TV GGN 20hs: os riscos da segunda onda no Brasil

Confira o comentário diário de Luis Nassif sobre os últimos acontecimentos na política e na economia do Brasil nesta sexta-feira, 30 de outubro

Entre os destaques do TV GGN 20 horas desta sexta-feira (30/10), está o risco existente em torno da segunda onda de contágio por covid-19 no Brasil.

O programa começa com a análise da segunda onda da covid-19 na Europa, por conta da reabertura do comércio, instituições de ensino e bares. Contudo, os casos avançaram em ritmo acima do esperado.

Com isso, em 28 dias o aumento do número de óbitos chegou a 219,9%, com destaque a países como Bélgica e Itália. “Foi um dado terrível”

A média semanal de crescimento na Europa destaca o salto de casos na França, tanto de registros como de óbitos. E uma análise de todos os picos de casos foram no dia 29 de outubro e, no caso do Reino Unido, em 27 de outubro. “Digamos que é um caso complicado”

No Brasil, foram registrados 22.282 novos casos e 508 novos óbitos, mas os gráficos não mostram uma explosão em termos de segunda onda de covid-19 no país. “Nesse momento, os dados do Brasil estão relativamente sob controle”, mas é preciso ter atenção.

“Não desarme as estratégias de combate ao covid. Em muitos lugares os hospitais de campanha foram desmanchados, pois se depender do Bolsonaro e do Doria estamos perdidos”.

“Você tem o Paulo Guedes dizendo que não vai dar dinheiro para São Paulo comprar a sua vacina. É uma besta. O Butantan faz vacinas para o Brasil inteiro, que história é essa de vacina de São Paulo”

Leia também:  Uma análise pós-eleições e o que esperar para 2022

“Estava vendo a live do Bolsonaro (…) O quanto esses ministros são subalternos. Eles tem que mostrar encantamento com as besteiras que o Bolsonaro diz”

“O Mourão (Hamilton Mourão) está sendo descartado para vice-presidente, o Bolsonaro não pode demiti-lo e fica com esse arroubos de racionalidade, e o governo completamente fora de eixo”.

“Hoje, o Antônio Barra Torres (diretor da Anvisa) disse à Reuters que o Brasil deve ter vacina pronta e liberada até junho de 2021. Isso é uma maluquice. Se o Butantan, que tem conhecimento, diz que é possível no começo do ano por qual motivo ele joga para junho de 2021 se a Anvisa é apenas o órgão regulador?”

“Os bolsonaristas estão querendo lançar um candidato na Fiocruz, pois lá ‘é um lugar de esquerdistas’. Meu Deus do céu, é um desmonte da ciência, não tem coisa que pare em pé. E o Supremo ‘se não mexer com a gente, pode desmontar à vontade'”.

Nassif comenta os dados de desemprego divulgados pelo IBGE: “teve um aumento de desemprego de 1,5 milhão, e a população fora da força de trabalho subiu em 13 milhões de pessoas”

“Em relação ao início da pandemia, você tem 12 milhões de pessoas desempregadas (…) É um quadro catastrófico”

Nassif comenta sobre o encontro entre Ciro Gomes e Lula. “Teve muita ofensa, muitos ataques do Ciro Gomes à Executiva do PT e ao Lula, e agora você está tentando montar um pacto. A essa altura você tem que engolir o sapo. É que o Ciro exagera, é um desperdício, pois ele tem boas ideias”

“Quando você vê a solidariedade do Sergio Moro com o pequeno empresário e uma crueldade sem tamanho com a pequena cooperativa agrícola, você vê a questão da ideologia provinciana do interior de cabeça bolsonarista”.

Leia também:  Total de congressistas eleitos em eleições municipais é 60% menor

“Essa questão ideológica, a maneira como essa ideologia se intrometeu em todos os quadrantes do país, vai ser uma reversão complicada”

“Nós temos esse desmonte de todas as políticas, tem um risco concreto de uma segunda onda de pandemia, no caso de vitória do Biden vamos ter um problema diplomático terrível”

“A China começa a diversificar a compra de soja por segurança nacional – não é mais nem por produtividade, é por segurança nacional. Como pode confiar em um país em que um presidente diz que não vai usar uma vacina por ser chinesa?”

“E entra a questão das eleições desse ano, até que ponto vão marcar uma reversão. Se você tiver vitórias de prefeitos inovadores em capitais relevantes, você pode começar a pensar em reconstrução do país efetivamente”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome