

    A luta para a  escravização do povo é mundial. Agora que os prepostos dos ricos chegaram ao poder sem disfarce nem oposição, já implantam (a partir das igrejinhas!) a dominação das escolas e das igrejas. Está feia a coisa!

    • Basta vermos nos bairros de

      Basta vermos nos bairros de calsse média baixa, classe C, quantas igrejinhas dessas evangélicas temos por quarteirão.

      Aliás, qualquer dia desses farei um mapeamento para saber quantas dessas temos em minha cidade e aonde temos a maior concentração, apesar de ser óbvia a resposta, números são irrefutáveis.

      • igrejinha

        A igrejinha que me refiro não é essa. Essa está incluida no termo igreja.

        Essa tal “igrejinha”  é a outra!

        Só em Santos há mais de 80 destas….

         

        • Entendi.
          A tal “igrejinha” a

          Entendi.

          A tal “igrejinha” a que se refere é o grande amálgama que está unindo todos os golpistas e chupins do Brasil.

          Desculpe a confusão.

  35. As críticas de André Araújo

    As críticas de André Araújo ao PT e a Lula virão, independente eo que o partido fizer.

    Se para ganhar era necessário se reder a algumas da críticas do autor (vender a alma ao diabo), foi melhor perder.

    Sendo que muitas derrotas podem se converter em vitórias.

    Com a indispodição que havia dos que votarão no capetão, somada à indisposição go “gomistas” e mais da imprensa oficial, como estaria sendo um governo Haddad, com a diferença que o partido da lava jato, este que está comemorando vitória de tantos suspeitos no congresso e se calando ante ministro condenado do governo atual, já estaria abrindo processos contra Haddad e ministro do governo dele (fossem quem fossem), com o objetivo de minar o governo.

    Com o congresso eleito, O PT teria minoria nas duas casas e presidentes contrarios ao governo, sem falar em Toffoli e a maioria do stf.

    A única coisa em que concordamos é com relação às indicações do stf feitas pelo PT (mas não pelo motivo). Foram catastróficas. O motivo? Esqueceu-se que no nosso sistema político, quem escolhe ministros do stf é o(a) presidente(a) e não a imprensa. E as escolhas são feitas com o objetivo de fortalecer IDEOLOGICAMENTE (palavra maldita para quem tem a ilusão de que existem escolhas não ideológicas) o seu espectro político.

     

    • Concordo que foi um grande

      Concordo que foi um grande erro, mas este não foi o primeiro.

      Isto ocorreu após o mensalão.

      Lula jogou pesado para manter a governabilidade ao abafar a “Satiagraha”, porém, ganhou a PF e MPs como inimigos.

      No mais, acho muito complicado criticar as indicações de Lula e do PT no judiciário e MPs, uma vez que eles era “outsiders”.

      Creio que o mesalão feriu de morte o PT ao abater dois de seus principais articuladores e estrategistas: Dirceu e Genoíno.

  36. Em primeiro lugar: compromisso com a realidade.

    A  Venezuela como Cuba foi sempre uma criação do discurso. O financiamento  de empreiteiras brasileiras, através de empréstimos bem administrados do BNDES,  a obras nestes países, foi um dos motes do golpismo, sem nenhum compromisso com a realidade.

    O perigo Bolivariano, foi mais uma criação  que não foi de Waack, mas se tornou Waackiana, já que ele foi escolhido para fazer este papel.  Neste discurso, sem compromisso, floresceu o discurso anticomunista e a histeria que levou nosso doutos doutores a, defendendo o seu mercado de trabalho, investir contra os médicos Cubanos como se fossem um exército de guerrilheiros.  A queda artificial do preço do petróleo de 100 dolares o barril  para 30 dolares o barril sem nenhum compromisso com a realidade de um oriente médio deflagrado, corroeu muito mais a economia venezuelana, do que  as políticas bolivarianas. Assim como corroeu a economia do Estado do Rio de Janeiro, cuja queda de rendas com a queda da arrecadação dos royalties ficou escondida sob a cortina de fumaça dos roubos de Cabral e Cia. Como já disse outras vêzes Waack vivia alardeando, bem antes da queda para 30 dolares, que o pré sal era um erro e que se tornaria inviável quando chegasse a este preço. Ou ele já sabia com anterioridade sobre a queda, ou  demonstrou um incrível poder de previsão. Sorte da Petrobrás  que tecnologicamente deu a respostas e começou a extraí-lo a 9 dolares o barril.

    Alardeando o final do populismo, Waack fez elogios a eleição de Macri, que de vitrine do neo liberalismo, se tornou  invisível para as notícias. Afinal,  não se tem notícia das calamidades que o povo argentino anda sofrendo. Porém  apoiar a Argentina não é um compromisso com o erro.

    Sem nenhum compromisso com a realidade se fomentou a idéia de um governo petista bolivariano, quando na verdade existiam relações entre estados e respeito a lei de não ingerência em assuntos internos de outros países. Mas sem nenhum compromisso com a realidade , se transformou esta como todas as políticas do PT, em crime ou erro.

    Para quem com compromisso com a realidade viu tudo que  ocorreu na Líbia, por causa do Petróleo, e com todas as Primaveras Coloridas no Cáucaso, e Primaveras Àrabes, pode reconhecer as digitais do golpe que ora se desenha na Venezuela.  E não se trata de ser fã de Maduro, ou de afirmar que Maduro é impecável. Mas com certeza não é por isto que o golpe se desenha contra Maduro. pois  com certeza o objetivo é a maior jazida de Petróleo. E não importa se vão transformar a Venezuela numa Síria ou ainda pior a Lìbia.  Não se importaram com os refugiados Sírios, apenas os usaram como bandeira política, e não vão se importar com os Venezuelanos.  E temo sinceramente que um grande conflito interno se instaure na Venezuela.  É petroleo demais, num país em convulsão. Mas tenho certeza que o povo venezuelano está e vai continuar sofrendo.

    O Brasil  agora participa deste golpe no país vizinho, enquanto que o seu papel deveria ser o de  moderador. Isto é um erro.  A ida a posse de  um governo eleito na Venezuela não é necessariamente a apoio ao eleito, mas sim à eleição, que ocorreu com a presença de observadores internacionais.  Isto  é sem dúvida  um motivo de desgaste, para o PT, diante de toda esta campanha midiática, sem nenhum compromisso com a realidade, mas não se pode dizer que é um compromisso com o erro.    Não vejo  as pessoas considerarem que a posição do atual governo , submissa a politica americana ,  um compromisso com o erro. Mas eu tenho certeza que é um erro e um descompromisso com a tradição da política externa e com a posição histórica de não ingerência do Brasil.  Talvez seja por isto que a mídia dá tanta ênfase à presença  de Gleisi, escondendo esta submissão abjeta comandada por um chanceler  que é, ele mesmo,  um compromisso com o erro.

    No momento nossos políticos confundem a rede como manifestação do povo.  Parecem ignorar que a rede já tem domínios com seus robots . Se voce colocar o termo Venezuela, a rede explode. Aprendam que milhares de mensagem não representam o povo, mas apenas bolhas. Mas no momento parece que  a virtualidade vai governando sem nenhum compromisso com a realidade.

    • Nonsense. O preço do petroleo

      Nonsense. O preço do petroleo caiua para TODOS OS PRODUTORES DE PETROLEO e ninguem sofeu crise humanitaria de falta de comida e remedios.  O caso da Venezuela é ESPECIFICO, os outros produtores de peroleo não tem falta de papel higienico, fraldas e sabonetes. Não  misture estação.

      • Acho que você esta deixando de ouvir algumas estações

          Negar que a crise na Venezuela não tem nada a ver com o Petróleo é estranho. Afirmar que uma queda de 70%  no valor do maior produto  Venezuelano não afeta  o país é puro nonsense. Mas podemos ficar aqui neste non sense de extremizar as posições.  A Venezuela tem seus problemas e não conseguiu superá-los, mas assim tiveram muitos outros países, mas nada mais destruidor do que a intervenção estrangeira, seja explícita ou escondida.   Pouco se fala  do boicote à Venezuela , mas também poucos se lembram que o Brasil recentemente não conseguiu pagar a conta de luz, não porque não quis , mas sim porque  os bancos internacionais não faziam mais negócios com a Venezuela. E embargo  e muitas outras medidas de isolamento, assim como uma oposição interna violentíssima,  tem,  para não extremizar, uma culpa na falta de fraldas, papel higiênico, e sabonetes.   Me parece então que nem só de petroleo é a crise na Venezuela, mas também nem só de Maduro.

  37. Venezuela ?

    “Vira latas” não deveriam estar mencionando um motorista de Onibus, que com todos os seus erros e grosserias … está se mantendo no poder E ENFRENTANDO TODO O PODER DO IMPÉRIO … ao passo que nós assistimos aqui via facebook, sites progressistas, … a banda passar. Assistimos o rolo compressor. As teorias fajutas de que não haveria golpe. etc etc. No fundo além de “vira-latas”, SOMOS COVARDES no atacado, e queiram ou não queiram …. só existe esta definição para o nosso comportamento !!

    A prisão aparentemente inexplicável daquele que consideramos o maior presidente MESMO COM TODOS OS DEFEITOS … DA HISTÓRIA DESTE AMONTOADO DE GENTE CHAMADO BRASIL.

     

    • Absolutamente nada a ver, O

      Absolutamente nada a ver, O “poder do imperio” não tem a ver com a desgraça de um govero inepto, Em fevereiro de 2015 o

      governo Maduro assinou um contrato com a CHEVRON para a aexploração de seis blocos na Franja do Orinoco, a CHEVRON VENEZUELA ( consulte o website) é a maior empresa estrangeira na Venezuela,  os EUA antes de Trump tratavam a Venezeuela como protegida, até HOJE o maior parceiro comercial da Venezuela é os EUA.

  38. Em terceiro e segundo: a ocasião.

    Sem duvida nossos políticos e lideranças andam perdidos. Todos atordoados com o tsunami, continuam  sendo tragados  pela onda anti-PT, diligentemente construída e virtualmente ( pela rede e mídia)  mantida.

    Os partidos pensam na verdade estar surfando nesta onda, mas estão sendo tragados. Na esquerda muitos batem palma, criaram uma frente sem PT,clamando o fim  do Lulismo, mesmo que a realidade dos votos diga o contrário.   Na mídia todas as acusações verdadeiras e principalmente as falsas são alardeadas para expor as fraturas e colocar em ênfase o embroglio à esquerda. E no interior do PT , quase invisivel, parece haver uma grande  confusão e incapacidade de se manifestar claramente. A centro direita e direita , ainda em choque não conseguiu fazer seus  acordos  e ao invés de resgatar seus postos apenas terceirizaram o poder no Senado. O terceirizado pertence ao DEM mas declara ter  compromissos com a extrema direita. O PMDB não chegou a um acordo nem mesmo interno e o PSDB, não sabe se Dória sai, ou Dória fica, e Jereissati avaliza a escolha de Onyx Lorenzoni, enquanto FHC, tenta se resguardar para  não sei o que.

    Em outras palavras não acho que haja um compromisso com o erro, mas sim uma  conjuntura de erros, uma ocasião caótica .

    E isto me leva ao segundo erro. Existe a frase a Ocasião faz o bandido que no caso pode ser parodiada: A ocasião faz a traição.

    Falar de escolhas passadas e traições presentes é sempre um exercício de interpretação enviesado.

     Observem que  André Araújo fala da necessidade de acordos e compromissos e ao mesmo tempo fala de traições por escolhas pretéritas,  isto apenas demonstra as dificuldades da realidade .

    Alguns chamariam estes acordos de compromisso com erro mas André localiza o erro num pretenso apego ideológico exatamente na ocasião onde governo e partidos à direita agem apenas ideológicamente.

  39. Quando o fígado impede as mãos de não-escreverem
    “O candidato de Lula para 2010 seria Palocci e não Dirceu.””Dirceu como Presidente ofuscaria Lula e Lula sempre cuidou de proteger seu capital politico pessoal  mesmo com a destruição do PT.””Lula se aliou com Chavez em 2002, tinha certa lógica.””A Presidente do PT ir à posse de um desgraçado, fracassado e inviável  Maduro  é inexplicável, mais que um crime, um erro”…… e por aí vai. (eu paro por aqui) resumo da ópera bufa: texto lisérgico, elaborado pelo astrólogo olavão, e redigido pelo rançoso-ressentido ciro gomes e lido, no púlpito da igreja neopentecostal “unidos da ufologia”, pela pastora damares alves trajando vestido longo, cor-de-rosa obviamente..

  40. Esqueçam qualquer chance do PT se reformular, falemos à esquerda

    Sobre erros cometidos. As reformas da previdência e trabalhista em algum momento seriam feitas, por uma questão dialética: a sociedade e o trabalho não são entidades fixas e imutáveis, de maneira que o estado sempre deverá ser reformado em algum momento. E aí a pergunta: porque diabos a ESQUERDA abre mão de legislar sobre o trabalho e a previdência?????? Para fazer jogo de cena para uma militância tão alienada quanto a militância bolsonarista, claro. Há outros tabus para a esquerda, como a segurança pública ou o desemprego tecnológico e estrutural que está a caminho, por exemplo. Como essas discussões são igualmente tabus para a esquerda, podem anotar: quem vai legislar e ditar as regras do jogo sobre esses assuntos será a direita, simplesmente porque a esquerda se recusa até mesmo a pensar propostas……….. minha sina de Cassandra é um inferno.

  41. O erro do PT foi ser
    O erro do PT foi ser Republicano. Acreditar em controle remoto.
    Se desse um soco na mesa na primeira tentativa de golpe, se batesse de frente com a mídia, hoje estaria governando.

    Não coloco a culpa da escolha dos ministro no Lula. Como Lula iria saber, se o Fux não sabe controlar a bola.
    Lula não tem conhecimento jurídico, tinha que acreditar no seu ministro da justiça.
    Agora fica fácil criticar, porque não deu certo.
    Aliás, esses ministros não enganaram só o Lula. Enganaram Senadores na sabatina. Ou parte do senadores.

    • Lula tem culpa sim. Errar é

      Lula tem culpa sim. Errar é humando, mas errar 13 vezes (sem falar no PGR) é absolutamente estúpido

  42. Brizola tinha razão

    Senhor André Araulo, mais uma vez perfeito na sua análise. Como dizia o Brizola, o pt é a esquerda que a direita adora.

  43. “Veritas filia temporis”,

    “Veritas filia temporis”, como já dizia os clássicos. Não entendo tanta revolta com esta análise repleta de constatações, até certo ponto óbvias. Os ministros do STF indicados pelo PT são os piores da história, só perdendo para Gilmar Mendes, que no alto de sua parcialidade, sempre foi fiel ao tucanato que o apadrinhou. 

    Dizer que Lula não conhecia juristas é ignorar seu trânsito social. Dalmo Dallari, Celso Antônio Bandeira de Mello, Fábio konder Komparato sempre foram referências jurídicas no campo da esquerda, mas o PT se cagava de indicar nomes que pudessem atemorizar o mercado (por serem garantistas e desenvolvimentistas) ou serem contestados pela Globo.

    Mas o maior erro de todos foi Dilma, a analfabeta política que abriu as portas do inferno. Sua falta de tato deixará a esquerda 20 anos longe do poder, feito que Sérgio Mota, FHC sonharam. 

  44. Algumas considerações.
    – Lula e Dirceu são os melhores cérebros políticos que já vi. Tenho dúvidas se as FFAA aceitariam Dirceu. Em última instância são elas que decidem quem pode ou não chegar à presidência. Dilma foi aceita porque tinha o aval de Lula e sua popularidade na época. O prestígio de Dirceu em Washington durou até o plano de desestabilização do Brasil ficar pronto, a partir daí todas as lideranças o PT passaram a ser massacradas pela mídia a mando dos Isteites. Posteriormente, entrou em ação o judiciário também. – Não credito a derrota do Haddad ao assunto Venezuela. A culpa deve ser atribuída aos eleitores que não compareceram, aos que votaram em branco e os que anularam seus votos. Somando-se esses votos aos dados a Haddad o Bozo não ganharia. Se Lula não se registrasse como candidato e apoiasse o Haddad desde o inicio, talvez as coisas pudessem sair diferente. Esse foi um erro. – A presidente do PT agiu corretamente ao ir à posse de Maduro e não ir à do Bozo, afinal, ele foi eleito em eleições mais limpas que as realizadas aqui. – O Lula não tinha como saber que os indicados eram prepotentes ou ditadores em potencial e acreditou que agiriam democraticamente em seus cargos. Uma vez empossados, aderiram ao plano de eliminação do PT da vida política. E aqui não é Rússia ou China onde o governante manda prender e fica por isso mesmo.- Quando o Alkimin patinou nas pesquisas, a direita se viu sem alternativa a não ser apoiar o único  candidato que tinha o discurso contrário ao PT. Garanto que, hoje, grande parte dela já está arrependida. 

    • Lula e Dirceu não são geniais: basta ver as consequências.

      Primeiro, a indicação de Dilma para o seu desastroso mandato. Os erros em economia geraram uma frustração e raiva gigantescas na sociedade. É difícil dialogar com sensatez com quem perdeu o emprego e viu sua renda minguar por barbeiragens econômicas gratuitas. Além disso, Lula empurrou todas as reformas com a barriga: não agiu como estadista pensando no médio/longo prazo, mas como político populista à espera das próximas eleições. Como explicar que um governo de esquerda abre mão de legislar sobre trabalho e previdência, deixando para a direita mais ignorante fazer depois? Mais: a polarização maniqueísta de Lula funcionou muito bem a seu favor, mas é uma faca de dois gumes que agora está sendo utilizada pelo adversário. Esse tipo de populismo infantiliza a população, e pessoas infantilizadas são volúveis. Da mesma maneira que o PT demonizava governos anteriores, está sendo demonizado agora. Nada genial tudo isso.

    • Determinismo Militar?

      Quase todos os cientistas políticos tem a opinião de que é a economia que determina a política. Mas agora há uma inovação:

      “Em última instância são as Forças Armadas que decidem quem pode ou não chegar à presidência”.

      Não é bem assim, Guimarães Roberto. As Forças Armadas são paus mandados do poder econômico tanto quanto os políticos. O papel das forças armadas é manter a estrutura econômica da sociedade.

  45. Esqueçam qualquer chance do PT se reformular, falemos à esquerda

    Sobre erros cometidos. As reformas da previdência e trabalhista em algum momento seriam feitas, por uma questão dialética: a sociedade e o trabalho não são entidades fixas e imutáveis, de maneira que o estado sempre deverá ser reformado em algum momento. E aí a pergunta: porque diabos a ESQUERDA abre mão de legislar sobre o trabalho e a previdência?????? Para fazer jogo de cena para uma militância tão alienada quanto a militância bolsonarista, claro. Há outros tabus para a esquerda, como a segurança pública ou o desemprego tecnológico e estrutural que está a caminho, por exemplo. Como essas discussões são igualmente tabus para a esquerda, podem anotar: quem vai legislar e ditar as regras do jogo sobre esses assuntos será a direita, simplesmente porque a esquerda se recusa até mesmo a pensar propostas……….. minha sina de Cassandra é um inferno.

  46. tsc tsc tsc

    Dilma nunca seria candidata do PT. Foi pq não sobrou ninguém. Dirceu seria o sucessor de Lula, era o único capaz disso. O PT não fez eleições primárias e não cuidou da renovação dos quadros. O PSDB fez o mesmo. Mas o PT apesar de tudo continua sólido. Santa ingenuidade Batman achar q o grupo q chegou ao poder era inexpressivo. Se não houvesse a Venezuela eles inventariam algo. E sempre funcionaria como sempre funcionou. Não foi à toa q só 4 presidentes completaram seus mandatos em quase 130 anos de república. Lula indicava ministros para as altas cortes a partir de nomes negociados com grupos de apoiadores e não indicados por uma única pessoa como cree a ingenuidade do autor. PT é um partido arrogante que precisa calçar as sandálias da humildade e q ficou com a boca torta de tanto fumar o cachimbo do poder. Mas é o único partido q chegou ao 2° turno de todas as eleições desde a redemocratização. É preciso entre outras tantas coisas compor com os outros partidos (até mesmo com o PDT q é de esquerda pero no mucho como diz o Haddad). É necessário usar as cores nacionais mais do q o vermelho para evitar q o outro lado tenha a exclusividade com aqueles símbolos. Já q o nacionalismo entrou na pauta e não há como evitar.

  47. O ranço de um ex-partido revolucionário

    A dificuldade dos petistas em aceitar críticas é notória. Não apenas se negam a reconhecer os próprios erros, como ainda se ofendem, sendo inúmeros os exemplos aqui nesse forum.

    Atribuo isso ao passado do PT como partido revolucionário. O revolucionário, por definição, não está aí para participar de um jogo político onde pode ganhar hoje e perder amanhã, mas para refazer todas as regras do jogo e dar início a uma nova fase política e histórica. A lógica não é Opinião A X Opinião B, mas Certo X Errado. O revolucionário, obviamente, considera estar do lado do certo, portador de uma verdade excelsa e definitiva, tal como um profeta de uma religião. O profeta não pode admitir estar errado, ou perderá sua legitimidade, e os ensinamentos de uma religião devem ser colocados na forma de dogma, ou então não se trata de uma religião.

    O PT deixou de ser um partido revolucionário ao aceitar a composição com outros partidos, mas seus militantes não perderam o ranço revolucionário, a crença de estarem sempre certos e a culpa dos erros ser sempre dos outros. Isso revelou-se fatal.

     

    • Chamar o PT de partido

      Chamar o PT de partido revolucionário chega a ser até engraçado. Se você tivesse dito que o PT era um partido “udenista” eu até poderia concordar com você, mas considerá-lo “revolucionário” é uma piada, olhe-se por se olhe. E falo isso sem nenhuma simpatia pela prática ou a teoria revolucionária.

      Aliás o mal do udenismo era um veneno tão eficaz que paralizou o Partido, seus militantes e principalmente seus simpatizantes.

    • Lindo…

      1) O marxismo se propõe a ser uma doutrina científica. Nada a ver com “profetas” e “religião”.

      2) O Bolsonaro deve ser muito humilde, assim como todo mundo que está na política brasileira (menos do PT). Inclusive, aquele fascista brutamontes que quebrou a placa da Marielle deve sempre estar refletindo que cometeu erros e fazendo uma autocrítica. Os petistas que são incorrigíveis.

    • O Pedro ABBM falou pelos cotovelos mas não disse nada

      Se o critério que define o revolucionário é achar que sempre está certo e o outro errado, então todo mundo é revolucionário, pois se alguém se considera do lado errado, ele abandona tal lado e passa para o lado que ele acha que é o lado certo.

      Ou alguém acha que o Bolsonaro e o Moro, por exemplo, acreditam que estão do lado errado?

      O Bolsonaro e o Mourão culparam os outros pela ruptura da Barragem de Brumadinho e tiraram os seus fedorentos da reta. O Bolsonaro culpa o Temer pelo reajuste do Judiciário. Tudo o que de ruim acontecer no governo Bolsonaro, ele vai botar a culpa nos governos anteriores.

      Alguém já viu o Moro ou o Bolsonaro fazendo auto-críticas?

      Não. Então, pode-se concluir que eles são revolucionários, e não reacionários.

  48. Os bolsominions e ciristas

    Os bolsominions e ciristas estão tendo orgasmo anal. Até parece que encomendaram o artigo ao André Araújo. Teve um leso que estava tão excitado, que publicou o mesmo comentário duas vezes: às 12:54 hs e às 16:20 hs.

     

  49. Post Excelente, Magistral

    Post Excelente, Magistral, caro Araújo, parabéns, continue assim. 

    Enumerou as principais causas da queda do PT e do Lula: Republicanismo, lista tríplice, maioria das nomeações equivocadas ( das quais Márcio Thomas Bastos foi uma delas ). E acrescento mais a falta de controle da mídia. O PT percebeu tardiamente que deveria controlar a mídia e só nesta eleição levantou esta bandeira. 

     

    “Todos os países ocidentais e democráticos tem alguma forma velada de controle à mídia. Na Europa, muitos países só permitem à midia noticiar um julgamento, após ser julgado em última instância, aqui não, a mídia praticamente condenava os réus antes mesmo do julgamento começar em primeira instância, e incitava a opinião pública contra os juízes caso estes não obedececem o veredicto da mídia. “

     

    O PT muito criticou a censura a documentos oficiais, assinada por Mourão, onde até funcionários de 3° escalão poderão censurar por até 25 anos documentos do governo. Mas esta foi a medida mais acertada, para que a mídia não tenha pedras para derrubar o Governo do Capitão.”O PT na última eleição bradou aos quatro ventos que se ganhasse, controlaria a mídia; aí o Capitão ganha, e controla a mídia ao jeito dele, e o PT critica. E foi uma censura tão discreta na mídia que o Capitão nem precisou por um militar no canto de cada Redação. Este tipo de flexibilidade de julgmento, e de visão, falta ao PT. “

     

     

  50. Concordo com aquilo que você

    Concordo com aquilo que você aponta como erros 2º, principalmente, e 3º do PT e que chamo aqui de falta de prudência e ausência da percepção da importância da máquina partidária ou do PT como partido político. O item 1º é bastante discutível, e tenho bastante dúvidas a respeito; tendo a não colocar com um erro do Partido, principalmente da forma que você coloca, ligado ao impacto negativo que o apoio do PT ao governo de Maduro, possa ter em termos de imagem do Partido e o impacto eleitoral que isso possa conlevar.

    Faltou prudência e devemos considerar a prudência não só como uma virtude moral mas também como uma virtude política que justamente por isso não é assim tão pura nem tão limpa e homogênea mas que deve ser, como ensinam os antigos filósofos políticos, considerada honesta e pode ser praticada legitimamente e permitida por qualquer governo conseqüente.

    Essa outra classe de prudência que nos ensinavam os antigos tem como objetivo buscar os diversos atalhos, os melhores e as mais fáceis soluções para tratar que tenham êxito os assuntos e os meios que o homem se propõe e dispõe para governar. E isso implica muitas vezes um modo de atuar sutil e engenhoso que se afasta um pouco das leis e da justiça pelo bem do Governo, do Estado e da Nação. E todos estes diversos assuntos e meios só podem ser de duas classes, os que são fáceis e ordinários e os outros que são extraordinários, árduos e difíceis, e dessa maneira também só se deve establecer dois espécies de prudência; a primera ordinária e fácil, que segue o camino comum sem exceder as leis e os costumes do país; e a segunda, em câmbio, extraordinária, mais rigorosa, severa e difícil.  Isso porque a justiça, a virtude e a probidade do soberano caminham de uma forma um pouco distinta da dos particulares. Marcham por vías amplas e livres em função da carga pesada e perigosa que levam; por isso lhes convêm andar com um caminhar que aos outros pode parecer brusco e irregular mas que, no entanto, lhes são necessário, legal e legítimo. As vezes é necessário dar rodeios e desviar-se, combinar a prudência com a justiça mas às vezes é necessário, como se diz “se fazer de raposa quando se trata com raposas”. E nisto consiste muitas vezes a pedagogia do bem governar. Aristóteles”La prudencia y la ciencia política son el mismo hábito del alma” (Etica). Décimo Junio Juvenal “Regulando el presente, previendo el futuro, recordando el pasado”.”No faltará el favor de los dioses mientras exista la prudencia” . Estes rabisco e fichamentos se baseiam na leitura de “Consideraciones Políticas Sobre los Golpes de Estado” de Gabriel Naude. Junto com o tema da prudência entendo que outro erro do Partido foi descuidar da própria máquina partidária, fato que o fez perder musculatura quando não cortar a própria carne. Além disso entendo que foi um erro descuidar da formação de novas gerações e novos quadros como faz qualquer grande partido político democrático seja na esquerda ou na direita como ocorre nas democracias consoliadadas e avançadas, a despeito de tudo o que se diz e se vê a respeito da crise dos partidos políticos e da representação política. Ao contrário do que se vem dizendo ainda acredito que o Partido dos Trabalhadores foi e ainda é o melhor instrumento de luta política democrática e de transformação social que construímos na sociedade brasileira. Nós não entendemos isso, mas nossos adversários já entenderam. Não sou nem nunca fui militante ou membro do partido.Sou apenas um simpatizante e velho eleitor desse partido político. Não sou funcionário público e nem professor. Trabalho na iniciativa privada, no nucleo duro das finanças e acompanho bastante de perto os movimentos de nossos adversários políticos e sociais (aqueles que sonham em varrer o PT do mapa político brasileiro). Deixo esses esclarecimentos pessoais apenas para evitar preconceitos e mal juízos sobre minhas considerações como ocorre normalmente nesse tipo de comunicação.

  51. O PT é a Geni da vez. Não

    O PT é a Geni da vez. Não importa o que fizer, vai ser criticado.

    Se tivesse apoiado o Maia, estariam dizendo na melhor das  hipóteses que estava apostando no repulicanismo ingênuo e apoiando quem derrubou Dilma. Ou na pior, e mais vendável, estaria se alinado novamente a corruptos.

    As críticas que o Ciro criou contra Lula e seu “personalismo” conseguiu iludir uma parte da esquerda. Se Lula quisesse poderia ter se tornado um Evo Morales ou Chavez, com mandatos consecutivos. No fim de seu  segundo governo, os pedidos para isso vinham de todos os lados e ele  teria aprovado facilmente no Congresso um terceiro mandato se ele quisesse ser presidente eterno.

    Em 2014 ele poderia ter assumido a candidatura no lugar de Dilma, ganharia no primeiro turno. Não quis. Hoje, poderia estar entrando em seu quarto mandato.

    Ciro, por não ter sido o ungido por Lula, ou melhor, não ter aceitado as condições do PT para o apoio da candidatura, volta sua artilharia contra o PT achando que ele estará imune a críticas nas próximas eleições. O que ele não entendeu é que mais que uma onda anti PT há uma onda anti esquerda, que é onde ele se inclui. Basta ver o França em SP. Doria o atacou por ser esquerdista e próximo ao PT, mesmo que ele nunca tenha participado diretamente de nenhum governo petista. 

    Ciro, durante as eleições mandou prender jornalista na frente das câmeras, chamou Mourão de jumento e chamou sulista de nazista. e ele acha que não ganhou as eleições por causa do Lula. Nesse ano  numa rádio do Ceará ele novamente ofendeu o Mourão  e disse que quem for contra o Ceará é um FDP. Ele acha que assim ganha uma eleição pra presidente.

    Quanto às crítias a Gelise por ter ido a posse do Maduro, condcordo. Todas a artilharia estava voltada para a família Bolsonaro e  de repete voltou-se de novo contra o PT.

    Olhar para o passado e reclamar do que o PT deveria ter feito em 2003 é chover no molhado. A relidade agora é outra. O PT tem que voltar pras bases, e ser oposição como foi nos anos 80. O PT não ganha as próximas eleições presidenciais e nem a seguinte.Os favoritos após o desastre Bolsonaro para 2022 são o Mourão e o Amoedo. O Dória e o PSDB só existem em SP. 

  52. Corretíssimo o articulista

    Corretíssimo o articulista quanto ao Ministro da Justiça Márcio Tomaz Bastos. Não consegui até agora compreender também o Ministro da Justiça de Dilma José Eduardo Cardozo (precisei consultar o google para lembrar de seu nome).

    Os Ministros de Justiça são peças cruciais em qualquer governo.

    Também se equivocaram Lula e Dilma sobre o “republicanismo” pois todo o governo tem (e deve) ter lado.

    Ao Lula ainda se pode dar um crédito nesse tópico pois precisou – no início do se mandato – de se compor para assumir a Presidência. Mas, ao depois, firmado no governo pedeu o momento de fazer valer o princípio de que todo o governo tem lado.

    Também correta a análise quanto à obtusidade política do PT. Agir por princípios ? que princípios são esses que lassivamente deixaram que se enodoacem o partido ?

    A água que passa no rio, passa só uma vez…

  53. O partido do amigaço dos
    O partido do amigaço dos coronéis cearenses e tucano enrustido, outrora fujão,

    Foi o protagonista trai Dilma, Lula e o PT votando a favor do impeachment, eram fiadores do governo de larápios que assaltou o poder….

    Hoje aderiram sem medo ao Botafogo, e o amigaço dos coronéis cearenses e tucano enrustido outrora fujão, tá doidim pra aderir a esse desgoverno de lesados, imbecis e tapados de toda ordem, se apresentando como mediador do plano de destruição da proteção ao trabalhador, aposentados e idosos, arrasando com a previdência e praticamente tornando impossível se alcançar a aposentadoria….

    Cadê as cobranças a esse partido? Nenhuma??????

    Esquecem das administrações do PT, o fantástico trabalho de Marta na área de educação, totalmente destruído, as conquistas de Erundina, o GP de fórmula 1, o sambódromo, a reorganização do sistema de transportes, o bilhete único, o passe livre, Haddad quando propôs reservar a paulista ao lazer aos domingos apanhou como gente grande…..

    Quero saber dos doutores desse renomado blog…

    Quando vai escrever sobre os acertos do partido?

    Por que esse mímimi contra o PT já encheu os pacovas…..os outros partido tem mais larápios por centímetro e a maioria todos soltos e impunes………..

    A, pra finalizar, até o ociólogo reconheceu que houve golpe, então essa questão está encerrada…….habemos golpe,e golpistas est………

  54. Politicamente Pescando-se

    Impressiona!

    A classe dominante com todos os ‘acessórios’ com os quais, desde sempre, se garante dominante no país do “Lucro acima de tudo” e Lama acima de todos”, desde 2004 combate a ferro e fogo os governos e as lideranças do PT, sobretudo Dirceu num primeiro momento e Lula posteriormente, com o bornhausiano objetivo de varre-los do cenário político brasileiro, sem consegui-lo.

    Após 15 anos, mesmo tornando ainda mais intensa a perseguição, a partir de março de 2014, com o lançamento da operação Lava Jato, travestida de Combate a Corrupção, na prática joint venture golpista Sul & Norte, ainda assim não conseguiram varre-los, apesar de todo os bombardeios realizados, por todos acessórios disponíveis, para tanto e, pior, nem mesmo conseguem tirar o país do atoleiro econômico e político em que o meteram, para conseguirem realizar o golpeachment da Presidente Dilma, a partir de novembro de 2014, poucos dias após ter sido constitucionalmente eleita.

    E mesmo assim e ainda assim, com Bolsonaro eleito, com ‘Lula impedido’ no tapetão do TSE, sem debates e com vendavais de fake news sendo disparados sob encomenda, sob contemplação solidária e obsequiosa, da mídia, da PGR e do TSE, sem falar em Queiroz, Milícias e outras bolsonices mais, basta lançarem anzol que seja e inocentes uteis lançam-se a julgar e outros não tão inocentes a morder, o PT, Lula e quem mais ordenem que julguem e mordam, pouco importando-lhes o momento e quem beneficiam. 

    Uma graça, políticamente pescando-se!     

  55. a plea bargain: a Grandeza de Lula
    permita-me uma apelação (a plea bargain, literally) do ato de Grandeza de Lula ao não compactuar com o édito do tofu de milicos para que o corpo do irmão fosse até ele, sob a vigilância do exército. essa atitude é pari passu com a Grandeza de Antígona de desobeder a decisão de Creonte. mutatis mutandis, o articulado quer nos fazer crer que Lula não fez um upgrade (esses anglicismos… =D) na educação no Brasil, com mais de 200 instituições de ensino público. e nos faz pensar que Nixon, à tv, numa ação de graças qualquer, a abençoar a família estadunidense e a fraternidade, não bombardeava com napalms o Vietnam (apud Alistair Cooke, The Americans – Letters from America 1969-1979, Peguin)… “no Vietcong ever called me nigger.” https://www.nytimes.com/2017/06/27/opinion/muhammad-ali-vietnam-war.html

     

    • Legado de palha…

      Nao subestimo a importancia historia dos governos Lula para o Brasil, mas sinceramente o legado petista é tão solido que bastou uma alianca de juizecos de provincia, atores porno, facistas milicianos e imbecis de outras categoria para subverte-lo em meses…

      Se 1% dos beneficiarios do Bolsa Familia marchassem ate Brasilia, teriamos uma revolucao…  O PT esqueceu-se de promover  a cultura de esquerda. Aderiu ao identitismo… 

    • Ayer Campos (quarta-feira, 06/02/2019 às 19:18),
      É uma pena o que está acontecendo. Na noite de terça-feira, eu ia fazer uma crítica ao Andre Araujo, mas preferir levar o texto para o blog do Duplo Expresso junto ao post “Duplo Expresso 05/fev/2019” de terça-feira, 05/02/2019, em uma crítica que queria fazer a Romulus Maya. Vou reproduzir aqui o que eu disse lá. Antes lembro que poderia no original editar (Vou fazer a edição lá após comentar aqui) o meu comentário para fazer uma referência elogiosa ao Andre Araujo que embora eu o considero preconceituoso e de direita sempre elogio o fino trato que ele dá aos meus comentários, ainda que não os responda diretamente, e elogio também o cabedal de informação que ele carrega. Não os li na íntegra, mas já li bastante uns três livros que eu tenho dele. A frase inicial do meu comentário ao Romulus que é de esquerda vale também para este texto de Andre Araujo.
      Bem, o que eu disse foi o seguinte:
      “Romulus,
      Você já fez a conta para saber se o PT tinha condições de aprovar uma lei sequer dentre aquelas que você diz que o PT fez semelhante a de Moro. A conta é fácil de ser feita, bastando lembrar que o PT não teve um terço dos votos necessários para evitar o impeachment de Dilma. Às custas, o PT vetava algo na legislação que a direita impunha ao PT.
      Você precisa voltar a utilizar aquela frase com referência a deputada suíça: “Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como “uma esquerdista que sabe fazer conta”. Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.”. Não só usar a frase, mas também impregnar-se dela.
      Em relação à crítica ao PT, vale a pena ler alguns comentários a um post do sempre preconceituoso e representante do empresariado desenvolvimentista, Andre Araujo, no blog de Luis Nassif e intitulado “O PT e o compromisso com o erro, por André Araujo” de domingo, 03/02/2019 às 19:24 e que pode ser visto no seguinte endereço:
      https://jornalggn.com.br/noticia/o-pt-e-o-compromisso-com-o-erro-por-andre-araujo
      Há muitos comentários bons. Alguns ligeiros como o de Ayer Campos enviado logo no início, no domingo, 03/02/2019, às 20:07, os de Amoraiza principalmente também nos primeiros momentos do post a partir do comentário enviado dom, 03/02/2019, às 21:47 e outros. Quero, entretanto, apontar três porque são ótimos para que se possa mais bem entender o comportamento do PT. Primeiro o de Rpv enviado segunda-feira, 04/02/2019 às 00:12, e que pode ser visto no seguinte link:
      https://jornalggn.com.br/comment/1294370#comment-1294370
      O segundo comentário é o de ML, enviado segunda-feira, 04/02/2019 às 08:17, bem curto, mas com uma afirmação que para mim é irrepreensível, principalmente porque é a base de todos os meus comentários. Diz lá o ML no primeiro dos três parágrafos do comentário dele:
      “O apoio à Venezuela teria custado a eleição (sic). Se esse apoio teve algum efeito no pleito, foi totalmente secundário. Dois foram os fatores decisivos: a crise econômica e a percepção da corrupção do partido. Já as razões pelas quais esses fatores tiveram o impacto que tiveram são bem mais complexas e controversas, pois remetem a percepções diferentes sobre sociedade brasileira, a geopolítica, etc. e, só então, às políticas do PT à luz desses quadros referenciais (e é isso que procuram fazer autores como Jessé de Souza, Singer, etc.). Reduzir a política a fatores mediáticos, fake news, whatsapp, Cunhas e Aécios, por mais importantes que esses fatores pareçam no calor dos embates, é simplório (não estou dizendo que Araujo o tenho feito).”
      O comentário de ML pode ser visto no seguinte link:
      https://jornalggn.com.br/comment/1294400#comment-1294400
      E o terceiro comentário é o de Felipe Silve, enviado segunda-feira, 04/02/2019, às 12:09, como crítica ao post de Andre Araujo e como crítica ao comentário de Arkx, enviado segunda-feira, 04/02/2019, às 09:26. O link é o que se segue:
      https://jornalggn.com.br/comment/1294465#comment-1294465
      E faço menção também para o comentário de Fabrício Coyote, enviado segunda-feira, 04/02/2019 às 15:00, e cujo link é o seguinte:
      https://jornalggn.com.br/comment/1294503#comment-1294503
      Não foi pelo comentário de Fabricio Coyote que eu trouxe o link, pois o comentário se resume em dizer: “esses liberais que sem o estado não seriam liberais…” E isso eu também digo e com muito mais linhas de comentário. O que há de especial no comentário de Fabricio Coytote é a chamada para o vídeo do grupo (duo) In the Nursery, no album “Anatomy of a Poet”, para a faixa “Motive”, com a leitura do poema “The Harlot’s House” de Oscar Wilde. É imperdível.
      É interessante nos comentários observar que ninguém se preocupa em fazer conta quando se aponta para os erros do PT. Em geral são tantos erros que não dá para dizer quais foram, mas o maior deles não contar nem com um terço dos votos, nem sequer é lembrado.
      Abraços,”
      Bem, o último parágrafo foi um pouco de pilhéria. Disse que os erros são tantos porque parto do princípio que qualquer partido está sujeito a cometer milhares de erros durante a sua existência. E quem diz que o PT os comete geralmente não é capaz de relacionar sequer uma meia dúzia. E que o faz apenas revela a carga ideológica que há por trás da identificação dos erros.
      E chamei de maior erro do PT não ter um terço dos votos para impedir o impeachment porque este é um dado da nossa realidade: a esquerda é sempre muito pequena no mundo todo e na representação ela ainda será menor quanto mais desigual for o país.
      Clever Mendes de Oliveira
      BH, 07/02/2018

  56. Que texto pavoroso, vergonhoso, patético.

    O ÚNICO acerto do petê nos últimos anos foi exatamente apoiar o Maduro contra uma intervenção criminosa dos estadunidenses.

    Quem é esse autorzinho? Um energúmeno, nada mais que isso.

  57. Somente uma correção, quando o articulista refere-se à USA Inc. como ” a maior democracia do mundo”… Acredito que seus conceitos de “democracia” são muito diferentes dos meus… Afinal, nos últimos 243 anos, essa “democracia” já invadiu, promoveu guerras, rebeliões e todas as formas de agressão conhecidas contra centenas de povos, países e regiões mais fracas, sempre com a intenção de saqueio ou para remover governos que não se sujeitam aos ditames da canalha sionista khazarian, os verdadeiros “senhores da guerra” no mundo. São centenas de milhões de vítimas fatais, além de feridos e incapacitados, com a destruição de cidades e toda a infraestrutura economica e social. E ainda têm a coragem de falar em conceitos abstratos como honra, moral, dignidade, entre outros predicados éticos que, com certeza, não possuem…

  58. Alguns fatos:
    Mais da metade da população apoiou o golpe contra Dilma.
    Mais de metade da população achava (antes da eleição) que Lula deveria estar preso.
    Como aconteceu isso?
    Faltou organização popular
    Faltou mídia. Ninguém suporta um governo criticado todo dia e cujas boas ações não são divulgadas. Ninguém quer ter notícia ruim todo dia.
    E há problemas no projeto político do PT. A perspectiva do boliviaranismo é pavorosa e caminhávamos para isso. Manter-se no poder fazendo vista grossa à corrupção e caminhando possivelmente para corromper as altas cúpulas do poder como ocorre na Venezuela, tirou a autoridade moral do PT e foi solapando a unidade interna que existia.
    Daqui para frente é preciso articular uma frente ampla. Os temas estão surgindo. Corte da tarifa anti-dumping do leite; corte dos subsídios para a atividade agropecuária, Reforma da Previdência; e outros mais …
    Falta descobrir como articular essa frente sem que existam ciúmes quanto ao protagonismo.
    E de novo, falta descobrir o caminho das pedras para uma boa comunicação que dê visibilidade à oposição, sem ter que passar pelo filtro maldoso do PIG.

  59. Alguns fatos:
    Mais da metade da população apoiou o golpe contra Dilma.
    Mais de metade da população achava (antes da eleição) que Lula deveria estar preso.
    Como aconteceu isso?
    Faltou organização popular
    Faltou mídia. Ninguém suporta um governo criticado todo dia e cujas boas ações não são divulgadas. Ninguém quer ter notícia ruim todo dia.
    E problemas no projeto político do PT. A perspectiva do boliviaranismo é pavorosa e correntes importantes do PT (provavelmente não o Lula) se identificam com essa perspectiva: tomar de assalto o Estado e manter-se no poder, nem que precise corromper militares e outras instancias.
    Daqui para frente é preciso articular uma frente ampla. Os temas estão surgindo. Corte da tarifa anti-dumping do leite; corte dos subsídios para a atividade agropecuária, Reforma da Previdência; e outros mais …
    Falta descobrir como articular essa frente sem que existam ciúmes quanto ao protagonismo.
    E de novo, falta descobrir o caminho das pedras para uma boa comunicação que dê visibilidade à oposição, sem ter que passar pelo filtro maldoso do PIG.

  60. O grande problema do PT foi a perseguição promovida pela rede Globo de Televisão, que não conseguiu todos os recursos que pretendia do BNDES, como era fornecido por FHC, o segundo problema foi a crise econômica de 2.008, que se não foi suficiente para dar a vitória para a oposição em 2.014, foi o estopim para o impeachment da presidenta Dilma, o terceiro foi a prisão do ex presidente Lula, que repercutiu negativamente entre parte do eleitorado petista (parcela flutuante de cerca de 7 a 10% do eleitorado).

    • Ok em parte, seja honesto intelectualmente, tem mais fatos para vc relatar. Vc parece judeu ortodoxo que entregou Jesus e nega até que o Cristo não veio. Não falei nada, estou respondendo só amigo petista.

  61. PT faz 39 anos. Tem sempre um mequetrefe da direita de prontidão para dizer asneiras. A vida segue e o PT também.

      • Renan Pinheiro (terça-feira, 12/02/2019 às 17:16),
        A Eugenia Loureiro não disse que o Luis Nassif era de direita. Ela disse que o Andre Araujo é de direita e nesse sentido ela está certa. O que você podia questionar, e eu lhe daria carradas de razão, foi ela ter chamado o Andre Araujo de mequetrefe.
        Clever Mendes de Oliveira
        BH, 16/02/2019

  62. O grande erro foi queimar Dirceu e Palocci , nomear juízes do Supremo que seriam seus carrascos, nomear um Procurador Geral que enterrou o partido e o maior de todos Lula não sair candidato em 2014 , deixando a Dilma que todos sabiam não ter jogo de cintura politico para a situação que mostrava ni mínimo roxa logo a frente.

  63. O PT errou e ele próprio reconhece. Entretanto, não penso que seus erros foram todos os mencionados por André Araújo. Seus maiores erros foi ter se afastado de suas bases e ter trocado um projeto de Brasil por um projeto de Poder; poder que desempenhou cuidando dos aspectos socioeconômicos como ninguém fizera antes, mas que ainda não era o que nós esperávamos (as reformas estruturais). Penso (e espero) que é por reconhecer isso que o PT, agora, busca alianças diferentes. Ele sabe que ocupar determinados espaços institucionais pouco adiantará, pois, num estado de exceção, as regras não valem. Ele sabe que sua força está nas ruas, nos movimentos sociais, no povo, o qual terá que reconquistar, o qual nunca deveria ter deixado de ser sua razão primeira de existir. Partidos mais antigos que o PT erraram e, espalhados hoje em siglas diferentes, continuam errando e sendo sustentados. Por que não dar uma chance ao PT? Por que querer liquidá-lo sem deixar vestígios? Claro que é porque nasceu num chão de fábrica. A “elite do atraso” jamais aceitará tanto sucesso.

  64. Pelo acontecido e observando a ânsia em centrar no PT, no Presidente Lula em particular, tudo que o autor (Nassif ou André Araújo?) considera como erros cometidos, sem a mínima referência aos anos em que muita coisa deu certo, e muito, e beneficiou todo brasileiro, não está ressaltada. Também, não há referência a participação no planejamento, treinamento de quadros (Sérgio Moro o mais notório), financiamento da mídia e movimentos de massa (principalmente em 2013) pelos os EUA e empresários no Brasil, que desestabilizou a política da esquerda brasileira, afastou as massas no seu apoio, e resultou no golpe de 2016, na volta dos militares, que de tudo participaram, ao centro de nossa política, na eleição de Bolsonaro. Não: o poder no Brasil voltou ao controle da direita, na realidade extrema-direita por conta dos erros de Lula, Dilma e o PT. Todos os que se dizem de esquerda, mas remavam à direita, a mídia (Globo & cia.), os EUA e extrema-direita (as viúvas da ditadura de 1964, Bolsonaro à frente) nada contribuíram para chegar onde infelizmente chegamos. Decisivo foram os erros, não os acertos (não importa se legais ou ilegais) dos golpistas. Não dá para discutir, não é mesmo? Querem continuar a fazer política, não de enfrentamento ao golpe, mas de continuar desestruturando as forças que minimamente possam enfrentar os golpistas. Desculpem, mas é assim que vejo.

    • Humildade é importante, reconhecer mais ainda, seu partido ainda continuará por muito tempo sendo importante pro Brasil, o que elee Lula nos ofereceram jamais esqueceremos, mas tem reconhecer que o cara está totalmente certo.

  65. Votei no pt nas ultimas cinco eleições,me identifico hoje com a linha mais a esquerda,diferente de simples eleitores,mais como cresci em um bairro pobre,vejo aqui alguns comentários que divergem da realidade vivida pela maior parte dos brasileiros,alguns não querem ouvir mais simples mente se impor,impor as pessoas,o pt se quiser voltar a governar vai ter que aprender ouvir,e reaprender a combater(de forma democrática,nos meios digitais),é claro que o que acontece na Venezuela e uma tragedia,criticar ditaduras só se forem de direita,hoje não da mais,olhar o trabalhador que é assaltado,de um lado ,humilhado por outro das policias,olhar as mães com os seu medo de criar seu filhos,de serem recrutados pelo crime,agredidos pelo estado,de entender a importância dos sindicatos,mais que a sua existência não seja mais uma forma dedos mesmo se auto beneficiarem,resumindo sentar e perguntar o que esta grande parcela da população precisa e pensa,e não simplesmente tentar impor,por que isto não tem nada de democrático,a outra opção é ficar somente culpando os outros.

    • Seja o que for, ele está quase totalmente certo. Fanatismo não, Lula livre sim, malgrado CS erros políticos.

  66. Precisamos é de mais Gleises, Pimentas e Boulos e menos Paloccis e Haddads, ambos são de direita com verniz de esquerda. A chapa deveria ter sido Gleise e Manu, duas mulheres combativas para vingar a Dilma. Haddad é um panaca que não tem firmeza, por isso o PT perdeu, ele quis conquistar a direita, elogiou a farsa jato e o espião americano traidor Moro, se lascou, perdeu votos e a confiança da esquerda. E por sinal esse autor não pensa antes de escrever, dizendo que o Maduro não presta por que era motorista, quer saber mais do que o Chaves que governou mais de uma década o tempo todo ameaçado pelo pentágono que nunca desistiu do golpe, acho que ele deveria saber em quem confiar não é mesmo… E o mais importante, ainda que ele fosse o pior presidente do mundo, como o bozonazi, nada justifica sua saída pois ele foi eleito pelo povo, e todos deveriam se solidarizar com ele, e não repedir a ladainha imperialista.

  67. Acho que a grande imprensa, juntamento com a crise de 2008 destruíram o PT. Mas faltou maturidade a LULA na nomeação de juízes do STF, a começar por Joaquim Barbosa que foi quem acabou com José Dirceu.

  68. Há muitos falando do Lula o que não falavam quando ele estava por aí fazendo política ou sendo presidente.
    Agora, preso, ficou fácil dizer o que não se disse antes, posicionar-se sobre fatos passados, apresentar críticas contundentes. Não sei se esses estiveram em São Bernardo no dia da prisão ou deixaram para lá.

    De qualquer forma, não há como compreender o que acontece com o PT, Lula, Mensalão, Lava a Jato, jornadas de junho de 2013, espionagem nos telefones de ministros, da Dilma e da Petrobras, e com a Venezuela, se não se levar em conta a geopolítica. A questão da Venezuela é muito maior que o Maduro.

    Há duas questões centrais hoje, para nós: Lula e a Venezuela.

    – – – – –
    Gostaria de pedir ao autor que explicitasse em que termos os EUA são a maior democracia do mundo.

  69. Lembro da Maria Conceição Tavares contando como Lula fez uma universidade informal durante os 10 ou 12 anos do Instituto Cidadania, convivendo com inúmeros professores e intelectuais que apresentavam seminários, palestras, discutindo a realidade brasileira e políticas públicas.
    Não se fala muito sobre essa atividade do Lula entre a derrota para o Collor em 1989 e a vitória em 2002.
    Nesse período, o PT fundou a Fundação Perseu Abramo, com seus ótimos estudos e publicações.
    Lula se fez sozinho e também no coletivo, ouvindo e absorvendo de todos com quem convivia.

    Fui testemunha da sua inteligência quando junto com um grupo de colegas apresentamos resultados de pesquisa na campanha de 1989 para o staff do PT: Lula captava as coisas “no ar” e já percebia seus desdobramentos. Maria da Conceição Tavares diz que é uma das pessoas mais inteligentes que conheceu.

    O Instituto Lula também desenvolveu bons trabalhos, especialmente junto à África, e fez o Memorial da Democracia. Lula teve a perspicácia do BRICS – vejam o que está acontecendo na Euroasia. E foi um líder regional. Lula fez as caravanas.

    Lula é um grande líder e como todos os grandes líderes, controverso, agradará uns e desagradará outros, não é infalível e não é imune a críticas, mas está preso e precisa ser libertado acima de qualquer consideração.

  70. Infelizmente essa direita do PT está matando o partido. Neste momento, o povo começa a perceber a tragédia que vivemos, está na hora de ser organizado e mobilizado mas o PT prefere formar frentes democráticas para discursos, entrevistas e notinhas enquanto Haddad não sai do twitter, vai ao Ceará e fala para seguidores numa sala em vez de ir para as multidões. Inclusive já abandonaram o Lula. Trotsky dizia que a causa IMEDIATA da vitória do fascismo na Itália e na Alemanha era a omissão das forças progressistas, PSI, Social Democracia Alemã e partido Comunista Alemão. Infelizmente vamos pelo mesmo caminho.
    Esse cidadão acha mesmo que deram o golpe e prenderam o Lula para deixar o PT ganhar a eleição? Ele não percebe que a primeira grande causa da derrota é justamente a prisão do Lula para tirá-lo do caminho?
    Deus me livre dos amigos que dos inimigos me livro eu

  71. Como todo grande líder, Lula é controverso – é essa a questão hoje ou a sua libertação acima de qualquer consideração?

    • Re, seus textos estão melhores que a matéria. Quando será que os jornalistas vão parar de emitir sua ideologia o tempo todo como se escrevessem a eleitores e não a leitores? “Acho” que falta um pouco de cultura a ser cultivada pela sociedade até chegarmos nesse ponto.

  72. O autor do artigo se julga profundo conhecedor do PT e do que passa da cabeça dos dirigentes. E mistura fatos com suposições, tirando conclusões, a meu ver, equivocadas. É obvio que o PT como partido e como governante cometeu erros, táticos e estratégicos, ou não teria sido deposto pelo golpe e perdido a eleição.
    A questão seria, partindo do pressuposto de que é um partido que tem um compromisso com o bem comum: O PT pode tirar quais lições destes fatos, visando aprimorar sua atuação no cenário político brasileiro e mundial?
    Na minha visão o PT somente foi “autorizado” a ganhar as eleições em 2002 devido a uma avaliação errada por parte das elites: Estas elites consideraram que o PT, ao se aliar ao PMDB, estava já devidamente cooptado pelo sistema. O PT, na avaliação deles, faria o mesmo tipo de jogo de cena tradicionalmente praticado. Logo perceberam o erro de avaliação cometido, iniciando o processo de destruição da imagem do PT.
    Será que o deslocamento do palco do debate político da grande mídia para a internet vai tornar o debate politico mais oxigenado, tirando da grande mídia, controlada pelo poder economico, o poder sem controle atualmente exercido por por ela? Acredito que sim. Esta oxigenação, que inicialmente beneficiou aqueles que jogam pensando somente em seus interesses imediatos, logo tornará mais equilibrada esta eterna disputa entre os interesses comuns e os interesses particulares (notadamente os interesses dos rentistas).

    • Paulo, um fato é que Dirceu foi sim largado à própria sorte no episódio do mensalão. Ali faltou ao PT e a Lula uma atitude firme contra os abusos jurídicos havidos naquele processo. Deu no que deu.

  73. Vou repetir o que certa vez um jornalista (GGN) escreveu: “Podem rasgar a Bíblia e a Constituição, porque, no Brasil o mau venceu! l

  74. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome