Flávio Bolsonaro tenta trocar promotores do caso Queiroz

A defesa quer que o caso seja investigado por um procurador de Justiça da segunda instância

Jornal GGN – Os advogados do senador Flávio Bolsonaro pediram ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) a troca dos promotores que investigam há um ano e meio o suposto caso da “rachadinha”, que tem o ex-assessor Fabrício Queiroz como epicentro da crise.

A defesa argumentou que o MP do Rio “desrespeitou a regra do promotor natural do caso ao manter os membros do Gaecc (Grupo de Atuação Especializada de Combate à Corrupção) à frente da apuração”, após decisão que garantiu foro privilegiado a Flávio.

A defesa quer que o caso seja investigado por um procurador de Justiça da segunda instância. “O relator do caso no CNMP, Luiz Fernando Bandeira de Mello, notificou o MP-RJ na última terça-feira (4) para que se pronuncie sobre o pedido”, anotou a Folha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Fora de Pauta

4 comentários

  1. É muita cara de pau, e vão acabar dando um jeitinho. Mas no caso de Lula, que contestava Moro por não ser o juiz natural do caso triplex, não deram o tal jeitinho Só que filho do boçal é protegido pela cafajestice de parte do judiciário e, portanto, Lula se ferrou e os cafajestes dá-se um jeitinho. Mas pior disso tudo é que os cafajestes que votaram nessa coisa boçal perdoam crimes cometidos pelo bandidos do boçalnarismo e continuam defendendo-os. Seletivos e devidamente idiotizados pela midia golpista e pelos watsup da vida, são bandos de sem-caráter, cafajestes….e ponto.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome