Tortura nos presídios de Belém expõe sociopatia de Sérgio Moro, por Luis Nassif

E Moro se valeu da máxima de que os fins justificam os meios, apresentando a apreensão de dois mil celulares e 13 armas de fogo como justificativa para os abusos.

Não há diferenças no plano político e moral entre o presidente da República Jair Bolsonaro, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o Ministro da Justiça Sérgio Moro. Os três têm traços óbvios de sociopatia, são representantes autênticos do sentimento da ultradireita que emergiu nas últimas eleições e demonstram desprezo absoluto pela vida dos “inimigos”.

Se os diálogos divulgados pela The Intercept revelam o juiz manipulador de provas, o episódio da tortura nos presídios de Belém do Pará comprova uma deformidade moral dramática, na pessoa incumbida de definir as políticas de segurança pública.

17 procuradores da República do Pará assinaram uma representação denunciando as torturas generalizadas que passaram a ser praticadas em presídios controlados pela força tarefa designada pelo Ministério da Justiça. Com base na representação, a Justiça afastou o responsável pelo presídio.

As denúncias são pesadas. Introdução de objetos nos ânus dos presos, ordens para os homens “esfolar” o pênis e as mulheres sentarem nuas em formigueiros, em urinas e fezes de ratos. Presos com tuberculoso foram amontoadas em celas úmidas.

O assustador não são apenas as práticas. Em países civilizados, o governo faria uma investigação, mandaria prender os torturadores e providenciaria a substituição da equipe.

O comportamento de Moro foi outro. Nenhuma palavra em relação às torturas descritas na ação do MPF. Saiu em defesa incondicional do coordenador da força-tarefa, afirmando que a decisão da Justiça ocorreu “sem manifestação do contraditório efetivo”. Não houve condenação antecipada do coordenador, mas a decisão de afastá-lo por ter permitido as barbaridades. Colocou a AGU (Advocacia Geral da União) para reverter a sentença. E se valeu da máxima de que os fins justificam os meios, apresentando a apreensão de dois mil celulares e 13 armas de fogo como justificativa para os abusos.

Tempos atrás Nassif escreveu sobre os ataques dos Bolsonaro aos generais, apontando que isso seria o prenúncio do controle sob a popolução a partir dos municipios, : viva Papa Doc e seus Tonton Macoutes : o Brasil tá virando um grande Haiti : existirão apenas duas classes: a do povão com 90 % da população na miséria e 10 % restante formada por policiais, milicianos, fundamentalistas religiosos e políticos da base : a ditadura egipcia será fichinha...

José Carlos Lima

20 comentários

  1. Os verdadeiros inimigos dessa fascistada não são nem os presidiários, estes são “coisas”. O objetivo é afrontar os Direitos Humanos e seus defensores.

    Enquanto os presos estão ali por cometerem crimes contra o patrimônio e a vida, os “esquerdistas”, segundo esses tarados, são muito piores, “defendem vagabundo” porque desejam manipula-los para fazerem “revolução”, contra “o capitalismo”, contra “a familia”, etc.

    36
    16
  2. Esse sujeito, além de um caidoso nojento e mentiroso, è um ba diso pior que aqueles que estão presos.
    Como duvido que cai acontecer alguma coisa com ele e outros canalhas, só resta esperar a justiça das ruas.
    Ele que se precavenha , pirque se um destes prwsos que passaram por isso pyser as mãos nele; já era

    30
    4
  3. O Brasil na mão de CANALHAS, CANALHAS e mais CANALHAS.

    Os milícos sanguinários e o ministro Barroso, do alto do seu iluminismo de brejo, devem estar orgulhosos com os resultados do golpe.

    Chega de tanta cafajestagem com os brasileiros lascados.

    34
    3
  4. “FILHO DE 🐟PEIXE🐟…PEIXINHO…É..,”O PACIENTE…”ORA”…PERSEGUIDO PÔR “SGJ.MORROW”…FOI TMBM…PERSEGUIDO…PÔR
    ” DALTON ÁUREO MORO”,,,ÀLGUMA NOVIDADE NO “FATO?

    9
    1
  5. E eu que achava que este sujeito era ladrão e o maior FDP que já pisou nestas terras agora descubro que é também um psicopata.
    \\\a que ponto este país chegou para golpear o PT.

    39
    2
  6. Two wrongs make a right. O $erjo Moro fala ingrês. Assim, 2 mil celulares e 13 armas de fogo justificam as torturas.

    Enfia uma ogiva nuclear na cloaca desse rato mas não detona.

    14
    2
  7. Tempos atrás Nassif escreveu sobre os ataques dos Bolsonaro aos generais, apontando que isso seria o prenúncio do controle sob a popolução a partir dos municipios, : viva Papa Doc e seus Tonton Macoutes : o Brasil tá virando um grande Haiti : existirão apenas duas classes: a do povão com 90 % da população na miséria e 10 % restante formada por policiais, milicianos, fundamentalistas religiosos e políticos da base : a ditadura egipcia será fichinha…

    36
    3
  8. O tamanho real de um suposto super-herói – visível apenas através de microscópio eletrônico de altíssima definição.

    18
    1
  9. e o pete, irá soltar uma notinha de indignação.
    dirá que a solução é a conciliação e vai tratar os que estão criminosamente no poder com republicanismo

    8
    11
    • Só existe o PT como oposição? Só o PT para se posicionar contra estes absurdos?
      Cara, assim que o PT se posicionar contra os abusos, Bolsonaro, Moro, globo e demais antipetistas propagarão de imediato: “PT defende bandidos que escondiam mais de mil celulares e 13 armas de fogo.”
      Você passou a acompanhar política ontem?

      19
      2
  10. Moro tem feições Lombrosianas, e ainda que essa “teoria” esteja ultrapassada e sujeita e “chuvas e trovoadas,” é sempre bom manter cautela. Mas o pior é toda a chamada elite brasileira apostar tantas fichas nesse sujeito. De um jeito ou de outro, quem perde somos nós, a população!!

  11. Acontecimento vem mostrar que os de índole maldosa são incorrigíveis porque se atraem…
    o mal causado por qualquer um deles alimenta o cérebro doente de todos os outros com um mesmo sentimento de prazer pela dor alheia. Vício mórbido em função tão importante, a colocar em risco a vida de todos que estão ao seu alcance.

    vem mostrar também que uma vez descoberto que manipulam dolosamente seus companheiros, o limiar para descarga de agressão despenca, como despencou, neste caso, ao tentar defender ou justificar esta barbaridade

  12. Esse é um caso típico de incidência da “teoria do domínio do fato”. Sérgio Moro deve responder pelos mesmos crimes que seus subordinados.

  13. Em resposta a um comentário, um outro leitor comentou: ..” assim que o PT representar será taxado de protetor de bandidos que tinham milhares de celulares e armas em seu poder…”
    Acho que o pior é que nada garante que o apreendido não foi plantado. E se não foi plantado, ou o que não foi plantado, como entrou?
    Se querem sodomizar ou sentar alguem na merda de rato, sugiro que façam com quem facilitou a entrada do ilicito na penitenciária, aí resolve!
    Já sobre uma possivel “sociopatia” deste sujeito eu discordo, pois nao enxergo remorso ou culpa nele. Está mais para psicopata.

  14. É simplesmente indescritível essa atitude.
    Faz a gente desejar o pior para Moro.
    Faz a gente pensar em responder na mesma moeda. Insano pensamento?
    Fui acometida de um ódio desmesurado por esses homens. Não consigo evitar.

  15. Os termos da denúncia oferecida pelo MPF (Belém) são chocantes e os fatos narrados vem fartamente comprovados por prova testemunhal e prova documental como depoimentos, declarações, fotos; áudios, vídeos, inspeções da OAB e do Conselho Penitenciário; audiência de custódia e reportagens).
    A denuncia tem 161 páginas. As provas vem expostas das páginas 04 a 41 e das páginas 42 a 109.
    Para lê-la consulte:
    jur.com.br/dl/mpf-tortura.pdf

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome