newsletter

Assinar

Luis Nassif Online

É possível que as batalhas verbais entre Gilmar e Janot não tenham passado de jogo-de-cena visando enquadrar a Lava Jato
103
Impeachment que se reduz à vontade política dos congressistas é golpe; impeachment sem crime de responsabilidade é golpe
9
O indiciamento não tem qualquer função relevante no processo penal. Tal ato policial é uma excrescência.
30

Entrevistas Clube dos Garotos 6 - Major Olímpio, por Rui Daher

Texto de ficção confeccionado em organdi pelos jornalistas Rui Daher, Nestor Gruppo e Regularte Pestana, patrocinado pelas Estampas Eucalol com apoio dos baralhos “Dirigindo não Jogue”

Nos últimos dias, o telefone da Redação não parou de tocar. O fixo, esclareço, extensão gentilmente cedida pelo GGN, já que os celulares de forma autoritária e mesoclítica foram interinamente desligados até votação nas concessionárias.

Alegam que Russomanno só cresceu depois que o recebemos. Agora lidera as pesquisas. Seria injusto com os nanicos. Falando em receber, como consumidores que precisam de proteção, alertamos que nenhum dos depósitos prometidos foram confirmados. Contra eventuais distrações, repetimos: Banco do Brasil, agência 2041 – c/c nº 3612.

Leia mais »

Imagens

Vídeos

Veja o vídeo
Veja o vídeo
Média: 3.1 (7 votos)

“Nunca é suficiente repetir que é golpe”, diz Sonia Braga

Jornal GGN - Após protestar em Cannes, a atriz Sônia Braga voltou a repetir que o impeachment de Dilma Rousseff é um golpe, agora no Festival de Cinema de Gramado, onde esteve para promover o filme Aquarius. A fala de Sônia motivou a manifestação do público, que começou a gritar "Fora, Temer" na abertura do evento, na sexta (26).

Leia mais »

Média: 4.4 (14 votos)

Governo Dilma não coibiu a falta de isenção da PF com Lula, por Marcelo Auler

Foto: Postagem feita pelo delegado Marcio Adriano anselmo no períod pré-eleitoral. Ele tem isenção para presidir um Inquérito contra o ex-presidente a quem classificou de anta?

Jornal GGN - Por medo de enfrentar a "opinião publicada", o governo Dilma Rousseff pecou ao não afrontar os desvios de conduta de agentes federais que atuam na Lava Jato quando a imprensa revelou completa falta de parcialidade por parte de delegados com o ex-presidente Lula. É o que sustenta o artigo de Marcelo Auler, publicado neste domino (28), no qual o jornalista republica a imagem do Facebook do delegado Márcio Anselmo - o mesmo que pede o indiciamento de Lula no caso triplex - chamando o petista de "anta".

"Mais grave é que o governo Dilma Rousseff, com medo da mídia, nada fez administrativamente com relação a diversas irregularidades cometidas pela Polícia Federal do Paraná. Da mesmo forma que se omitira o Ministério Público Federal e o Judiciário como um todo.  Algo fica claro. Isenção não houve."

Leia mais »

Média: 3.8 (24 votos)

Requiem para a 4ª. República, por Sergio Sérvulo da Cunha

Por Sergio Sérvulo da Cunha

Com o impeachment da presidente Dilma Rousseff, enterra-se a 4ª. República, iniciada com a Constituição de 1988.

Lembro-me do dia em que, brandindo seu texto nas mãos, Ulysses Guimarães promulgou a “Constituição cidadã”. Eu estava em Porto Alegre, na abertura da Conferência Anual da OAB, num recinto onde cabiam 3.000 pessoas. Ao se exibir a cena, no telão, nós todos levantamos e cantamos, emocionados, o hino nacional.

Leia mais »

Média: 5 (7 votos)

Lista de Livros: Uma história da guerra, de John Keegan

 

Enviado por Doney

Lista de Livros: Uma história da guerra (Parte I) – John Keegan

Editora: Companhia de Bolso

ISBN: 978-85-359-0798-8

Tradução: Pedro Maia Soares

Opinião: muito bom

Páginas: 544

     “A guerra não é a continuação da política por outros meios. O mundo seria mais fácil de compreender se essa frase de Clausewitz fosse verdade. O mais famoso livro sobre a guerra — chamado justamente Da guerra —, na verdade escreveu que a guerra era a “continuação das relações políticas” “com a entremistura de outros meios”. O original alemão expressa uma ideia mais complexa e sutil que a tradução mais frequentemente citada. Nas duas formas, no entanto, o pensamento de Clausewitz esta incompleto. Ele implica a existência de Estados, de interesses de Estado e de cálculos racionais sobre como eles podem ser atingidos. Contudo, a guerra precede o Estado, a diplomacia e a estratégia por vários milênios. A guerra é quase tão antiga quanto o próprio homem e atinge os lugares mais secretos do coração humano, lugares em que o ego dissolve os propósitos racionais, onde reina o orgulho, onde a emoção é suprema, onde o instinto é rei. (...)

Leia mais »

Média: 3 (6 votos)

Mais uma vez, Lava Jato faz escândalo às vésperas do impeachment, por Janio de Freitas

Jornal GGN - "Mais uma vez, às vésperas de uma decisão em procedimentos destinados ao impeachment, a Lava Jato cria uma pretensa evidência, na linha do escandaloso, que atinja Dilma Rousseff ainda que indiretamente." Em artigo publicado neste domingo (28) na Folha, Jânio de Freitas aponta que a Lava Jato entregou ao seu braço policial a missão de criar um "constrangimento" para a presidente, consumado no indiciamento do ex-presidente Lula e mais quatro no caso do triplex do Guarujá.

Janio ainda criticou o fato de o Ministério Público, em posse das informações da Polícia Federal, pedir 90 dias para decidir se apresentará ou não denúncia contra Lula na Lava Jato. "A dedução é inevitável: o indiciamento foi precipitado, com o mesmo propósito político dos anteriores atos gritantes, e os longos três meses são para tentar obter o que até agora não foi encontrado."

Leia mais »

Média: 4.4 (21 votos)

Movimentos sociais fazem acampamento em defesa da democracia e contra o golpe

Enviado por Roberto Bitencourt da Silva

Do MST

Manifestantes de todas as regiões do país chegam a Brasília a partir deste domingo (28) para participar do Acampamento Nacional em Defesa Democracia e dos Direitos, montado no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson em Brasília.

Organizado pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, o acampamento será o ponto de referência da resistência popular e terá uma programação até o encerramento do processo do impeachment no Senado, previsto para terminar no dia 30.

Leia mais »

Imagens

Média: 5 (12 votos)

Dilma irá ao STF atrás de pelo menos um voto contra o golpe, por Arguelhes

Jornal GGN - Se o placar do impeachment no Senado é praticamente irreversível, por que a defesa de Dilma Rousseff insiste em discutir, levando o processo total a acumular mais de 27 mil páginas (500 só de alegações finais), segundo dado divulgado pelo ministro Ricardo Lewandowski durante a semana passada?

Para o professor de direito da FGV-Rio, Diego Werneck Arguelhes, tudo faz parte de uma estratégia da defesa de Dilma, que deve levar o mérito do impeachment ao Supremo Tribunal Federal em busca de pelo menos um voto em seu favor. Dessa maneira, poderá, se vencida na Corte, recorrer a autoridades internacionais alegando que já esgotou os recursos que existem no Brasil. Além disso, poderá usar esse voto para reforçar a narrativa do golpe parlamentar. 

Leia mais »

Média: 4.2 (15 votos)

Aquarela na flauta doce

Sugerido por Marcos Carvalho

Para prestigiar nossos artistas desconhecidos ai vai uma do Rubéns Flautista, que acabei encontrando por acaso.

Média: 5 (2 votos)

Jessé Souza: a radiografia do golpe

Sugestão de Gilberto Cruvinel

O Conversa Afiada exibe entrevista do sociólogo Jessé Souza a propósito de seu novo livro "A radiografia do Golpe", editado pela LeYa. O amigo navegante vai entender por que a epígrafe é do Cazuza: "Transformar o país num puteiro, pois assim se ganha mais dinheiro."

Jessé trata também da "inflação do diploma" e as manifestações de 2013; como os golpistas se articularam no Jornal Nacional, quando as manifestaçoes se "federalizaram" e o JN deu aos golpistas a capa da moralidade: são os que combatem a corrupção (do PT); por que o combate à corrupção é pornograficamente seletivo; o elogio do procurador Eugênio Aragão; e o que é essa "classe média de Oslo", marineira...

Média: 3.9 (14 votos)

Chico vai ao Senado? Pode ser a gota d'água...

Sugestão de Odonir Oliveira

Média: 4.2 (15 votos)

Livro recente prova que Tiradentes não morreu na forca, por Sebastião Nunes

Por Sebastião Nunes

O historiador maranhense Austregésilo Cerqueira Nunes acaba de publicar colossal estudo (“O enforcado que deu no pé”, edição do autor, 666 páginas), com o objetivo de provar que o protomártir da independência brasileira não morreu enforcado. Muitos estudiosos vêm há anos debulhando o mesmo assunto, mergulhados nas densas brumas que cercam o mais famoso episódio de nossa história. Com efeito, tornaram-se transparentes, hoje em dia, vários tópicos obscuros da malograda conspiração. Sabe-se, por exemplo, que Cláudio Manuel da Costa não se suicidou, mas foi assassinado para não delatar gente graúda (ver Silviano Santiago “Em liberdade”, segunda parte).

Leia mais »

Imagens

Média: 2.7 (12 votos)

Atenção: golpe no Pré-sal e na Petrobras avança, por Romulus

Por Romulus

Atenção: golpe no Pré-sal e na Petrobras avança

Post “6 em 1”:

Deputado federal Wadih Damous alerta: “enquanto Dilma está sendo julgada pelo Senado, José Serra está no Itamaraty recebendo poderosos da Shell. (...) a venda o Pré-sal brasileiro é ponto central do golpe de Estado em curso em nosso país”.

– Desnudando as estratégias dos golpistas: aspecto financeiro-fiscal e econômico-estratégico explicados com clareza. Petrobras não ser operadora enfraquece a empresa hoje e amanhã. Abre espaço ainda para estrangeiros superfaturarem a rodo  sem o olho do dono em cima – dilapidando a parte do petróleo que cabe à União pela partilha.

Leia mais »

Média: 3.8 (12 votos)

Cê tá pensando que eu sou loki, bicho?

Enviado por Vânia

Cê tá pensando que eu sou loki, bicho?
Sou malandro velho
Não tenho nada com isso

A gente andou
A gente queimou
Muita coisa por ai
Ficamos até mesmo todos juntos
Reunidos numa pessoa só

Cê tá pensando que eu sou loki, bicho?
Eu sou velho mas gosto de viajar por aí
Cilibrina pra cá
Cilibrina pra lá
Eu sou velho, mas gosto de viajar...

Cê tá pensando que eu sou loki, bicho?
Sou malandro velho
Não se mete no enguiço

Leia mais »

Média: 4.6 (10 votos)

Percalços de um profeta e uma retratação, por Gustavo Gollo

 

Por Gustavo Gollo

Dias atrás fiz uma previsão completamente equivocada, supus que a China ganharia mais medalhas que os EUA, ampliando a vantagem conseguidas nas últimas olimpíadas. Errei drasticamente. A previsão redondamente equivocada baseava-se em um erro factual: os chineses só superaram os EUA nas olimpíadas de Pequim, não tendo repetido o feito na última, em Londres. Deliberadamente, dou muito pouca atenção aos fatos, acho que eles tendem a nos cegar, mas percebo e confesso ter estado excessivamente desleixado para com eles.

Minha desconsideração para com os fatos costuma surpreender a maioria, mas pode ser explicada. Pressuponho estarmos sendo ludibriados pelos meios de comunicação, vivendo uma enorme mentira. Dando demasiada atenção aos fatos, acabamos corroborando as mesmas mentiras. Então, pinço uns poucos fatos escolhidos e construo conexões lógicas em torno deles; nisso constituem minhas profecias.

Leia mais »

Média: 2.1 (9 votos)