Denúncia contra Temer tem que ser votada rapidamente, diz Maia

Jornal GGN – O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, defende que o Congresso vote rapidamente se aceita ou não a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) por corrupção passiva. A denúncia foi formulada pela Procuradoria-geral da República.

Maia entende que se deve encerrar esse assunto assim que sair da Comissão de Constituição e Justiça, pois “o Brasil não pode ficar parado com o parecer da Comissão de Constituição e Justiça até o mês de agosto“. As declarações foram dadas em coletiva concedida à imprensa brasileira, em Buenos Aires.

Rodrigo Maia participa, na capital argentina, do Primeiro Fórum Parlamentar sobre Relações Internacionais e Diplomacia Parlamentar. Disse, ainda, que não é verdade que tenha saído do Brasil para evitar ter que assumir o lugar de Temer, na viagem rumo à reunião do G20, na Alemanha. Maia afirma que sua participação no evento na Argentina já tinha sido combinado há mais de um mês.

O presidente da Câmara admite, ainda, a possibilidade de suspender o recesso parlamentar para analisar eventual denúncia contra Michel Temer, o presidente. Maia disse também que pretende continuar na presidência da Câmara trabalhando pela aprovação das reformas até 2018 e, em sua avaliação, Temer terá apoio parlamentar necessário para escapar de julgamento e se manter no cargo.

O plenário deverá votar o relatório a ser apresentado pela Comissão de Constituição e Justiça e, então, decidir se a denúncia contra Temer será aceita ou não. Temer precisa garantir 172 votos para escapar do julgamento. Maia não comenta a possibilidade de Temer ser derrotado na Câmara e ele assumir a Presidência.

Leia também:  Deputados pedem destituição de Eduardo Bolsonaro da Comissão de Relações Exteriores

“Para que a gente possa colaborar com a democracia brasileira e a estabilidade no Brasil, essa é uma análise que eu não acho prudente. O presidente Michel Temer tem uma base de apoio grande“, disse. “Claro que não é uma votação fácil, mas a probabilidade maior é que ele vença essa denúncia. Acho que o passo seguinte não deve ser avaliado, a não ser que ele ocorra“.

Para Maia, o importante é votar rapidamente esta denúncia para que possa seguir adiante com a votação das reformas trabalhista, da Previdência e do sistema tributário. Maia cita também mudanças na legislação na área de segurança pública. No entanto, acredita que a Comissão só concluirá seu relatório no dia 17 de julho, quando começa o recesso parlamentar. Caso isso ocorra, a votação aconteceria somente na primeira semana de agosto, a não ser que o plenário aceite votar durante o recesso.

Maia acredita que Temer tenha uma boa relação com os parlamentares, diferente da ex-presidente eleita Dilma Rousseff, mas muitos dos 380 deputados ainda não manifestaram a sua opinião abertamente.

O presidente da Câmara reconhece que Temer foi fundamental para que fosse eleito na segunda eleição para o posto, e garante que sabe reconhecer a ajuda. Além disso, disse que seu papel agora é liderar as reformas no Congresso e ser árbitro nas denúncias.

Com informações da Agência Brasil

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. resumo da ópera

    Duke conseguiu sintetizar numa imagem o que acontecerá. Reiniciará tudo, mas carregará novamente mesmo sistema operacional anterior. 

     

  2. Maia: Pedra mais cantada impossível. Estamos falando há meses…

    … lá no blog. Agora, de repente, toda a blogosfera “isentona” de esquerda vai “descobrir” que “Fora, Temer” nao era tao simples assim, sabe… ai ai, os “likes/ shares” de ontem vao sair caros!

    GLOBO E MORO VÃO ELEGER RODRIGO MAIA PRESIDENTE? E TEMER? RUIM SEMPRE PODE PIORAR! (PARTE 1)

    Por Romulus

    Parte (1)

    – Brasil: sucessão de golpes e contragolpes. “Do mal”, mas também “do bem” (!)

    – Segundo turno (literalmente? rs) dos infernos: “Fora, Temer” vs. “Fica, Temer”

    – Notem: a alternativa (?!) é… Rodrigo Maia!

    – Binarismo “do bem”: Globo a favor? Sou contra!

    – Churchill e Simone Veil: aliança ~tática~ até com o diabo, se Hitler invadisse o inferno

    – Parênteses – Siome Veil faz o feminismo avançar até na morte!

     

    Parte (2)

    Item (A): a “rodada” do “jogo” tomada no “atacado”

    – Marco Aurélio Mello e Delfim Netto

    – Núcleo duro debate: a marcha da História política no Brasil: golpes e contra-golpes

    Item (B): a “rodada” tomada no “varejo”

    – Os Juristocratas se autodefinem: Carlos Fernando, Dallagnol e Moro. Sem pudores

    – O vai ou racha do acordão: o HC de Palocci no STF

    – Armas de dissuasão para alvos distintos: “o fantasma de Lula Presidente” vs. “Parlamentarismo já” vs. “intervenção militar”

    – Nas mãos hábeis de peemedebismo, a combinação desse arsenal nuclear incentiva o acordão.

    – O drama dos blogueiros de esquerda: antes “perdidinhos” (?), agora alguns começam a “se encontrar”

    – Mas os políticos ~profissionais~ da esquerda continuam com o… ~amadorismo~.

    – Natural ou (bem) cultivado?

    – Cassandras continuarão gritando e arrancando seus cabelos, mas…

    – O contra-ataque juristocrático e o “lock-in” jurídico: deixar um fait accompli para os seus sucessores

    – A temeridade política de agir como se “toda a direita e todos os neoliberais fossem iguais”

    – Globo e Dallagnol confirmam, revoltados: Lula ~está~ contemplado no acordão!

    – ~Está~: fotografia do momento…

    – E no filme? Lula ainda restará, no final?

    Item (C): golpes do futuro

    – O “lock-in” via Tratado internacional

    – A farsa ~e~ a tragédia da operação “Macron/ En Marche!” brasileiros

    – A blindagem do STF contra um novo Presidente de esquerda

     

    Valha-nos…

    (ao gosto do freguês)

    – … Deus/ Espíritos de Luz/ “Design inteligente”/ “Energias ‘do bem’ ~não~ antropomórficas”/ “Universo”/ caos aleatório randômico…

    – Tá valendo qualquer apelo!

     

    LEIA MAIS »

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome