Início Tags Precarização do trabalho

Tag: precarização do trabalho

Seremos, por fim, servos de máquinas? Por Nahema Falleiros

Capitalismo produz nova distopia: milhões trabalham muito, no mundo todo, para fornecer dados aos programas de Inteligência Artificial. Têm alta formação. Ganham pouquíssimo, sem direito algum. Agora, começam a lutar

Insegurança para trabalhador: Trabalho temporário tem maior alta desde 2008

Como os patrões só se interessam pelo lucro, ao invés de gerar empregos de qualidade, aproveitam a reforma de Temer que legalizou essa forma precária de contratação

A desconstrução bolsonarista dos direitos trabalhistas e da proteção social aos assalariados, por José...

Na continuidade de enfrentamento da crise, as medidas anunciadas seguiram a mesma tendência de fragilizar a condição de assalariamento com proteção e de tornar ainda mais vulneráveis os ocupados.

Jornalistas e precarização do trabalho: sofrimento diante de um importante papel social, por Andressa...

O processo de precarização se relaciona a mudanças estruturais na profissão, que teve de se adaptar à conjuntura de diversas crises – a crise sociopolítica e econômica no Brasil e a própria crise econômica, ética e de credibilidade do jornalismo perante os públicos.

Tribunal Supremo indica que entregadores da Espanha e do Brasil podem ter destinos opostos,...

s “aplicativos” de entrega adotam um modelo de organização do trabalho muito similar no Brasil e na Espanha.

Cresce contratação de trabalhadores intermitentes, com menos direitos

De janeiro a julho o aumento de contratos intermitentes foi de 27,5 mil. Para Dieese, número é alerta de que empresas podem utilizar ainda mais este tipo de contratação precária no pós-pandemia

Saúde e segurança no trabalho: um direito essencial em risco

Vivemos uma fase de flagrantes retrocessos, inaugurada com a reforma trabalhista de 2017, no governo de Michel Temer.

A velha exploração do trabalhador nas novas relações de trabalho, por Carolina Maria Ruy

Não é verdade que a CLT exclui a população das proteções que ela oferece empurrando o trabalhador para a informalidade. Isso é um efeito em cadeia que começa com o empregador que se nega a respeitar tais direitos.

Em defesa do emprego, o Congresso derrubará os vetos de Bolsonaro à MP 936,...

Desde o início da tramitação da MP, ficou claro que o governo adotaria uma postura antissindical para fragilizar os trabalhadores nas negociações.

A greve e as perspectivas do movimento entregadores, por Andréia Galvão

Certamente, a greve é uma vitória, na medida em que demonstra que os trabalhadores precários não são inorganizáveis e expõe o processo de deterioração acelerada das condições de trabalho.

O que vai restar?, por Grijalbo Fernandes Coutinho

Existe uma pandemia em curso. E essa pandemia é agravada com a pandemia da Covid-19. Trata-se da pandemia antissocial obcecada pela informalidade no mercado de trabalho brasileiro.

Rede de cooperativas desafia Capitalismo de Plataforma, por Shyam Krishna

Quando a maré acalmar, esses trabalhadores que estavam na linha de frente da crise, conseguirão construir um futuro mais justo?

Entregadores por aplicativos param e pedem que clientes não façam pedidos  

Greve de 24 horas é contra bloqueios de entregadores que se recusam a fazer corridas mal pagas e contra o desrespeito à categoria, essencial especialmente nesta pandemia do novo coronavírus

Precarização do trabalho precário, por Marcelo Uchôa

Para as empresas que produzem as encomendas são trabalhadores autônomos. Para as organizações a que servem são empreendedores semeando oportunidades na crise. Para os que solicitam a entrega, pouco importa.

Reforma Trabalhista 2 anos depois: nada a comemorar, muito a combater, por Andréia Galvão

Longe de fortalecer a organização sindical, a reforma a enfraquece, pois a criação de diferentes tipos de contrato precários (somados aos que já existiam antes de 2017) afeta sua base de representação.

Neoliberalismo, pandemia e a crise do capitalismo, por Nasser Ahmad Allan

No campo econômico, antes da chegada do vírus, já se realçava um crescente desemprego acompanhado de redução da massa salarial da classe trabalhadora, frutos de políticas de desregulamentação e flexibilização negativa do Direito do Trabalho

A pandemia mostra que a modernização trabalhista não passou de uma falácia

Chamou-se de modernização a pejotização, o trabalho intermitente, o acordado sobre o legislado, o barateamento do trabalho, a inviabilização do custeio sindical sem fixar regras de transição, o sepultamento da nossa CLT e a supremacia do mercado

“A nova razão do mundo” em um mundo em pandemia, por Vanessa Patriota da Fonseca

Todas essas medidas de exceção à ordem jurídico-trabalhista, com a MP 927, vieram em um momento em que o trabalhador já sentiu no lombo o peso da Reforma Trabalhista.

Associação de juízes do Trabalho repudia medidas de Bolsonaro na pandemia

Na contramão de medidas protetivas do emprego e da renda que vêm sendo adotadas pelos principais países atingidos pela pandemia, a MP nº 927 simplesmente destrói o pouco que resta dos alicerces históricos das relações individuais e coletivas de trabalho

Flexibilização trabalhista leva mães de SP a deixarem bebês de 1 mês na creche

Falta de licença-maternidade e necessidade de sustentar filhos são algumas das razões; mais de 3 mil bebês com menos de quatro meses estão nas creches paulistanas

Leia também

Últimas notícias

GGN