Terceira idade sente os efeitos devastadores da Reforma da Previdência na pandemia

A população mais atingida pela Covid-19, também sofre com a redução nas aposentadorias e pensões

Reprodução

Jornal GGN – Os efeitos da Reforma da Previdência, aprovada pela mobilização do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), atingem a população da terceira idade em meio a pandemia. O valor pago por pensões foi reduzido, no momento em as pessoas acima de 60 anos representam 72,9% dos mortos pela Covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde de agosto. As informações são da coluna de Leonardo Sakamoto, no Uol. 

A família de pessoas mortas pela doença são as mais impactadas pela Reforma. Vale ressaltar que muitas dessas pessoas são baixa renda e sofrem com desemprego agravado pelo cenário atual.

As novas regras determinam que redução da pensão paga aos dependentes deve ser 50% do valor do benefício ao qual a pessoa falecida teria direito caso se aposentar, mais 10% por dependente.

O valor é ainda menor para a família de pessoas que vierem a falecer e ainda não estiverem aposentadas, já que a base desse cálculo é proporcional à quantidade de anos trabalhados do falecido: de 60% da média de todas as contribuições mais 2% por ano a partir de 20 anos de contribuição (homens) e 15 anos (mulheres).

O juiz do Trabalho da 12ª Região, Carlos Alberto Pereira de Castro, afirmou à Sakamoto que “o impacto mais forte é justamente sobre a população idosa. Os mais jovens podem aferir renda trabalhando, mas o mercado de trabalho não absorve pessoas com 60 anos de idade ou mais”. 

“Com a queda na renda causada por uma pensão menor, a pessoa pode ter que revisar seu padrão de vida. Com os gastos de alimentação, remédios, entre outros, pode não ter o suficiente para pagar o aluguel”, explicou. 

As mudanças nas aposentadorias e pensões foram promulgadas em novembro de 2019, sendo assim a nova regra já mostra seus efeitos devastadores. O valor mínimo pago das aposentadorias é de um salário mínimo, piso que o governo Bolsonaro também tentou derrubar, mas foi derrotado no Congresso Nacional.

Os cálculos da Reforma ainda se mostram desvantajosos ao trabalhador que luta para se aposentar. Anteriormente, o cálculo da aposentadoria levava em conta a média dos 80% maiores salários e os 20% menores eram descartados na conta. Com a mudança, a base de cálculo inclui 100% das contribuições sobre salários recebidos desde julho de 1994, o que também reduz o valor pago.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Como alguns países estão respondendo ao ressurgimento de casos

6 comentários

  1. Todos, de alguma firma, pagarão pelo que fizeram, pelo que estão fazendo e pelo que ainda pretendem fazer. Não é praga e não é maldição, mas será um justo acerto de contas queo tempo se encarregará de providenciar de uma forma muito mais devastadora do que foi feito com os meliantes golpustas de Dilma.

    6
    1
  2. Reforma da Previdência no Brasil vai entrar para a história como sendo um daqueles raros tipo de golpe em que os mais prejudicados são os que ainda não se aposentaram…
    os imbecis ainda nem usufruíam das garantias e da segurança do modelo anterior e mesmo assim concordaram com a sua destruição ou redução quase que completa.

    se fizerem um levantamento das reclamações encaminhadas pelo povo brasileiro aos seus representantes, não se surpreendam se o resultado for muito próximo de nenhuma reclamação

    e ainda há quem acredita que um país pode funcionar assim, sem a participação direta do seu povo

  3. Aos malditos que propuseram e que aprovaram reforma como esta, da previdência, já que não podemos matá-los (porque não temos meios materiais de fazer isso, mas se tivéssemos eu os mataria com muito prazer, como se pisa numa barata), a esses malditos só nos resta esperar, quem sabe, que exista um deus vingador que os premie com o pior dos cânceres, eles e suas famílias amaldiçoadas…para que morram com muuuuuuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiita dor. Vermes filhos de putas, vagabundas suas mães que os pariram…raça que merece não só a morte mas a morte aos pouquinhos e com muita dor. Só que esses malditos têm propriedades e quem puder deve meter fogo nelas. Ah e desejo também que morram com câncer todos os imbecís que votaram nesse tipo de vermes para a presidência da república, para governos estaduais, para senado e câmara de deputados….respeitando, obviamente todos os que votaram contra. O nomes dos vermes: Temer, boçalnaro, e os malditos deputados e senadores que aprovaram isto. Se existir um deus, por favor, cara…mate esses pulhas por nós.

    7
    1
      • Infelizmente Edson o inferno não existe e eles sabem disso. Por isso é necessário que paguem aqui.
        E tenha certeza; pagarão!

        • E como poderiam sabê-lo, se ainda não estão mortos? Creem nisso, decerto, ou não haveriam de agir de maneira tão perniciosa. De minha parte, o que me mantém vivo é crer na justiça divina, a única potencialmente capaz de reparar tanta iniquidade.
          O que de forma alguma minimiza a importância da árdua e constante luta pela justiça terrena.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome