Paulo Guedes insiste com novo imposto nos moldes da CPMF

Ministro diz que taxa é necessária para viabilizar reforma tributária e desoneração da folha de pagamento de empresas

Brasilia DF 18 12 2019 Entrevista coletiva do ministro da economia, Paulo Guedes foto Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag. Brasil

Jornal GGN – O ministro da Economia, Paulo Guedes, insiste na criação de um novo imposto nos moldes da antiga CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) para viabilizar a reforma tributária proposta pela sua equipe.

O recesso legislativo termina em fevereiro, e a equipe econômica terá de apresentar suas propostas e objetivos a serem alcançados com a reforma tributária. E a intenção de Guedes com a criação de um Imposto sobre Transações Financeiras (ITF) é ter uma fonte de arrecadação para desonerar a folha de pagamento das empresas.

Embora a criação do novo encargo encontre resistência entre os parlamentares, desta vez políticos podem acenar favoravelmente pela discussão sobre o novo encargo na redação a ser criada pela unificação da Proposta de Emenda à Constituição (PECs) nº 45/2019, em tramitação na Câmara, com a nº 110/2019, que  se encontra no Senado.

O tema causou a demissão do economista Marcos Cintra da Secretaria da Receita Federal pela associação do encargo proposto por Guedes à CPMF. Porém, o ministro da Economia voltou a defender a ideia ao sugerir um ITF em meios digitais (como aplicativos de celular ou via internet banking).  As informações são do jornal Correio Braziliense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Para Paulo Guedes, a empregada doméstica não pode ir para a Disney

6 comentários

  1. Bom lembrar que A CPMF FOI UM IMPOSTO CRIADO PELA DIREITA no governo Fernando Henrique Cardoso do PSDB; “”E FOI EXTINTO PELA MESMA DIREITA””, no governo do Lula do PT, na tentativa da DIREITA de BOICOTAR O GOVERNO LULA, considerado o melhor Presidente da HISTÓRIA do Brasil. – Uma prática comum da direita GOLPISTA E TRAPACEIRA, que PROMETEU COM O ALUÍSIO NUNES FERREIRA do PSDB, eleito senador se valendo de trapaça e oportunismo semelhante ao Bolsonaro, fazendo o eleitor o confundir com o Mercadante e se apropriando também de uma brincadeira do Pânico para se popularizar; que “IRIA DEIXAR A DILMA SANGRAR E SE MATAR SOZINHA”; porém “DESCUMPRIU E APOIOU O GOLPE”. Se vão voltar com a CPMF não dá pra saber, mas “É FATO QUE O GOVERNO BOLSONARO ESTÁ SE MATANDO, POR INCOMPETENCIA E MENTIRAS”; como o Aluísio Nunes e a DIREITA sonhavam que acontecessem com a Dilma.

  2. O guedes está pedido. A reforma da previdência, que roubou 800 bi dos pobres, acaba de fracassar no Chile, sua cpmf, com a qual eu concordo, não passa no seu governo bolsonaro, tirou bilhões do pobres ao ousar lançar um salário mínimo já rebaixado com reajuste MENOR que a inflação, o do pt em continuidade seria 1280,00, etc, etc.
    Não tem plano de governo. Não tem plano para combater o desemprego. Não sabe o que é governar e ídeia o pt que sabe por que sabe. Ele acha que o empresário brasileiro é safado e vive a custa do governo, com o que concordo, Mas que confrontá-lo com o empresário chinês o que é uma loucura. Nada deu certo e nada dará, ele sabe.
    Mas ele se vingará de todos nós, do PT, e da sua, guedes, incompetência destruindo o país e vendendo, ou melhor dando, o que puder. Destruirá o que puder.
    O bolsonaro é refresco perto do que o guedes destruirá.

    4
    1
  3. Economista de merda. Criando impostos, QUEM não governa?
    “Descobriu” que criar impostos aumenta a arrecadação?
    Gestor de merda. É bom para os direitistas pobres lembrarem da Dilma e sentirem saudades.

    4
    1
  4. Liberais de meia tigela, só vivem do dinheiro público, como: criando impostos, isenções, taxando o assalariado e privatizando, para dar aos “chupins”, o dinheiro do estado, via laranjas e fachadas…com suas empresas de terceirizações etc…
    É uma cambada, com STF e com tudo…

  5. Recado aos idiotas otarios que votaram nessa POORRRAAA a mando de Pastor estelionatário: Faz arminha que passa! Se não passar, aproveitem o dedo indicador esticado e o metam no meio do olho do c… que então com certeza vai rolar um arrepio totalmente forbidden que melhorará o astral com aquela sensação de preenchimento e compleição, monas!

  6. Alguem pode perguntar ao vereador Bolsonaro, deputado federal Bolsonaro e ao senador Bolsonaro sobre seus respectivos projetos de lei, PEC, ou algum termo juridico, para término, fim, cessação das “verbas indenizatórias” em seus respectivos empregos, para o bem do país (o de todos. não o deles) ?

    Como é sabido desde os tempos bíblicos, opa! disso eles entendem, que criar impostos para cobrir despesas é moleza.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome