Confiança dos brasileiros na urna eletrônica cai de 82% para 73%, aponta Datafolha

O índice apresentou baixa, em meio aos ataques do governo federal as urnas eletrônicas

TSE – Tribunal Superior Eleitoral Urna eletrônica

A pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (27) aponta que 73% dos brasileiros confiam nas urnas eletrônicas. O índice caiu, em meio aos ataques constantes do governo federal ao sistema eleitoral. Em março, a confiança atingiu a marca de 82%, . 

Hoje, 24% dos eleitores afirmam não confiar no sistema eleitoral. Além disso, 42% dizem confiar muito e 31% confiam um pouco.

Entres os que confiam nas urnas, 42% dizem confiar muito e 31% confiam um pouco.

Os eleitores do ex-presidente Lula (PT) confiam mais nas urnas: 54% dizem confiar muito, 29% afirmam confiar pouco e 16% não confiam. Já os bolsonaristas, 20% confiam muito, 38% confiam pouco e 40% não confiam.

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Entre os que confiam muito nas urnas, de 42% na média, cai para 38% entre as mulheres e para 31% entre jovens de 16 a 24 anos. Na média entre os jovens, de 31%, 47% dizem confiar pouco.

Os idosos, aqueles com mais de 60 anos, 50% confiam muito nas urnas eletrônicas. A taxa de muita confiança sobe para 54% entre os que tem ensino superior.

Não confiam nas urnas 34% dos eleitores que ganham mais de dez salários-mínimos. O índice é de 24% na população geral.

Já os evangélicos, base eleitoral de Bolsonaro, 32% confiam muito nas urnas, 35% confiam pouco e não confiam, 31%.

No último dia 13, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou que nenhuma tentativa de ataque às urnas eletrônicas foi capaz de alterar “sequer um voto”, na última rodada de testes públicos de segurança nos equipamentos.

A pesquisa entrevistou pessoalmente 2.556 pessoas, em 181 cidades do país nesta quarta (25) e quinta (26). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia também:

Moraes garante eleições limpas e com urnas eletrônicas

Eleitores evangélicos são diferentes entre si, diz Victor Araújo

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paulo Dantas

- 2022-05-27 20:37:49

2556 pessoas , não sou estatistico mas dá para ter uma amostra confiável num país complexo como o nosso ?! Nenhum sistema é 100% seguro e a esquerda já teve seus períodos de noia .... https://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0606200202.htm

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador