Vacina chinesa contra Covid tem bom resultado preliminar na testagem em massa

Segundo secretário de Saúde de SP, apenas 3% dos brasileiros que receberam a vacina da Sinovac reclamaram de "efeito colateral", sendo a maioria dor no lugar da picada

Jornal GGN – Os testes da vacina chinesa contra o novo coronavírus, realizados no Brasil em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo, mostraram resultado preliminar positivo.

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, apenas 3% dos brasileiros que receberam o imunizante da empresa Sinovac reclamaram de efeito colateral. No caso, apenas de dor no lugar da picada.

Para o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, “não houve reação colateral grave” que pudesse indicar a necessidade de paralisação do estudo clínico. Ainda de acordo com a colunista, há brasileiros já tomando a segunda dose.

O Instituto Butantan vai testar a vacina chinesa em 9 mil voluntários da área de saúde, em seis estados brasileiros. Há expectativa de que, até dezembro, o SUS tenha disponível pelo menos 15 milhões de doses da vacina, se ela for aprovada. Em janeiro, mais um lote de 15 milhões deve ser liberado.

O Butantan tem capacidade para produzir cerca de 120 milhões de doses – o suficiente para vacinar 60 milhões de pessoas, pois é vacina de dose dupla – e o governo de SP busca recursos para dobrar essa capacidade.

Instituto Butantan, de SP, põe Brasil na corrida mundial pela vacina contra coronavírus

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome