Marta muda ou acaba, por Percival Maricato

Marta Suplicy tem recebido as criticas merecidas por suas espantosas declarações em estudada entrevista ao Estadão. De forma deselegante e anti ética, revelou conversas íntimas com Lula, colocando-o e a presidente Dilma em situação constrangedora, culminando por dizer que o PT muda ou acaba.

Marta deve sua carreira ao PT, está nele desde o início, sabe que as mudanças mais importantes já ocorreram antes mesmo dela se candidatar a prefeita. Deveria ter escolhido uma forma mais discreta de desembarcar, agradecendo e desejando boa sorte aos que ficam. Críticas seriam desejáveis, mas deveriam vir na forma e conteúdo adequados e não centrada sobre conduta de pessoas.

A maior das mudanças no PT aconteceu logo nos primeiros anos: o  que era para ser um partido de base passou por uma etapa de partido de facções (os diretórios foram aparelhados; havia uma disputa feroz por eleger delegados) e em seguida se transformou em um partido de parlamentares.

O maior legado positivo do PT, que tem compensado as perdas no campo da ética e do idealismo, foi a inclusão econômica, social e política de dezenas de milhões de brasileiros e a conquista da independência política pela dupla Lula-Dilma. O país deixou de ser dependente, excessivamente miserável e injusto, mudou para melhor. Houve ineficiências, a corrupção continuou perversa, em grande parte em decorrência da necessidade de fazer alianças sem olhar com quem e sobrou uma conta para pagar. Dilma tenta recuperar o caixa com uma nova política na área econômica; poupança e investimentos e não distribuição de renda serão prioridades, pelo menos por uns dois anos.  

O PT acumulou força e tem condições de seguir sua lógica, ditada pelo sistema e  interesses das lideranças formadas internamente. Haverá defecções, talvez abertura para mais adesões, manterá boa parte dos votos conquistados na periferia das grandes cidades e do país, enquanto durar esta geração e não aparecer outro partido que preencha melhor as imensas expectativas desses setores (como aconteceu na Grécia). Nos próximos anos o PT deve continuar a ocupar a esquerda do espectro político, mas estará longe de mudar a si mesmo, como seria desejável ou suprir as expectativas de nos levar a um outro patamar civilizatório, ou até mesmo a um sistema político-social um pouco melhor. Enfim, se mudar será muito pouco e não acabará. Quanto a Marta, corre mais riscos. Não deve ficar muda, mas dar maior conteúdo político às suas criticas, somar a elas autocrítica, controlar a insatisfação por não receber o que acha que merece. Por alguns anos quem conversar com ela confidencialmente sabe que deve pensar duas vezes no que for falar.

Percival Maricato

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Calvin

- 2015-01-26 20:34:51

Quem precisa mudar é Percival

Volta pro Datena!!!!

Mais esquerdismo vai afundar a Grécia, o Brasil, e os bolivarianos!!!

alfredo sternheim

- 2015-01-26 18:40:26

deselegante e predatória

Pode até ser que algumas acusações em relação a algumas ações culturais sejam verídicas. Mas dona Marta , ao explicitá-las depois que deixou de ser Ministra da Cultura, demonstrou leniência com os malfeitos. Ela deveria apontar essas falhas enquanto Ministra e tratar de corrigi-las. Ao mesmo tempo, sua infeliz entrevista pecou pela escolha da repórter que a entrevistou - uma jornalista especializada em bater no PT e em Lula - e transmitiu uma imagem de mulher ressentida. Ao expressar  eventuais coversas íntimas de Lula, resvalou para o terreno das fofoca. A fera ferida em que votei foi deselegante e predatória. Predatória com ela mesma. Triste, muito triste. A arrogância anulou a vontade de sevrir o país.

Zanchetta

- 2015-01-26 17:44:31

"... o único partido, na

"... o único partido, na minha opinião, que tem condições de manter uma certa coesão social. "

É mole a petulância dos petistas?!?!

Carlos Lima

- 2015-01-26 16:22:08

O ESCRÚPULO E OS VOTOS DO AÉCIO

Aécio teve uma exurrada de votos em São Paulo, fomentados pela manipulção da mídia e pela elite paulistana. Nem mesmo Aécio percebia tal enxurrada de votos, se a MARTA tivesse disputado a eleição também perderia, a campanha ANTI PT, colocada em prática pela GLOBO e instituto Millenium foi apavorante, mostrou garras e dentes e se coçou com as barbas da justiça eleitoral, que é inoperante, pois deixar conglomerados de comunicação ferir a constituição e funcionarem como partidos políticos e demonstração de incompetencia. A Marta simplesmente esta se salvando, quem em SP estiver ligado a PT perde tudo, a GLOBO quer destruir o PT e já faz isso a anos e deliberadamente e ainda recebe muita grana dos masoquistas petitas e dos adversários que pagam caro por essa desconstrução do PT. Infelizmente a GLOBO esta acima do BEM e do MAL, A GLOBO é um estado dentro do estado brasileiro, é a GLOBO é quem manda no GOVERNO BRASILEIRO, o governo só faz o que a GLOBO quer. A MARTA é da eleite, veja o que ela fez com os vales CULTURA, deixou que fossem usados para pagamento de TV por assinatura, quem é dono do negócio? Advinhem quem abocanha tudo? Será a GLOBO? A Marta foi chamada e assim lhe disseram, saia do PT senão seu destino será igual ao do seu EX. derrota, se você sair destruindo o PT, nós lhe daremos espaço para você ganhar o que você fizer o PT perder, provavelmente foi essa a proposta que a Marta recebeu, ai os seus olhos vislumbrou aquele monte de votos catapulatados para o Aécio, como dissemos no popular, ela CRESCEU O OLHO. Porém vai se estrumbicar a eleite e a Marta para trair é só começar. Que o diga o ex. senador.

rudo

- 2015-01-26 16:07:01

A Marta de hoje parece com o

A Marta de hoje parece com o Cesar Maia de ontem. Não só traiu seus eleitores, mas virou a carroça ao contrario, para atingir seus eleitores.

altamiro souza

- 2015-01-26 14:35:55

acho que o artigo do maricato

acho que o artigo do maricato é bem mais amplo 

e justo com o pt do que o do professor aldo.

questão de ponto de vista e abrangencia,

e de maior aproximação com a realidade. 

concordo com ele, que a dona marta deve mudar seu

comportamento.

ou, acho eu,  será engolida pela direita, como todos os que saíram,

aliás, do pt, que acabaram dando munição a essa

direita que quer acabar com o pt,

o único partido, na minha opinião, que tem condições

de manter uma certa coesão social.

o resto será o caos?
 ou arevolução?

a ver...

Lucinei

- 2015-01-26 14:05:40

O que desperta tanto ódio, na

O que desperta tanto ódio, na direita e numa certa esquerda, é que gostariam que o pt estivesse até hoje de megafone nas portas das fábricas. Todos os partidos coletando dinheiro das empresas só o pt que não; o pt não pode.

O ódio ao josé dirceu é esse. Foi ele quem defendeu a tese dentro do partido dos trabalhadores que o partido tinha que concorrer em situação mínima de competitividade. Foi ele o artífice da eleição de Lula. Ele demonstrou, provou que a direita não tem nenhuma superiodade intelectual, moral ou ideológica que justificasse sua perpetuação no poder: tinham somente mais dinheiro. Mais uma vez: essa é a razão do ódio generalizado ao josé dirceu. Os episódios da década de 60 e 70 só causavam reações alérgicas nos extremos mais boçais da direita. Como deputado a atuação dele nem causou tanta impressão assim...

Ele é odiado mesmo por ter elegido o Lula e construído a coalizão do governo. Governo que a direita nunca acreditou que duraria muito.

E a marta foi colaboradora desse procecsso todo. Se sentiu preterida à dilma na escolha de Lula à sua sucessora e fica de mimimi. Será que ela achou que ninguém perceberia isso? Ou, pior, percebendo não falaria?

Ela tem mais é que cumprir o mandato dela de senadora. Vai ser uma experiência positiva pra ela que está muito nova ainda.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador