Acidentes com fogos de artifício aumentam 25% em época de festas de São João

No período das festas de São João triplicar os casos de acidentes traumáticos e crianças são as principais vítimas

Jornal GGN – A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), divulgou dados que alertam para os casos de acidentes com fogos de artifícios, principalmente, no período das festas juninas e julinas. Os números mostram que, nessa época de tanta diversão e brincadeira, o aumento do volume de casos no Pronto-Socorro chega a triplicar, sendo as crianças as principais vítimas.

O Dr. Diogo Garcia, coordenador do Núcleo de Trauma do Hospital Samaritano de São Paulo, afirma que durante as festas de São João os casos de acidentes aumentam em 25%. Desses, 70 % são crianças “e que, na maioria das vezes, vão ficar com sequelas para o resto da vida”, explica.

A amputação de membros, comprometimento da visão e perda parcial dos movimentos (lesão nos tendões), estão entre os traumas mais comuns provocados por esse tipo de acidente.

“Jamais deixem crianças e demais pessoas com limitação física e de reflexo próximos a quem está manuseando os artefatos. É questão de segundos para que o acidente aconteça e as consequências podem ser graves”, alerta o Dr. Garcia.

Em caso de acidente, a orientação é que leve imediatamente a vítima para o Pronto-Socorro. E que não façam e nem coloquem nada no local lesionado, receitas e mitos como pasta de dente, borra de café, açúcar, tomate só pioram o quadro, ”o máximo deve-se lavar a região com água corrente e procurar atendimento especializado o mais rápido possível”, finaliza o Doutor.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Médicos brasileiros precisam escolher entre quem tem mais chance de sobreviver para ocupar UTIs

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome