Senadores veem afronta do STF em Barroso afastar Chico Rodrigues

Parlamentares defendem que o senador deve ser ouvido e, após acusações consistentes, afastado em processo de cassação - uma decisão do próprio Congresso, e não do Supremo

Foto: Agência Senado

Jornal GGN – A decisão de Luis Roberto Barroso de afastar Chico Rodrigues (DEM-RR), que era vice-líder do governo Bolsonaro, do Senado, foi vista por parlamentares como uma ação precipitada do ministro.

De acordo com o Painel, da Folha, senadores estariam analisando a possibilidade de barrar a decisão de Barroso, por considerar uma afronta entre os Poderes, apesar da polêmica e da repercussão do dinheiro na cueca.

Atualmente, a Constituição não inclui expressamente essa possibilidade de um ministro da Corte de afastar um político do cargo legislativo pelas razões ocorridas com Rodrigues, porque por si só, guardar dinheiro na cueca não é um crime em si.

“Foi uma ação afoita [do Barroso]. Não pode tomar decisão assim. E o direito ao contraditório?”, questionou o colega Ângelo Coronel (PSD-BA), membro do Conselho de Ética do Senado. “Mesmo num caso midiático como esse, não pode ser assim”, acrescentou, segundo a coluna.

Eles defendem que o senador deve ser ouvido e, após acusações consistentes, então ser afastado em um processo de cassação – em uma decisão do próprio Congresso, e não do Supremo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ao bajular Bolsonaro, Mendonça perde mais uma, por Marcelo Auler

10 comentários

  1. Uma vez eu fui baculejado e tinha 50 reais no bolso da minha calça. O policial se apropriou desse dinheiro. Se tivesse na minha cueca, talvez ele não teria me roubado. Mas eu não era acusado de desviar dinheiro para combate à Covid nem tinha quase união estável com o Bolsonaro.

    Barroso, como está sua morada em Miami?

    • Já comecaram a acochambrar. Fosse ligado a lula ou dilma estaria tudo certo. Mas, afinal, que outras cuecas abrigam ou abrigariam parte da grana? Pessoal anda curtindo muito pagamentos em dinheiro vivo.

      Dizem por ai que o proctologista do senador está muito feliz pois acaba o exame e já recebe na boca do caixa.

  2. Cargo público é uma concessão e não uma propriedade. Principalmente os suspeitos por utilização do cargo para usurpar o erário, deveriam ser afastados enquanto durem as investigações.

    6
    1
  3. Não há nenhuma afronta na intervenção sobre questões que se distanciam da lisura no exercício do cargo…
    assuntos que não são de política devem ser considerados como os de qualquer cidadão

    tanto é que se fosse cidadão comum, teria sido levado imediatamente para averiguações

    Afronta são senadores atuarem da forma que atuam

  4. É por conta do naipe de Senadores como este da matéria que nas próximas eleições todos eles devem ser varridos da vida pública. Renovar 100% do Senado nas próximas eleições e não votar em quem foi apoiado por algum que já esteve lá e não nos representou, apenas agiu nos seus interesses.

    2
    1

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome